Ilha do Fogo: Técnicos de Monumentos e Sítios do IPC na região Fogo e Brava para inventariar património cultural imóvel

Uma equipa técnica afecta à Direcção de Monumentos e Sítios (DMS) do Instituto do Património Cultural (IPC) encontra-se na região Fogo e Brava para conjuntamente com técnicos municipais proceder ao Inventário do Património Cultural Imóvel.

Este é um projecto de carácter nacional e segundo o coordenador da Direcção de Monumentos e Sítios (DMS), Jaylson Monteiro, a equipa que iniciou terça-feira o inventário pelo centro histórico de São Filipe, vai permanecer no Fogo até sexta-feira, devendo na próxima segunda-feira, 9, deslocar-se à ilha Brava com a mesma finalidade.

A equipa procede ao levantamento no terreno e vai proceder ao diagnostico dos imóveis de valor patrimonial e dos respectivos centros históricos, indicando que no caso de São Filipe, onde no quadro do plano de salvaguarda do centro histórico já existe algum trabalho realizado, que a equipa vai aproveitar e incluir no inventário dos edifícios com valor patrimonial.

“O objectivo é inventariar e fazer o levantamento dos patrimónios imóveis e já recolhemos uma boa quantidade de informações que vamos aperfeiçoar no terreno”, disse Jaylson Monteiro, indicando que em São Filipe o trabalho de inventário servira para complementar o trabalho do plano de salvaguarda de centro histórico, anotando que depois de São Filipe, a equipa vai estar nos Mosteiros e em Santa Catarina.

O plano de salvaguarda, segundo o mesmo, tem importância para o IPC, mais sobretudo para o município, porque permite ter uma forma de gestão mais sustentável no centro histórico, definir nível de intervenção, as necessidades, as melhorias e correcções para valorização dos patrimónios, definir o que pode ser reabilitado e conservado e ter uma linha de orientação a nível de gestão do património.

Numa primeira abordagem este disse que alguns patrimónios estão degradados e outros conservados, anotando que é um processo porque em Cabo Verde ainda não existe a cultura de ter património como referência, mas que neste momento está-se a começar a ter esta visão.

Para Jaylson Monteiro, esta falta de visão que terá contribuído ao que ao longo do tempo, para que as pessoas deixassem o património degradar, mas refere que a edilidade de São Filipe já tomou algumas iniciativas que visa valorizar património, embora alguns já perderam características e identidade.

Depois do levantamento dos dados no terreno, os técnicos vão debruçar nos trabalhos de gabinete para tratar os dados recolhidos e aperfeiçoa-los em termos de informações históricas, arquitectónicas e enquadramento urbanístico, salientando que a inventariação do património é um processo sempre em andamento e evolução.

A equipa do IPC e da Câmara de São Filipe tem agendado um encontro, na quinta-feira, com a sociedade civil para transmitir informações e para sensibilizar, mas também para ouvir as contribuições e informações da sociedade civil.

Fonte: InforPress

Notícias

Respostas rápidas: Quem deve pagar a Taxa de Segurança Aeroportuária?

São Vicente: Kiki Lima expõe “Real aparência” quando está prestes a completar 50 anos de pintura

Número de hóspedes aumentou 9,5% no segundo trimestre de 2018 face ao período homólogo – INE

Frescomar anuncia novos investimentos em São Vicente e no Sal de mais de seis milhões de euros

Direitos: Cabo Verde destaca em conferência no Canadá apoio do governo e instituições aos movimentos LGBTI

Santo Antão recebe três centros de interpretação turística para retratar património e identidade cultural da ilha

Raiz di Polon na 10ª edição do Festival de Teatro Lusófono

MCIC visita oficina de verão na Cesária Évora Academia de Artes

Filme cabo-verdiano “Firmeza” seleccionado para o Sacramento Underground Film & Arts Festival dos EUA

Filme “Os dois irmãos” selecionado para a competição oficial no 42º Festival de Cinema de Montreal/Canadá

Ilha do Fogo: Projecto “Rotas do Fogo” define estratégias e cria comités municipais para implementação do modelo agro-turismo

Nosi e Cabo Verde TradeInvest na China para dar avanço ao projecto de Computação em Nuvem da África Ocidental

Reconhecimento internacional do vinho do Fogo é exemplo para produtores de grogue de Santo Antão

“Se Cabo Verde não é capaz de organizar um discurso histórico, alguém será capaz”

Cabo Verde conquista duas medalhas de ouro no concurso Mundial de Vinhos Extremos em Itália

Editorial: Estado da Nação em “gestão corrente”

Quem comprar a TACV assume a gestão por, pelo menos, 5 anos

Primeiro-ministro anuncia proposta da Icelandair para comprar TACV

Exportações aumentam 14% no 2º trimestre deste ano

Empresários desesperam pela mobilidade económica

Angola, Brasil e Moçambique têm total de 720 mil "escravos modernos". Cabo Verde também faz parte da lista

Suspensão levantada. Cabo Verde Airlines já pode voltar aos aeroportos italianos

Cabo Verde apresenta programa da presidência da CPLP

“Os alunos que só sabem crioulo, o resultado é o isolamento”

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo