Plano de emergência de Santa Catarina do Fogo ascende a 22 mil contos

O plano de emergência do município de Santa Catarina do Fogo para mitigar os efeitos do mau ano agrícola, e que já foi encaminhado para o Governo, ascende os 22 mil contos. O documento elaborado com apoio da delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) respeita os parâmetros definidos por este ministério e vai privilegiar três eixos fundamentais, o salvamento de gado, gestão da escassez de água e actividades que visam a criação de emprego público.

O tempo de vigência do plano é de 14 meses e o valor inicial pode ser aumentando em função das necessidades informa o edil, Alberto Nunes, indicando que para o salvamento de gado foram inscritos 6.300 contos, para gestão da escassez de água 9.000 contos e para actividades geradoras de emprego 7.000 contos.

A Câmara Municipal de Santa Catarina já fez saber ao Governo de que a implementação das medidas deve ocorrer “o quanto antes” porque a situação “requerer urgência” para que as famílias não sofram mais os impactos do mau ano agrícola.

Alberto Nunes disse que nas actividades que visam a criação de emprego a edilidade propôs, de entre outras, a requalificação de alguns bairros e vilas, nomeadamente a vila de Achada Furna, de modo a transformar a crise em oportunidades e criando condições para atracção turística que poderá gerar outras receitas, mas também reparação de caminhos vicinais, criação de espaços verdes.

Quanto à requalificação da cidade de Cova Figueira, Alberto Nunes disse que não se prevê no âmbito do plano de emergência grandes actividades, porque, segundo explicou, “há um projecto maior e com financiamento para requalificar a cidade”.
O município de Santa Catarina, o mais pobre da ilha do Fogo e com um grande numero de famílias a depender da pecuária, foi a mais atingida pela seca e neste momento a falta de pastos e escassez de água já se fez sentir com os criadores a desfazerem dos seus animais ao desbarato na tentativa de salvar uma parte.

Fonte: A Semana

Notícias

Turismo: Reino Unido lidera entradas e dormidas em Cabo Verde no 3º trimestre

Santiago: Escola de Música de São Domingos é inaugurada hoje

Mindelact’ 2017 – Organização diz que foi o melhor de sempre

“Na bancada todos têm opinião”, a resposta de Olavo Correia a José Maria Neves

Portugal acolhe Fórum de Desenvolvimento de Cabo Verde com enfoque no investimento externo

Bruma seca: voo da TAP desviado de São Vicente para a Praia

São Vicente: 21ª FIC com 100 expositores 53% dos quais de operadores de Cabo Verde

Cabo Verde e China renovam acordo no domínio da defesa

Mindelo acolhe XXI Edição da Feira Internacional de Cabo Verde

Ulisses Correia preside abertura Fórum Nacional de Educação

Estado ainda não concretizou entrada no capital da Binter Cabo Verde

Chegou o primeiro avião da Icelandair, há mais três a caminho

Fundação Amílcar Cabral cria circuito turístico do grogue e seus derivados em Santo Antão

Carvão do Maio pode vir a ser comercializado a partir de quarta-feira com marca própria

TUI já voa directo de Amsterdão para a Praia

Jorge Figueiredo acreditado como embaixador de Cabo Verde em Angola

Plano de emergência de Santa Catarina do Fogo ascende a 22 mil contos

Jaime Mayaki, OMT: O turismo não pode continuar a ser pensado como antes

TACV retoma ligações diárias entre Praia e Lisboa a partir de 7 de Novembro

Morabeza Festa do Livro arranca com formações e lançamento de livro de Eugénio Tavares

Porto Novo: Criação da paróquia São João Paulo II vai no mesmo sentido daquilo que pretendemos a nível autárquico – edil

Arlindo Carvalho é o novo presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde

Presidente da Câmara de Deputados de Luxemburgo visita Cabo Verde