Provedoria de Justiça de Portugal quer levar a sua experiência de 40 anos a Cabo Verde

A Provedoria de Justiça de Portugal quer levar a experiência de 42 anos de existência a Cabo Verde, país que instituiu esse órgão há três anos, para defender os cidadãos das ilegalidades, injustiças e abusos dos poderes públicos.

"Cabo Verde tem um Provedor de Justiça institucionalizado há três anos e Portugal já tem 42 anos de existência, que permitam sedimentar muita experiência e conhecimento, que pomos ao serviço dos nossos parceiros, sobretudo quando são instituições mais jovens", prometeu Jorge Miranda Jacob, Provedor-adjunto da Justiça de Portugal.

O representante português falava à agência Lusa, na cidade da Praia, no âmbito de uma conferência de apresentação do DEMOS, um projeto europeu que visa desenvolver um plano de cooperação para melhorar o desempenho dos provedores junto dos cidadãos.

Resultante de uma parceria entre Portugal e as regiões autónomas dos Açores e da Madeira e financiado pela União Europeia, o projeto foi estendido a toda a região da Macaronésia, abrangendo Cabo Verde, Senegal e Mauritânia.

Segundo Jorge Jacob, o objetivo do projeto é também ajudar a melhorar os procedimentos de comunicação entre os Provedores de Justiça e a Administração central e regional.

Para o Provedor-adjunto português, a troca de experiência e conhecimento vai permitir às instituições mais recentes evoluírem, mas também as mais antigas aprendem com as mais novas.

"É uma relação benéfica para ambos, para os mais antigos e para os mais recentes porque desta troca permanente de experiência resultam benefícios para ambas as partes", afirmou Jorge Jacob, que foi um dos oradores na conferência sobre "O papel do Provedor de Justiça no espaço da Macaronésia e países terceiros".

O responsável notou que as formas de melhorar a comunicação, auxiliar na boa governação e desenvolver mecanismos de atenção ao cidadão é aproveitar as novas tecnologias e redes sociais como "canais de comunicação preferenciais".

O Provedor de Justiça de Cabo Verde, António Espírito Santo Fonseca, enalteceu a cooperação através do projeto DEMOS, dizendo que vai ajudar países a suprir algumas fraquezas.

"Esta cooperação visa essencialmente a questão do conhecimento, das experiências e da colmatação parcial das fraquezas e dificuldades que cada um de nós possa ter", sustentou, notando que há problemas específicos em cada lado, mas que o grande objetivo é sempre defender os interesses dos cidadãos.

Fonte: Sapo Notícias

Notícias

Candidaturas para 3ª edição do Prémio Literário UCCLA decorrem até 31 de Janeiro

Praia: Ordem do Médicos realiza o seu terceiro Congresso Internacional e o oitavo Congresso Médico Nacional

Leão de Prata de Veneza para cabo-verdiana Marlene Freitas

UE financia projeto de turismo solidário e sustentado na ilha cabo-verdiana do Maio

Santo Antão: Em carteira investimentos de nove mil contos recuperação dos percursos turísticos no Porto Novo

Estudo aponta Cabo Verde como um dos três países de África livre de conflitos armados

Jornalistas cabo-verdianos abraçam causa da violência sexual contra crianças e adolescentes

Tarrafal: Governo vai investir nas potencialidades do concelho para “abrir as portas” ao seu desenvolvimento

Santo Antão: Operadores voltam a mostrar preocupação quanto à implementação da Rota das Aldeias Rurais

Sara Alhinho e Clément Burelle apresentam “Mosaico de Sentimentos” na Praia

Reguladora da aviação quer implementar stopover em Cabo Verde

FAO desembolsa $ 16,3 milhões para projetos de desenvolvimento em Cabo Verde

O desenvolvimento das Maurícias como exemplo para Cabo Verde

FAO assina com Governo Quadro de Programação do País 2018-2022 no valor de 16.3 milhões de dólares

Ilha do Maio: Investidores chineses interessados no mercado turístico na ilha

Delegação empresarial chinesa visita São Vicente com Zona Económica Especial na mira

Governo quer que todos sejam parte das soluções para o país

Governo assina acordo de colaboração com instituições religiosas de solidariedade social

Ministério das Finanças promove 1˚ Encontro com a Juventude sobre a Economia Digital

Governo vai assinar convenção de estabelecimento com TRG Praia para construção de hotel Hilton na capital

Pequenos empreendimentos turísticos vão receber apoio e assistência técnica para obterem o selo de qualidade – IGQPI

Cabo Verde lidera lista de lugares que CNN recomenda visitar em 2018

PIB de Cabo Verde aumenta 4,9% no terceiro trimestre de 2017

Ilha do Sal: Taxa ocupação hotéis aproxima-se dos 100%

Porto Novo: Produtores do queijo tradicional apostam na afirmação internacional do produto galardoado com “Slow Cheese Award”

Padre António Vieira esteve no arquipélago por ocasião do Natal de 1652, revelam as “Cartas de Cabo Verde

Ministério da Cultura e Câmara de Santa Cruz assinam protocolo para promoção do património nacional

Ilha do Fogo: Estudo sobre viabilidade técnica para iluminação do aeródromo de São Filipe será realizado em 2018 – PCA ASA

Cabo Verde foi o destino mais pesquisado no google no Reino Unido em 2017

Número dois do governo compromete-se a estar próximo das empresas

Governo remodelado: Fim do executivo pequeno com a entrada de mais oito elementos e manutenção dos atuais membros