Maio: A ilha vai receber o primeiro estudo arqueológico em Março – IPC

O presidente do Instituto do Património Cultural garantiu hoje, no final de dois dias de visita à ilha do Maio, que estão a ultimar os preparativos para que, no próximo mês de Março, seja realizada uma prospecção arqueológica na ilha.

Em declarações, Jair Fernandes , que estava à frente de uma comitiva composta por arqueólogo e um arquitecto, adiantou que durante a visita à zona de Santana, fizeram o levantamento de todas as potencialidades do sítio.

De acordo com o responsável, os dados iniciais recolhidos naquele espaço apontam que se está na presença de um dos “principais” assentamentos da ilha nas trocas que se faziam entre a ilha de Santiago e ilha do Maio nos finais do Séc. XVI e início do Séc. XVII.

“Dos materiais recolhidos, prevê-se um campo arqueológico muito importante e o que se vai fazer, já ainda no início da próxima semana, é a montagem de um projecto para ser submetido à Direcção Nacional do Ambiente, por se tratar de uma área protegida e ao mesmo tempo envolver outros parceiros como a Câmara Municipal do Maio, Fundação Maio Biodiversidade, Igreja local e a própria comunidade de Morrinho”, frisou.

Conforme adiantou aquele responsável, com esta intervenção vai se valorizar ainda mais o parque natural norte da ilha do Maio, tendo em vista que aquele espaço se situa dentro da referida área protegida e que pode vir a ser mais uma área de atracção turística.

“O que se prevê, já numa fase posterior, é a criação de um centro interpretativo do complexo arqueológico de Santana, que poderá ficar ou na localidade de Morrinho ou no ecomuseu sediado na Salina de Porto Inglês. Estamos ainda em fase de estudos, mas prevemos a prospecção para o mês de Março “, sublinhou.

Para tal, avançou que até o arranque dos trabalhos, vão começar a montar o projecto, procurar os recursos, assim como algumas equipas que pretendem que colaborem neste projecto, tanto nacionais como internacionais, e que tem vindo a trabalhar com o IPC nesta área.

Quanto à reabilitação da Igreja Matriz da ilha, Jair Fernandes disse que foram abordados vários cenários, pelo que estão a aguardar uma versão final, por forma a analisarem todos os cenários possíveis que a Paroquia local está a solicitar, visto que existem três projectos neste sentido que carecem de uma consolidação final.

No entanto, o presidente do IPC garantiu que existe já um progresso muito “interessante” neste particular.

“Deparamos que o edifício está em um avançado estado de degradação, pelo que é aceitável algumas das propostas apresentadas pela Paróquia, nomeadamente a ampliação do interno, mas estamos aguardando, porque isso deve ser precedido de um estudo de engenharia para não se colocar em causa o edifício”, frisou.

Relativamente à Tabanka, o responsável avançou que no próximo mês de Março vai ser realizado todo o inventário, os grupos serão apetrechados, ficando para a segunda fase a criação de uma casa desta manifestação cultural na ilha.

Fonte: InforPress

Notícias

UNESCO reitera compromisso com a diversidade linguística como sendo essencial para o desenvolvimento sustentável

Governo quer uma formação profissional de excelência para os jovens cabo-verdianos (rectificada)

Governo reafirma aposta na indústria. Empresários querem "efectividade"

Alterações ao projecto “Djéu” de David Chow: Casino já não vai ficar situado sobre o mar

Aterros colocados no mar vão ser removidos para darem lugar a uma ponte – coordenador

Cabo Verde precisa de cerca de 400 milhões de contos para implementação do PEDS 2017-2021

São Lourenço dos Órgãos: Comunidade de Pico de Antónia quer “manter vivo” o tradicional almoço de Cinzas

Carnaval 2018 em São Vicente: Vindos do Oriente sagra-se bi-campeão, Monte Sossego arrasa nos prémios individuais

Afreximbank vai financiar Golden Tulip Mindelo

Estudo inédito quer caracterizar zonas de berçário de tubarões em Cabo Verde

Língua Cabo-verdiana vai ser classificada património nacional

The Resort Group garante construção do Hilton Praia

Ministro do Turismo e Transportes e da Economia Marítima animado com a dinâmica do Sal

PM lança medidas que estimulam a boa governança corporativa

Alejandro Casamor: “Temos de estar onde os nossos clientes querem ir”

Hotel Hilton abre nova oferta turística no Sal

Acesso ao financiamento do Programa Rota das Aldeias Rurais disponível a partir de segunda-feira

Governo vai investir 11 milhões de contos na requalificação dos centros urbanos nos próximos três anos

Cabo Verde lidera novamente lusófonos no Índice de Democracia – Economist

Santo Antão: Porto Novo vai ter quatro miradouros turísticos este ano

Ministro do Comércio e Indústria reitera engajamento do Governo no cumprimento dos acordos assinados com a CCS

Governo quer implementação de acções de formação profissional ligadas ao mundo empresarial

Câmara do Turismo de Cabo Verde saúda aprovação da lei que cria o “green card”

Stand de Cabo Verde na FITUR 2018 com muita procura do mercado espanhol e empresários de diversas nacionalidades

Directora de Investigação da União Europeia visita Cabo Verde para apresentar oportunidades do Programa Horizonte 2020

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo

INIDA já tem laboratório para certificação de alimentos que deve estar a funcionar até setembro

Cabo Verde procura novas estratégias para inovar o sector agrícola, alimentar e florestal – INIDA

Governo quer MEM como centro da economia azul

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo

Maio: A ilha vai receber o primeiro estudo arqueológico em Março – IPC

Governo vai legislar sobre o regime especial de protecção das tartarugas marinhas em Cabo Verde