José Gonçalves quer ilha do Maio com turismo "diferente e planeado"

O ministro do Turismo, José Gonçalves, defendeu hoje que a ilha do Maio necessita de um segmento diferente para a área do turismo.

Segundo José Gonçalves, o Governo, a Câmara Municipal do Maio e outros parceiros estratégicos fundamentais “estão determinados” em criar bases e pressupostos objectivos, “seguros e sustentáveis”, para que se possa “construir e consolidar” um turismo de “alto poder aquisitivo”, que procure mostrar as singularidades turísticas da ilha, para além do “sol, praia e mar”.

O também titular das pastas dos Transportes e da Economia Marítima frisa que para a ilha do Maio pretende-se criar um segmento “diferente e planeado”, a fim de não se cometerem os mesmos erros que ocorreram nas ilhas de Sal e Boa Vista.

Para tal, é necessário elaborar um master plan e tomar algumas decisões, nomeadamente a já prometida reabilitação do actual porto. Neste particular, o ministro informa que o Governo aguarda pela decisão final do Banco Africano de Desenvolvimento sobre o financiamento solicitado para um projecto que define como “muito aguardado” pelos maienses.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal do Maio, Miguel Rosa, considera necessário preparar e formar a população, porque “é preciso que os maienses estejam conscientes dos investimentos” que possam vir para a ilha, mas, acima de tudo, que tenham consciência de que é preciso preservar a questão ambiental e cultural.

“A nossa ambição é que daqui a três anos possamos a ter um desenvolvimento de referência e possamos ser uma referência no conjunto das ilhas", remata.

José Gonçalves e Miguel Rosa falavam esta terça-feira, no Maio, durante um encontro de alto nível sobre o desenvolvimento turístico da ilha.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

“MEETUP TREKKING” São Nicolau: Descobrir a cultura e as vivências locais, caminhando

Hilton Cabo Verde Sal Resort conquista dois prémios no World Travel Awards 2018

9ª edição do Cabo Verde International Film Festival arranca hoje: Firmeza abre o festival

São Vicente: 60 expositores na VII edição da Expomar

Germano Almeida, Lázaro Ramos, Miguel Sousa Tavares e Carmen Posadas são convidados da Morabeza – Festa do Livro