Morabeza Festa do Livro arranca com formações e lançamento de livro de Eugénio Tavares

Para este primeiro dia estão previstas duas sessões de formação sobre a “Internacionalização da literatura cabo-verdiana” e lançamento de todas as obras de Eugénio Tavares, numa reedição da Biblioteca Nacional.

A Morabeza Festa do Livro arrancou nesta segunda-feira, 30, na Cidade da Praia, com formações sobre a internacionalização da literatura cabo-verdiana e o lançamento da reedição da obra de Eugénio Tavares.

Para este primeiro dia estão previstas duas sessões de formação sobre a “Internacionalização da literatura cabo-verdiana”, lançamento de todas as obras de Eugénio Tavares, numa reedição da Biblioteca Nacional, e uma sessão especial “Escrever como quem planta Ocas”.

A abertura do Morabeza Festa do Livro está marcada para o dia 03 de Novembro, no largo do memorial de Amílcar Cabral, ocasião que serve para homenagear o pai da nacionalidade cabo-verdiana.

Logo de seguida, o foco vai ser no tema “Sodade: esta língua que nos separa”, com participação dos escritores Arménio Viera e Francisco José Viegas.

A Biblioteca Nacional, com um acervo de milhares de livros, vai oferecer a cada biblioteca municipal, através das câmaras, um kit de mil livros, para que assuma o seu papel como dinamizadora as bibliotecas municipais, informou o ministro.

As mesas de debates com os escritores nacionais e internacionais iniciam-se no dia 4, com diversos temas: “A construção de narrativas ilustradas”, “Stória, Stória”, “Dança ma ni crioula”, “É doce morrer no mar”, “Em busca di um futuro”, entre outros.

Mais do que encontro de escritores, esta festa literária procura ser um palco internacional para a produção literária cabo-verdiana e para o desenvolvimento do meio editorial local.

Neste sentido, este evento que decorre até o dia 05 de Novembro, incluirá sessões nas escolas e nas universidades, bem como acções de formação vocacionadas para profissionais e futuros profissionais do sector editorial e livreiro.

A primeira edição de “Morabeza Festa do Livro” conta com a presença de vários escritores cabo-verdianos e da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), nomeadamente Arménio Vieira, Germano Almeida, Osvaldo Osório, Vera Duarte, Dina Salústio, Joaquim Arena, Mia Couto, José Eduardo Agualusa, Afonso Cruz e Valter Hugo Mãe.

“Morabeza-Festa do Livro” recebe também escritores oriundos da África, Ásia e Europa, e assume-se como um ponto de ligação entre os vários continentes onde a expressão portuguesa está presente e viva, através de parcerias com o Festival Rota das Letras (Macau), o Festival da Palavra (Porto Rico e Nova Iorque) e o LeV-Literatura em Viagem (Matosinhos).

Fonte: A Nação

Notícias

Mindelo: Atelier de lançamento do projecto sobre a Promoção da Economia Azul reúne principais “stakeholders” da Economia Marítima

São Vicente: Trinta formandos recebem certificados na área de guia de turismo comunitário

Santa Catarina: Assembleia Municipal com Ribeira da Barca na agenda

Santo Antão: Criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias traz à ilha catedráticos de Portugal

Artistas da CPLP pedem "passaporte artístico"

Cabo Verde quer afirmar-se como plataforma tecnológica de referência em África

Novo presidente da AAVT quer transformar agências de viagens

Escavações arqueológicas na Igreja de São Tiago Maior concluídas

Empresários nacionais desafiam Portugal a deslocalizar empresas para Cabo Verde

AJEC propõe plataforma de informações sobre oportunidades de investimentos

Literatura: VIII Encontro de Escritores de Língua Portuguesa acontece de 19 a 21 de Abril na UNICV

Criada equipa que vai coordenar Zona Económica Especial

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

Empresa alemã introduz energia das ondas do mar em Cabo Verde

Santo Antão: Representante da OMS exorta Cabo Verde a preparar-se para enfrentar emergências sanitárias

Santo Antão: Fábrica de sabonetes abre portas no Porto Novo e já cogita exportar para os EUA

Praia: Conjunto Histórico e Arqueológico da Trindade vai ser património nacional – ministro

Ilha do Fogo: Técnicos de Monumentos e Sítios do IPC na região Fogo e Brava para inventariar património cultural imóvel

Emprofac prevê um crescimento de 7% em 2018

Regionalização: Olavo Correia reposiciona-se

Ampliar o mercado africano para os países africanos

PM espera consensos necessários entre os deputados para se avançar com a Regionalização

Directora regional da OMT recomenda diversificação dos modelos de oferta turística em Cabo Verde

Dia Mundial do Teatro: Mindelact distingue jornalista Fonseca Soares com Prémio de Mérito Teatral

Capacidade de alojamento em Cabo Verde aumentou em 18% em 2017 – INE

Uma janela de oportunidade com o tempo contado

Cabo Verde entrega candidatura da morna a património mundial na UNESCO a 26 de Março

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo