PR quer que “Saniculau na Praia” contribua para o processo do desenvolvimento da ilha de São Nicolau

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, defendeu hoje que o “Saniculau na Praia” deve contribuir para o desenvolvimento da ilha, tendo em conta que “infelizmente” é uma das ilhas que mais tem sofrido com as assimetrias regionais.

“São Nicolau na Praia” pretende ir muito além da celebração. Ele não tem apenas o propósito de celebrar, recordar, contemplar, mas também o de contribuir para o desenvolvimento da ilha de São Nicolau que, infelizmente, é uma das ilhas que mais tem sofrido com as grandes assimetrias regionais”, afirmou o chefe de Estado.

O mais alto magistrado da Nação defendeu esta posição, hoje, na Cidade da Praia, durante o acto de abertura do fórum “Mais Por São Nicolau”, no âmbito do evento denominado “Saniclau na Praia”, organizado por filhos de São Nicolau residentes da ilha de Santiago, que decorre até sábado, na capital do país.

Jorge Carlos Fonseca, que tomou a “ilha de Chiquinho” como uma das ilhas que mais tem sofrido com as “grandes assimetrias regionais”, lembrou que desde sempre defendeu que sejam adoptadas medidas de discriminação positiva que devem proporcionar as regiões menos desfavorecidas as condições necessárias para o aproveitamento das suas potencialidades.

No dizer do Presidente da República, assim como este movimento tem o propósito de contribuir para o desenvolvimento da ilha, deve ser “apoiado e acarinhado”, pois, sublinhou, tem a capacidade de reunir importantes competências de áreas diversas e com conhecimento da realidade da ilha, movidas unicamente pelo “amor à sua ilha”.

“São Nicolau é Cabo Verde e, como tal, a sua condição de periferia não se coaduna com a sua vocação e nem reflecte o contributo que a ilha tem dado para o bem de todos nós. Na verdade, bem antes do primeiro seminário que trouxe o Ensino Secundário ao país, São Nicolau evidenciava um potencial agrícola e haliêutico que lhe predestinava a um lugar cimeiro no panorama nacional”, destacou.

Apesar de ter lamentado o abandono da população, principalmente da camada jovem, enalteceu o facto de mesmo estarem longe têm reunido em espaços socioculturais par “viver e reviver” São Nicolau, tendo em conta que “viver sem São Nicolau é, de uma certa forma parar de respira”.

Jorge Carlos Fonseca aproveitou o fórum para falar sobre a regionalização e da descentralização, sublinhando que há balizas, regras, valores e princípios sacrossantos que devem ser salvaguardados qualquer que seja o caminho que “juntos viermos a escolher”.

De entre os princípios, destacou a “inalienável solidariedade” entre as ilhas, o potencial agrícola de Santiago, Santo Antão, do Fogo e de São Nicolau e do potencial turístico do Sal, da Boa Vista e do Maio.

Fez saber que as barragens construídas em Santiago e Santo Antão são soluções para Cabo Verde no quadro de uma estratégia de segurança alimentar para todos os cabo-verdianos e que o turismo é uma solução para Cabo Verde e não unicamente para os residentes nas ilhas de Sal e Boa Vista.

O chefe de Estado recebeu esta tarde a visita da delegação do Parlamento Pan Africano chefiada pelo seu presidente, Roger Nkodo Dang, que se encontra em Cabo Verde.

Fonte: InforPress

Notícias

Banana de Santa Cruz poderia abastecer mercado turístico de Sal e Boa Vista

UNESCO recomenda a Cabo Verde ratificação de convenções sobre património imaterial

Comércio entre a China e os países lusófonos sobe 30,2% até Agosto

ONU alerta para esforço comum para atingir o desenvolvimento sustentável em 2030

IV fórum Mundial de Desenvolvimento Local: Presidente alerta que o mundo tem recursos para travar perdas no desenvolvimento humano e social e reduzir privação

Subsecretária-geral da ONU enaltece “história de sucesso” de Cabo Verde em matéria de desenvolvimento

Fórum vai trazer o mundo para Cabo Verde – representante das Nações Unidas

Secretária-Adjunta do Secretário Geral das Nações Unidas inicia hoje uma visita de três dias

Senegal apoia candidatura de Cabo Verde à Comissão da CEDEAO

PR participa na conferência que assinala Dia da Cultura e das Comunidades Cabo-verdianas em Portugal

Santiago: Calheta de São Miguel acolhe VI Encontro Técnico da Rede Temática da Proteção Civil 2017

Antigo Seminário de S. Nicolau: Gualberto do Rosário sugere a criação da Universidade Católica de Cabo Verde

Director-geral do Turismo e Transportes demite-se do cargo

Porto Novo: Governo avança com 60 mil contos para construção da estrada de acesso à Chã de Branquinho

Governo anuncia plano de emergência para responder à seca

Praia acolhe workshop sobre o “Estudo da Situação da Justiça em Cabo Verde”

Santo Antão: Grogue do Tarrafal de Monte Trigo já está a ser engarrafado para exportação

BCV prevê aumento do PIB próximo dos 4% em 2018

Governo sensível às questões da Diáspora cabo-verdiana

Cabo Verde nomeia embaixadores urbanos para sensibilizar nas questões de habitação

Santo Antão: Época alta do turismo arranca com os operadores optimistas

Ilha do Sal foi palco da 1ª edição da Gala “Cabo Verde Tourism Awards”

Fogo: Cerca de 110 mil contos dispensados aos municípios para o Turismo até 2021

Dia Mundial do Turismo comemorado sob o lema “Turismo sustentável, uma ferramenta para o desenvolvimento”

JPAI promove conversa aberta sobre Educação como Arma para o Desenvolvimento

Cabo Verde na Feira Internacional do Turismo Top Resa em Paris

Governo de Piemonte oferece unidade de produção de ração aos produtores do Planalto Norte de Santo Antão

Queijo de Santo Antão premiado em Itália

Santa Catarina: Terminal rodoviário estará pronto em Outubro

Boa Vista: Câmara Municipal e SDTIBM promovem semana de empreendedorismo