Provedoria de Justiça de Portugal quer levar a sua experiência de 40 anos a Cabo Verde

A Provedoria de Justiça de Portugal quer levar a experiência de 42 anos de existência a Cabo Verde, país que instituiu esse órgão há três anos, para defender os cidadãos das ilegalidades, injustiças e abusos dos poderes públicos.

"Cabo Verde tem um Provedor de Justiça institucionalizado há três anos e Portugal já tem 42 anos de existência, que permitam sedimentar muita experiência e conhecimento, que pomos ao serviço dos nossos parceiros, sobretudo quando são instituições mais jovens", prometeu Jorge Miranda Jacob, Provedor-adjunto da Justiça de Portugal.

O representante português falava à agência Lusa, na cidade da Praia, no âmbito de uma conferência de apresentação do DEMOS, um projeto europeu que visa desenvolver um plano de cooperação para melhorar o desempenho dos provedores junto dos cidadãos.

Resultante de uma parceria entre Portugal e as regiões autónomas dos Açores e da Madeira e financiado pela União Europeia, o projeto foi estendido a toda a região da Macaronésia, abrangendo Cabo Verde, Senegal e Mauritânia.

Segundo Jorge Jacob, o objetivo do projeto é também ajudar a melhorar os procedimentos de comunicação entre os Provedores de Justiça e a Administração central e regional.

Para o Provedor-adjunto português, a troca de experiência e conhecimento vai permitir às instituições mais recentes evoluírem, mas também as mais antigas aprendem com as mais novas.

"É uma relação benéfica para ambos, para os mais antigos e para os mais recentes porque desta troca permanente de experiência resultam benefícios para ambas as partes", afirmou Jorge Jacob, que foi um dos oradores na conferência sobre "O papel do Provedor de Justiça no espaço da Macaronésia e países terceiros".

O responsável notou que as formas de melhorar a comunicação, auxiliar na boa governação e desenvolver mecanismos de atenção ao cidadão é aproveitar as novas tecnologias e redes sociais como "canais de comunicação preferenciais".

O Provedor de Justiça de Cabo Verde, António Espírito Santo Fonseca, enalteceu a cooperação através do projeto DEMOS, dizendo que vai ajudar países a suprir algumas fraquezas.

"Esta cooperação visa essencialmente a questão do conhecimento, das experiências e da colmatação parcial das fraquezas e dificuldades que cada um de nós possa ter", sustentou, notando que há problemas específicos em cada lado, mas que o grande objetivo é sempre defender os interesses dos cidadãos.

Fonte: Sapo Notícias

Notícias

Banana de Santa Cruz poderia abastecer mercado turístico de Sal e Boa Vista

UNESCO recomenda a Cabo Verde ratificação de convenções sobre património imaterial

Comércio entre a China e os países lusófonos sobe 30,2% até Agosto

ONU alerta para esforço comum para atingir o desenvolvimento sustentável em 2030

IV fórum Mundial de Desenvolvimento Local: Presidente alerta que o mundo tem recursos para travar perdas no desenvolvimento humano e social e reduzir privação

Subsecretária-geral da ONU enaltece “história de sucesso” de Cabo Verde em matéria de desenvolvimento

Fórum vai trazer o mundo para Cabo Verde – representante das Nações Unidas

Secretária-Adjunta do Secretário Geral das Nações Unidas inicia hoje uma visita de três dias

Senegal apoia candidatura de Cabo Verde à Comissão da CEDEAO

PR participa na conferência que assinala Dia da Cultura e das Comunidades Cabo-verdianas em Portugal

Santiago: Calheta de São Miguel acolhe VI Encontro Técnico da Rede Temática da Proteção Civil 2017

Antigo Seminário de S. Nicolau: Gualberto do Rosário sugere a criação da Universidade Católica de Cabo Verde

Director-geral do Turismo e Transportes demite-se do cargo

Porto Novo: Governo avança com 60 mil contos para construção da estrada de acesso à Chã de Branquinho

Governo anuncia plano de emergência para responder à seca

Praia acolhe workshop sobre o “Estudo da Situação da Justiça em Cabo Verde”

Santo Antão: Grogue do Tarrafal de Monte Trigo já está a ser engarrafado para exportação

BCV prevê aumento do PIB próximo dos 4% em 2018

Governo sensível às questões da Diáspora cabo-verdiana

Cabo Verde nomeia embaixadores urbanos para sensibilizar nas questões de habitação

Santo Antão: Época alta do turismo arranca com os operadores optimistas

Ilha do Sal foi palco da 1ª edição da Gala “Cabo Verde Tourism Awards”

Fogo: Cerca de 110 mil contos dispensados aos municípios para o Turismo até 2021

Dia Mundial do Turismo comemorado sob o lema “Turismo sustentável, uma ferramenta para o desenvolvimento”

JPAI promove conversa aberta sobre Educação como Arma para o Desenvolvimento

Cabo Verde na Feira Internacional do Turismo Top Resa em Paris

Governo de Piemonte oferece unidade de produção de ração aos produtores do Planalto Norte de Santo Antão

Queijo de Santo Antão premiado em Itália

Santa Catarina: Terminal rodoviário estará pronto em Outubro

Boa Vista: Câmara Municipal e SDTIBM promovem semana de empreendedorismo