The Resort Group garante construção do Hilton Praia

O The Resort Group (TRG) e o governo assinaram ontem, ao final da tarde, uma convenção de estabelecimento que permitirá a construção do hotel Hilton na Praia.

Segundo Vitor Fidalgo, representante do TRG, empresa que promove o projecto, este foi um processo “complexo e longo” que se iniciou em 2013, com a aquisição do terreno e licenciamento da obra pela Câmara Municipal da Praia e que permitirá agora que o primeiro hotel de cinco estrelas na Cidade da Praia se torne uma realidade.

Sendo um “processo complexo” que envolve a Hilton Internacional, Victor Fidalgo, admite que há procedimentos incontornáveis que devem ser respeitados de acordo com as normas da cadeia Hilton Worldwide.

Entretanto, assegurou que ao longo deste ano o processo será concluído, para que o Hilton autorize o início das obras.

“O TRG está empenhado em trazer novas marcas internacionais e novos operadores, a fim de diversificar a oferta turística cabo-verdiana e aumentar os proveitos daí advenientes”, sublinhou.

Por sua vez, o ministro do Turismo e Transportes, José Gonçalves, disse que com esta assinatura está-se a fazer um “upgrade” para que a Cidade da Praia seja um “ponto de turismo, de conferência e de negócios”, pois apesar de ser a capital do país, tem tido alguns constrangimentos em relação a espaços e camas.

“Nós não conseguimos realizar negócios por falta de condições, falta de espaço para conferências e suficiente número de camas. (…) Acho que a presença da Hilton, com este nome, veio efectivamente trazer um valor acrescentado de alto nível e fazer com que, de facto esta cidade entra dentro daquilo que é a rota internacional das cidades capitais”, indicou.

Para além de acreditar que este empreendimento hoteleiro vai potencializar o turismo na capital, o ministro garante que vai traduzir em mais riquezas, mais posto de emprego, e oferecer serviço que não existe em termos de qualidade de hotel de cinco estrela na capital.

Em relação a demora neste processo, José Gonçalves disse que o Governo está a procurar uma forma de encurtar essa “excessiva burocracia” para “potenciar e facilitar” o caminho para haver mais investimentos.

O projecto hotel Hilton está orçado em 45 milhões de euros (cerca de 4.500.000.000 de escudos cabo-verdianos), deverá gerar perto de 150 empregos directos e vai representar um “aumento significativo” da capacidade de acolhimento turístico do país.

O projecto será constituído por 201 quartos, restaurantes, bares, zonas de lazer e entretenimento, piscinas gerais e privativas, SPA, health club, centro de convenção, salas de reuniões, assim como por outras unidades complementares necessárias ao funcionamento do empreendimento e ficará localizado no antigo espaço ocupado pela Escola de Negócios e Governação de Cabo Verde, na Achada Santo António.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Respostas rápidas: Quem deve pagar a Taxa de Segurança Aeroportuária?

São Vicente: Kiki Lima expõe “Real aparência” quando está prestes a completar 50 anos de pintura

Número de hóspedes aumentou 9,5% no segundo trimestre de 2018 face ao período homólogo – INE

Frescomar anuncia novos investimentos em São Vicente e no Sal de mais de seis milhões de euros

Direitos: Cabo Verde destaca em conferência no Canadá apoio do governo e instituições aos movimentos LGBTI

Santo Antão recebe três centros de interpretação turística para retratar património e identidade cultural da ilha

Raiz di Polon na 10ª edição do Festival de Teatro Lusófono

MCIC visita oficina de verão na Cesária Évora Academia de Artes

Filme cabo-verdiano “Firmeza” seleccionado para o Sacramento Underground Film & Arts Festival dos EUA

Filme “Os dois irmãos” selecionado para a competição oficial no 42º Festival de Cinema de Montreal/Canadá

Ilha do Fogo: Projecto “Rotas do Fogo” define estratégias e cria comités municipais para implementação do modelo agro-turismo

Nosi e Cabo Verde TradeInvest na China para dar avanço ao projecto de Computação em Nuvem da África Ocidental

Reconhecimento internacional do vinho do Fogo é exemplo para produtores de grogue de Santo Antão

“Se Cabo Verde não é capaz de organizar um discurso histórico, alguém será capaz”

Cabo Verde conquista duas medalhas de ouro no concurso Mundial de Vinhos Extremos em Itália

Editorial: Estado da Nação em “gestão corrente”

Quem comprar a TACV assume a gestão por, pelo menos, 5 anos

Primeiro-ministro anuncia proposta da Icelandair para comprar TACV

Exportações aumentam 14% no 2º trimestre deste ano

Empresários desesperam pela mobilidade económica

Angola, Brasil e Moçambique têm total de 720 mil "escravos modernos". Cabo Verde também faz parte da lista

Suspensão levantada. Cabo Verde Airlines já pode voltar aos aeroportos italianos

Cabo Verde apresenta programa da presidência da CPLP

“Os alunos que só sabem crioulo, o resultado é o isolamento”

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo