The Resort Group garante construção do Hilton Praia

O The Resort Group (TRG) e o governo assinaram ontem, ao final da tarde, uma convenção de estabelecimento que permitirá a construção do hotel Hilton na Praia.

Segundo Vitor Fidalgo, representante do TRG, empresa que promove o projecto, este foi um processo “complexo e longo” que se iniciou em 2013, com a aquisição do terreno e licenciamento da obra pela Câmara Municipal da Praia e que permitirá agora que o primeiro hotel de cinco estrelas na Cidade da Praia se torne uma realidade.

Sendo um “processo complexo” que envolve a Hilton Internacional, Victor Fidalgo, admite que há procedimentos incontornáveis que devem ser respeitados de acordo com as normas da cadeia Hilton Worldwide.

Entretanto, assegurou que ao longo deste ano o processo será concluído, para que o Hilton autorize o início das obras.

“O TRG está empenhado em trazer novas marcas internacionais e novos operadores, a fim de diversificar a oferta turística cabo-verdiana e aumentar os proveitos daí advenientes”, sublinhou.

Por sua vez, o ministro do Turismo e Transportes, José Gonçalves, disse que com esta assinatura está-se a fazer um “upgrade” para que a Cidade da Praia seja um “ponto de turismo, de conferência e de negócios”, pois apesar de ser a capital do país, tem tido alguns constrangimentos em relação a espaços e camas.

“Nós não conseguimos realizar negócios por falta de condições, falta de espaço para conferências e suficiente número de camas. (…) Acho que a presença da Hilton, com este nome, veio efectivamente trazer um valor acrescentado de alto nível e fazer com que, de facto esta cidade entra dentro daquilo que é a rota internacional das cidades capitais”, indicou.

Para além de acreditar que este empreendimento hoteleiro vai potencializar o turismo na capital, o ministro garante que vai traduzir em mais riquezas, mais posto de emprego, e oferecer serviço que não existe em termos de qualidade de hotel de cinco estrela na capital.

Em relação a demora neste processo, José Gonçalves disse que o Governo está a procurar uma forma de encurtar essa “excessiva burocracia” para “potenciar e facilitar” o caminho para haver mais investimentos.

O projecto hotel Hilton está orçado em 45 milhões de euros (cerca de 4.500.000.000 de escudos cabo-verdianos), deverá gerar perto de 150 empregos directos e vai representar um “aumento significativo” da capacidade de acolhimento turístico do país.

O projecto será constituído por 201 quartos, restaurantes, bares, zonas de lazer e entretenimento, piscinas gerais e privativas, SPA, health club, centro de convenção, salas de reuniões, assim como por outras unidades complementares necessárias ao funcionamento do empreendimento e ficará localizado no antigo espaço ocupado pela Escola de Negócios e Governação de Cabo Verde, na Achada Santo António.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Primeira edição de Festival de curtas-metragens apresentada em Mindelo

Empresas alemãs procuram parceiros cabo-verdianos no sector do turismo e energias renováveis

Cabo Verde vai implementar em 2019 projecto subaquático “Margullar” – garante Jair Fernandes

Santa Catarina: Livro “Histórias da História de Santiago” vai ser apresentado quarta-feira em Assomada

Biosfera alerta para atentados à biodiversidade

Livre circulação no topo da agenda da Cimeira do Sal

Duas décadas de estabilidade e de credibilidade para a moeda cabo-verdiana

PR diz ser preciso acarinhar e preservar a língua portuguesa

IGRP Web do NOSi entre o TOP 50 de inovações em África

Cabo Verde e Brasil poderão colaborar a nível do turismo de aventura e comércio de vinhos

Tecnologias: Cinema da Praia recebe a 2ª edição do TEdx Praia

O turismo não pode estar de costas voltadas para as populações

Universidades cabo-verdianas ainda se assemelham aos liceus – reitor da Uni-Piaget

Ilha do Fogo: Universidade de Santiago promove a partir de sábado a IX edição do “Rotas do Arquipélago”

Santo Antão: Aumento do turismo trouxe novas oportunidades de negócios ainda pouco exploradas na ilha – Raízes

Ilha do Fogo: Empresários brasileiros na ilha para desenvolvimento de parcerias no sector do turismo rural

Cabo Verde não vai pedir assistência financeira ao FMI, afirma ministro das Finanças

Governo português analisa entrada da CGD no Fundo Soberano de Cabo Verde

Investigador defende que é necessário entender as reais necessidades da oceanografia costeira

Herança cultural da Europa vem da mistura da cultura com a África – Embaixadora da UE em Cabo Verde

Santiago Norte: Projecto-piloto propõe turismo sustentável que beneficie empresas locais e comunidade

Porto Novo: Fundo do Turismo recupera ex-edifício camarário para receber centro de interpretação turística

​Isenção total de vistos é objectivo comum, mas há muito caminho a percorrer

Cabo-verdianos não conseguem poupar e não querem comprar casa nem carro

Cabo Verde perde um milhão de turistas por falta de acessibilidades - FECAD

Oásis Atlântico lança projecto turístico no Tarrafal

Criada comissão conjunta para desenvolver projecto de Turismo Seguro para a ilha de Santiago

São Vicente/Economia Marítima: Técnicos chineses na ilha para planeamento da 1ª fase da Zona Especial

Santo Antão: Projecto Raízes concluí caracterização dos caminhos vicinais que vão formar rotas turísticas na ilha

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo