Plano de emergência de Santa Catarina do Fogo ascende a 22 mil contos

O plano de emergência do município de Santa Catarina do Fogo para mitigar os efeitos do mau ano agrícola, e que já foi encaminhado para o Governo, ascende os 22 mil contos. O documento elaborado com apoio da delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) respeita os parâmetros definidos por este ministério e vai privilegiar três eixos fundamentais, o salvamento de gado, gestão da escassez de água e actividades que visam a criação de emprego público.

O tempo de vigência do plano é de 14 meses e o valor inicial pode ser aumentando em função das necessidades informa o edil, Alberto Nunes, indicando que para o salvamento de gado foram inscritos 6.300 contos, para gestão da escassez de água 9.000 contos e para actividades geradoras de emprego 7.000 contos.

A Câmara Municipal de Santa Catarina já fez saber ao Governo de que a implementação das medidas deve ocorrer “o quanto antes” porque a situação “requerer urgência” para que as famílias não sofram mais os impactos do mau ano agrícola.

Alberto Nunes disse que nas actividades que visam a criação de emprego a edilidade propôs, de entre outras, a requalificação de alguns bairros e vilas, nomeadamente a vila de Achada Furna, de modo a transformar a crise em oportunidades e criando condições para atracção turística que poderá gerar outras receitas, mas também reparação de caminhos vicinais, criação de espaços verdes.

Quanto à requalificação da cidade de Cova Figueira, Alberto Nunes disse que não se prevê no âmbito do plano de emergência grandes actividades, porque, segundo explicou, “há um projecto maior e com financiamento para requalificar a cidade”.
O município de Santa Catarina, o mais pobre da ilha do Fogo e com um grande numero de famílias a depender da pecuária, foi a mais atingida pela seca e neste momento a falta de pastos e escassez de água já se fez sentir com os criadores a desfazerem dos seus animais ao desbarato na tentativa de salvar uma parte.

Fonte: A Semana

Notícias

Mindelo: Atelier de lançamento do projecto sobre a Promoção da Economia Azul reúne principais “stakeholders” da Economia Marítima

São Vicente: Trinta formandos recebem certificados na área de guia de turismo comunitário

Santa Catarina: Assembleia Municipal com Ribeira da Barca na agenda

Santo Antão: Criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias traz à ilha catedráticos de Portugal

Artistas da CPLP pedem "passaporte artístico"

Cabo Verde quer afirmar-se como plataforma tecnológica de referência em África

Novo presidente da AAVT quer transformar agências de viagens

Escavações arqueológicas na Igreja de São Tiago Maior concluídas

Empresários nacionais desafiam Portugal a deslocalizar empresas para Cabo Verde

AJEC propõe plataforma de informações sobre oportunidades de investimentos

Literatura: VIII Encontro de Escritores de Língua Portuguesa acontece de 19 a 21 de Abril na UNICV

Criada equipa que vai coordenar Zona Económica Especial

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

Empresa alemã introduz energia das ondas do mar em Cabo Verde

Santo Antão: Representante da OMS exorta Cabo Verde a preparar-se para enfrentar emergências sanitárias

Santo Antão: Fábrica de sabonetes abre portas no Porto Novo e já cogita exportar para os EUA

Praia: Conjunto Histórico e Arqueológico da Trindade vai ser património nacional – ministro

Ilha do Fogo: Técnicos de Monumentos e Sítios do IPC na região Fogo e Brava para inventariar património cultural imóvel

Emprofac prevê um crescimento de 7% em 2018

Regionalização: Olavo Correia reposiciona-se

Ampliar o mercado africano para os países africanos

PM espera consensos necessários entre os deputados para se avançar com a Regionalização

Directora regional da OMT recomenda diversificação dos modelos de oferta turística em Cabo Verde

Dia Mundial do Teatro: Mindelact distingue jornalista Fonseca Soares com Prémio de Mérito Teatral

Capacidade de alojamento em Cabo Verde aumentou em 18% em 2017 – INE

Uma janela de oportunidade com o tempo contado

Cabo Verde entrega candidatura da morna a património mundial na UNESCO a 26 de Março

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo