Almirante brasileiro destaca potencial de Cabo Verde para ser centro de operações Atlântico

O almirante da Marinha do Brasil, Eduardo Leal Ferreira, considerou hoje, no Mindelo, que Cabo Verde tem um potencial “muito grande” para se transformar num “grande centro” de operações e de controlo no Oceano Atlântico.

O militar brasileiro, que falava à imprensa, à margem de uma palestra que ministrou na manhã de hoje, em São Vicente, sobre a “A importância geopolítica do Oceano Atlântico”, a convite da Universidade de Cabo Verde (UniCV), destacou o posicionamento do arquipélago no oceano.

“É o grande centro de tudo o que de importante acontece no Atlântico Sul, que de alguma maneira passa em frente à Cabo Verde, todo o tráfego marítimo, ou seja, a ligação entre o Atlântico Norte com o Atlântico Sul, passa por Cabo Verde”, reforçou.

Durante a palestra, o almirante Leal Ferreira, 31 vezes condecorado no seu país, e que visitou Cabo Verde pela primeira vez em 1981, dissertou ainda sobre as ameaças e as potencialidades do Atlântico Sul, sem esquecer a cooperação entre Brasil e Cabo Verde nesta matéria.

“Existe um grande potencial de parceria entre as forças navais de Cabo Verde e do Brasil”, acrescentou.

Da mesma forma, o secretário de Estado da Economia Marítima, Paulo Veiga, que assistiu à palestra, referiu, no fim que a cooperação entre os dois países tem sido “boa, e é para desenvolver e continuar”.

O governante lembrou que devido à posição geoestratégica de Cabo Verde, “nem sul nem norte”, mas “no centro do Atlântico”, o país tem tido desde de sempre parcerias com o Brasil, mas também com os Estados Unidos e a União Europeia.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis