Navio da Greenpeace faz campanha em Cabo Verde pela pesca sustentável

O navio “Esperanza” da organização ambientalista Greenpeace encontra-se atracado, desde sexta-feira, no porto da Praia, ilha de Santiago, em Cabo Verde, no âmbito de uma campanha para promover a pesca sustentável na costa ocidental africana.
A embarcação, que está no arquipélago pela primeira vez, já foi visitada, logo no primeiro dia, por cerca de 500 alunos de três escolas da capital cabo-verdiana, bem como algumas pessoas e entidades ligadas ao setor das pescas.
Na segunda-feira, decorrerão a bordo encontros com entidades governamentais, organizações ligadas à pesca e à gestão dos portos cabo-verdianos, pescadores e peixeiras, com o objetivo de sensibilizar e comprometer os "responsáveis, as populações para a responsabilidade que todos temos de salvar os oceanos para o futuro".
Em declarações à imprensa, o gestor da campanha "Oceanos" da Greenpeace Africa, Ibrahima Cisse,  alertou para a dimensão da sobrepesca e da pesca ilegal na zona da África Ocidental.
Neste sentido, ele defendeu uma abordagem regional que envolva seis países da região (Cabo Verde, Mauritânia, Guiné-Bissau, Guine-Conakry, Serra Leoa e Senegal), locais por onde o barco irá passar durante as 11 semanas previstas para a missão.
"Estamos aqui para reforçar uma abordagem regional e para ajudar os países a trabalharem em conjunto, porque alguns têm zonas económicas exclusivas enormes e não têm capacidade para as vigiar. Se pusermos estes países a trabalharem juntos, podemos melhorar a gestão das pescas, tendo em mente que a forma como se pesca, as mudanças climáticas e a poluição terão um impacto direto nas populações", disse.
Segundo ele, a pesca em excesso e a pesca ilegal nas águas oeste-africanas constitui uma ameaça à segurança alimentar, às reservas de peixe e à saúde dos oceanos, enquanto a colaboração entre Estados "deve ser reforçada imperativamente".
Ibrahima Cisse recordou que, nos últimos 15 anos, a Greenpeace tem vindo a documentar e a denunciar as atividades das frotas de navios estrangeiros na sub-região, nomeadamente chineses, russos e europeus.
Estas atividades, disse, “comprometem a segurança alimentar e os meios de sobrevivência das comunidades costeiras que dependem em larga medida da pesca artesanal, que tem também vindo a crescer à grande velocidade sem planeamento e regulação”.

Fonte: Panapress

Notícias

Banana de Santa Cruz poderia abastecer mercado turístico de Sal e Boa Vista

UNESCO recomenda a Cabo Verde ratificação de convenções sobre património imaterial

Comércio entre a China e os países lusófonos sobe 30,2% até Agosto

ONU alerta para esforço comum para atingir o desenvolvimento sustentável em 2030

IV fórum Mundial de Desenvolvimento Local: Presidente alerta que o mundo tem recursos para travar perdas no desenvolvimento humano e social e reduzir privação

Subsecretária-geral da ONU enaltece “história de sucesso” de Cabo Verde em matéria de desenvolvimento

Fórum vai trazer o mundo para Cabo Verde – representante das Nações Unidas

Secretária-Adjunta do Secretário Geral das Nações Unidas inicia hoje uma visita de três dias

Senegal apoia candidatura de Cabo Verde à Comissão da CEDEAO

PR participa na conferência que assinala Dia da Cultura e das Comunidades Cabo-verdianas em Portugal

Santiago: Calheta de São Miguel acolhe VI Encontro Técnico da Rede Temática da Proteção Civil 2017

Antigo Seminário de S. Nicolau: Gualberto do Rosário sugere a criação da Universidade Católica de Cabo Verde

Director-geral do Turismo e Transportes demite-se do cargo

Porto Novo: Governo avança com 60 mil contos para construção da estrada de acesso à Chã de Branquinho

Governo anuncia plano de emergência para responder à seca

Praia acolhe workshop sobre o “Estudo da Situação da Justiça em Cabo Verde”

Santo Antão: Grogue do Tarrafal de Monte Trigo já está a ser engarrafado para exportação

BCV prevê aumento do PIB próximo dos 4% em 2018

Governo sensível às questões da Diáspora cabo-verdiana

Cabo Verde nomeia embaixadores urbanos para sensibilizar nas questões de habitação

Santo Antão: Época alta do turismo arranca com os operadores optimistas

Ilha do Sal foi palco da 1ª edição da Gala “Cabo Verde Tourism Awards”

Fogo: Cerca de 110 mil contos dispensados aos municípios para o Turismo até 2021

Dia Mundial do Turismo comemorado sob o lema “Turismo sustentável, uma ferramenta para o desenvolvimento”

JPAI promove conversa aberta sobre Educação como Arma para o Desenvolvimento

Cabo Verde na Feira Internacional do Turismo Top Resa em Paris

Governo de Piemonte oferece unidade de produção de ração aos produtores do Planalto Norte de Santo Antão

Queijo de Santo Antão premiado em Itália

Santa Catarina: Terminal rodoviário estará pronto em Outubro

Boa Vista: Câmara Municipal e SDTIBM promovem semana de empreendedorismo