O Estado não vai comprar os 19% do capital da Binter Cabo Verde e proximamente vai alienar os 30% – Governo

A informação foi avançada na segunda-feira pelo ministro das Finanças, Olavo Correia, durante a audição parlamentar na Comissão Especializada de Finanças e Orçamento sobre a gestão da TACV

O Governo não vai comprar os 19% do capital da Binter Cabo Verde que, juntamente com os 30% garantidos pelo contrato de concessão da linha doméstica, perfaziam os 49% da participação do Estado na empresa.

A informação foi avançada na segunda-feira pelo ministro das Finanças, Olavo Correia, durante a audição parlamentar na Comissão Especializada de Finanças e Orçamento sobre a gestão da TACV, tendo adiantado também que a intenção do Governo é de, numa fase posterior, alinear os 30% já adquiridos, a custo zero, e cujo processo de entrada vai ser concretizado em Junho do próximo ano.

Olavo Correia esclareceu que os 19% vão ser colocados à venda no mercado, em função do valor da empresa e afirmou que o Estado não tem interesse em estar no capital da empresa.

“Nós vamos entrar nessa fase inicial com os 30% e numa fase posterior vamos aliená-los. Só estamos a entrar no capital social numa fase transitória para garantir que o processo de transição se faça com eficiência. Os 19%, a empresa vai coloca-los no mercado em função do valor da empresa”, disse o governante.

O ministro das Finanças salientou, por outro lado, que a intenção do Governo não é de vender uma empresa pública para criar uma nova empresa pública, mas sim garantir o serviço.

“O que importa não é veículo, é o serviço dos transportes aéreos. Desde que os serviços estejam a ser prestados por uma empresa que seja idónea, capaz e segura, presta serviço de qualidade, o Estado não tem que fazer concorrência. O Estado só entra supletivamente” salientou.

Mesmo que não apareça um privado nacional para adquirir os 19% do capital da Binter e garantir que os 49% do capital da empresa que detém o monopólio das ligações inter-ilhas seja nacional, o Estado não vai comprar, porque na perspectiva do ministro “não há necessidade de o Estado ter uma presença activa na empresa”.

“Esse é um dinheiro que nós precisamos para investir na educação, na saúde e na segurança. Só faz sentido lá estarmos se houver uma necessidade objectiva. Com 30% do capital da empresa e com uma regulação forte e independente e que funcione, o Estado não tem necessidade de estar na gestão da empresa”, explicou.

Confrontado com a possibilidade da Binter deixar o país, se o negócio deixar de ser rentável, Olavo Correia garantiu que não há esse risco já que conforme adiantou há um acordo e a forma da saída está regulada.

“Temos de garantir um serviço público dos transportes aéreos inter-ilhas e a empresa tem de dar garantia da continuidade da prestação desse serviço. Através da regulação e dos acordos que nós assinamos com a empresa, temos a garantia absoluta em como isso será garantido” disse o ministro.

Sobre a TACV adiantou que há uma avaliação em curso, que deverá terminar dentro um mês, para se dar início ao processo da privatização.

Olavo Correia adiantou ainda que o Governo já tem disponível a verba para indeminizar os trabalhadores que têm de sair no processo de reestruturação. Neste momento já está aberta o período para que aqueles que queiram ir para a reforma antecipada possam se manifestar nesse sentido.

Fonte: A Nação

Notícias

CMP socializa projecto de requalificação do Centro Histórico do Plateau no valor de 187 mil contos

Ministro das Finanças diz que Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável é o “sonho” rumo ao crescimento em 7%

Ministro da Saúde garante que Cabo Verde está preparado para liderar o processo de eliminação do paludismo na região da CEDEAO

O Orçamento do Estado para 2018 foi aprovada na globalidade, com 34 votos favoráveis do MpD, 25 contra, sendo 22 do PAICV e três da UCID

Sexto aniversário do falecimento de Cesária Évora assinalado com 3ª edição do projecto “Sodad”

Primeira fase da TDT já está concluída. Transição acontece no primeiro semestre de 2018

Governo assina convenção de estabelecimento com FOISal para produzir tomates orgânicos e outros vegetais

Estado não quer participação na Binter Cabo Verde

Concertação Social: Aumento de pensão social e salário mínimo, chumbo para melhoria de rendimentos dos funcionários

Governo quer janela única de comércio externo que permita desembaraço alfandegário em 24 horas no máximo

Projecto Rota das Aldeias Rurais de Santo Antão vai sair do papel

Cidade Velha acolhe primeira conferência nacional sobre educação patrimonial

Governo destaca criação de plataformas como um dos grandes resultados do Programa de Plataformas para o Desenvolvimento Local

Ministro da Cultura assina protocolo de cooperação com Fundação Francisco Manuel Santos para doação de dois mil livros

O Estado não vai comprar os 19% do capital da Binter Cabo Verde e proximamente vai alienar os 30% – Governo

Grupo de apoio alerta para riscos de elavado endividamento público em Cabo Verde

Governo assina Convenções de Estabelecimento para projectos turísticos de São Vicente e Praia

PCA dos TACV anuncia funcionamento do “hub” aéreo para Janeiro de 2018

Associação de Turismo de Santiago vai dar “atenção especial” à lei de REMPE – presidente

Cimeira UE-UA: Cabo Verde quer mais atenção para os Estados insulares

Cabo Verde, São Tomé e Timor-Leste melhores lusófonos no combate à malária – OMS

Cimeira UE-UA: Cabo Verde quer mais atenção para os Estados insulares

Cabo Verde, São Tomé e Timor-Leste melhores lusófonos no combate à malária – OMS

São Vicente: Intervenções do MCC em Cabo Verde deixa país melhor preparado para atrair investimentos privados – vice-presidente

Ilha do Fogo: Plano detalhado de Chã das Caldeiras socializado esta quarta-feira

Santo Antão: Amipaul defende elaboração da carta de turismo para ilha

Orçamento do Estado’2018 aprovado na generalidade com votos favoráveis do MpD, contra do PAICV e abstenções da UCID

Governo minimiza impacto de mau ano agrícola na economia de Cabo Verde

Vice-presidente do MCC em Cabo Verde para encerramento do II Compacto MCA

Cabo Verde anuncia em Portugal nova Lei Cambial para atrair investimento português

Praia acolhe seminário “Portugal-Cabo Verde: Uma Parceria para o Ambiente”

Portugal e Cabo Verde preparam projeto conjunto de mobilidade inter-estados na CPLP

Turistas europeus “invadem” a ilha das montanhas em plena época alta do turismo em Santo Antão

Pesca: Estudo aponta fiscalização da Zona Económica Exclusiva como problema “candente” do sector em Cabo Verde

Cabo Verde conhece desafios e oportunidades para execução da Política Regional de Pesca e de Aquacultura

NEWCO: Governo cria empresa para gerir as dívidas da TACV

Ministro da Economia participa do 3º Fórum Mundial da ICAO em Abuja

Cabo Verde caiu para a quarta posição do Índice Ibrahim de Governação Africana

Cabo Verde confia numa futura parceria com a União Europeia

Santiago Norte: Organizadores fazem balanço positivo da primeira edição da feira Expo Santiago