Câmara de Santa Cruz e ATS assinam memorando com empresa portuguesa para viabilização da central de compras

A Associação de Turismo de Santiago (ATS) e a Câmara Municipal de Santa Cruz  assinam hoje com a empresa portuguesa, a SIMAB, um memorando de entendimento para a viabilização da primeira central de compras de Cabo Verde.

O ato terá lugar na Cidade da Praia, às 17:00, e segundo o presidente da ATS, Eugénio Inocêncio, a Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores (SIMAB) é uma “grande organização” que tem diversos mercados abastecedores em Portugal, pelo que perspetiva com esse protocolo a criação de condições para “alavancar a primeira central de compras” de Cabo Verde.

“É das coisas mais importantes que nós temos feito nos últimos tempos. Vai abrir uma auto-estrada para a reorganização do abastecimento em Cabo Verde e vai fazer chegar os produtos agrícolas e pecuários da ilha de Santiago aos hotéis do Sal e da Boa Vista”, disse.

A perspetiva, segundo o presidente da ATS, é ter uma central de compras, que será simultaneamente um parque industrial de transformação de produtos de agricultura em Santa Cruz, que é o sítio onde há “mais produção”.

A feira da banana, prevista para Fevereiro do próximo ano, vai, segundo Eugénio Inocêncio, ser a primeira acção do processo de criação da central de compras.

O protocolo prevê a criação de uma plataforma institucional e operacional que permita promover o intercâmbio de “informação, experiências e boas práticas” entre estas entidades, aumentar a cooperação entre elas e facilitar o intercâmbio tecnológico e comercial.

Tudo para  para criar “novas oportunidades” de negócio a desenvolver, em Santa Cruz, em toda a ilha de Santiago e, porventura, nas outras ilhas do arquipélago.

Fonte: InforPress

Notícias

Produtos hortícolas de Cabo Verde têm menos pesticidas do que os importados, explica director nacional do Ambiente

Santo Antão: Vinda de turistas islandeses à ilha confirma que turismo local está a conquistar novos mercados na Europa

Cabo Verde precisa de um quadro regulatório mais forte de integração entre a biodiversidade e o turismo

Sal: Praia de Santa Maria poderá hastear Bandeira Azul dentro de três anos – Biosfera1

Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG