Ministro das Finanças participa na Assembleia da Primavera do Fundo Monetário Internacional

O ministro das Finanças, Olavo Correia, participa, de 19 a 23, na Assembleia da Primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, a ter lugar em Washington DC, nos Estado Unidos da América.Como conseguir o financiamento para o desenvolvimento constitui um dos temas de destaque que vai estar em debate entre ministros das Finanças e governantes de bancos de cerca de 200 países presentes.

Esperado com alguma expetativa por homens de negócios, o encontro em causa vai juntar ministros das Finanças e governadores dos bancos centrais de 188 países membros do FMI, executivos de instituições financeiras internacionais, do setor privado, representantes de organizações da sociedade civil e académicos. Tudo com o fito de debaterem questões de importância económica global, bem como de temas específicos que fazem parte da agenda económica mundial.

À semelhança dos anos anteriores, na agenda deste importante evento constam a realização de seminários, reuniões regionais, conferências de imprensa, entre outros eventos voltados para a economia global, desenvolvimento internacional e sistema financeiro do mundo. Dentre estes eventos, destacam-se o painel intitulado “Financiamento para o Desenvolvimento: como promover a mobilização de recursos interno nos PEMR”, que contará com a presença do titular da pasta das Finanças de Cabo Verde.

Para o Palácio da Várzea, esse encontro em Washington constitui mais uma oportunidade do Governo continuar a reforçar os contactos bilaterais com os principais parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde e estabelecer novas parcerias estratégicas. Para tal, à margem da agenda das reuniões, Olavo Coreia vai estabelecer e aprofundar contactos com o Banco Mundial, FMI, BAD, BADEA, Fundo Kuwait, Fundo Saudita, OFID, JICA, entre outras entidades parceiras da cidade da Praia.

Acompanham o Ministro das Finanças nesta deslocação aos EUA a Diretora Nacional de Plano, Carla Cruz, o Diretor de Serviço de Mobilização de Recursos, Rui Maia, e Representante da Unidade de Acompanhamento do Setor Empresarial do Estado (UASE), Margarida Mascarenhas.

Fonte: A Semana

Notícias

Santo Antão: Vinda de turistas islandeses à ilha confirma que turismo local está a conquistar novos mercados na Europa

Cabo Verde precisa de um quadro regulatório mais forte de integração entre a biodiversidade e o turismo

Sal: Praia de Santa Maria poderá hastear Bandeira Azul dentro de três anos – Biosfera1

Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG

Primeiros inspetores chefes da PJ de Cabo Verde com formação da congénere portuguesa