José Luiz Tavares conquista Prémio Vasco Graça Moura

O cabo-verdiano José Luiz Tavares foi o grande vencedor do Prémio INCM/Vasco Graça Moura 2018 (Poesia), pelo seu trabalho “Instruções para Uso Posterior ao Naufrágio”.

“Acabei de saber  que ganhei o prémio Vasco Graça Moura, da Imprensa Nacional- Casa da Moeda”

José Luís Tavares vai receber um prémio pecuniário de cinco mil euros e a obra vencedora será publicada na colecção “Plural” da Imprensa Nacional, em 2019.

Criado pela INCM, o galardão INCM/Vasco Graça Moura visa a promoção e “preservação do património da Língua e da Cultura portuguesas e, simultaneamente, homenageando a figura incontornável e exemplar de Vasco Graça Moura enquanto cidadão, intelectual e antigo administrador da empresa responsável pelo pelouro editorial”.

O galardão terá uma periodicidade anual e tem por objectivo, ainda, distinguir, rotativamente, trabalhos inéditos nas áreas de actuação onde Vasco Graça Moura se destacou, nomeadamente, na Poesia, no Ensaio (no domínio das Humanidades) e na Tradução (obras no domínio público).

O júri deste Prémio, cuja composição desde a primeira edição se tem mantido inalterada, é constituído por José Tolentino de Mendonça, que o preside, Jorge Reis-Sá e Pedro Mexia.

José Luís Tavares nasceu a 10 de Junho de 1967, no Tarrafal, ilha de Santiago, Cabo Verde. Estudou literatura e filosofia em Portugal, onde vive há quase três décadas.

Já publicou os livros «Paraíso Apagado por um Trovão» (2003), «Agreste Matéria Mundo» (2004), «Lisbon Blues seguido de Desarmonia» (2008), «Cabotagem&Ressaca» (2008), «Cidade do Mais antigo Nome» (2009), «Coração de lava» (2014), «Contrabando de Cinzas» (2016), «Polaróides de Distintos Naufrágios» (2017) e «Rua Antes do Céu» (2017).

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis