Santo Antão: Criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias traz à ilha catedráticos de Portugal

Professores catedráticos do Instituto Superior da Agronomia de Lisboa, Portugal, são esperados, “em breve”, em Santo Antão para apoiar o Governo na montagem do projecto de criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias desta ilha.

A garantia foi dada pelo Secretário de Estado da Educação, Amadeu Cruz, que avançou que o processo que levará à criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias de Santo Antão “está bem encaminhado”, estando o Governo a contar com a parceria do Instituto Superior da Agronomia de Lisboa, Portugal, para a efectivação do projecto, já em 2019.

O Ministério da Educação conta com a parceria do Instituto Superior da Agronomia de Lisboa na definição do modelo de Ensino Superior que se quer para Santo Antão, que passará pela criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias que, a partir do ano lectivo 2019/2020, estará a ministrar os primeiros cursos superiores em áreas como a agricultura, água, floresta, energias renováveis.

Amadeu Cruz, que falava num encontro com os deputados eleitos por Santo Antão, no quadro das jornadas parlamentares, assegurou que “o processo está bem encaminhado”, acreditando na efectivação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias na ilha, “tendo em conta a vocação agrícola” desta região.

Durante uma visita efectuada em finais de Março a Santo Antão, este governante havia assegurado que o Executivo já consensualizou com os autarcas de Santo Antão a questão do Ensino Superior para ilha e está a trabalhar para que o Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias esteja instalado até ao próximo ano.

“O Governo está já a trabalhar no processo conducente à implementação do Ensino Superior em Santo Antão nos domínios científicos, directamente, relacionados com a vocação da ilha”, adiantou, na altura, Amadeu Cruz.

Ainda em Março, o primeiro-ministro reiterou, em Santo Antão, durante uma conferência sobre a regionalização, a decisão do Governo em dotar esta ilha de “um Ensino Superior focalizado nas ciências agrárias”.

Fonte: InforPress

Notícias

Projecto Tartaruga promove capacitação em conceitos e práticas de patrulha do ambiente natural

Fogo: Master plan de turismo das ilhas do Fogo e da Brava identifica duas dezenas de projetos prioritários

Plataforma de encontro entre quem quer investir e quem quer desenvolver projetos

Fogo: A ilha precisa de bons investimentos públicos para criar condições para os investimentos privados – Primeiro-ministro

Projeto "Turismo e comunidades: iniciativas locais de criação de emprego” apresentado hoje na Ponta do Sol