Ilha do Fogo: Primeira pedra do projecto “Ecoturismo em Salinas” lançada no dia 19 deste mês

 A primeira pedra do projecto “Ecoturismo na piscina natural de Salinas” é lançada no dia 19 de Março, numa cerimónia presidida pela embaixadora da União Europeia em Cabo Verde, Sofia Moreira de Sousa.
O lançamento da primeira pedra, que marca o início dos trabalhos da requalificação física do acesso ao local e na instalação de equipamentos de segurança e de lazer, que confiram a este local o selo de sítio de interesse turístico, acontece cerca de dois anos após a sessão pública da apresentação desse projecto, promovido pela Esdime e Câmara Municipal de São Filipe.
Compatibilizar a atracção turística com a tradicional actividade piscatória da comunidade da zona norte do concelho São Filipe é a aposta e o desafio deste projecto, que para além do investimento material na recuperação do acesso e da envolvente, inclui trabalho de sensibilização, mobilização e capacitação da comunidade.
O projecto beneficia de um financiamento da União Europeia no valor de 357.499 euros, mais de 39.300 contos), corresponde a 75% do investimento total que é de 476.666 Euros (52.400 contos cabo-verdianos), e tem como objectivo global a diversificação da oferta turística do Fogo.
O mesmo visa requalificar as infra-estruturas de apoio da piscina natural de Salinas para a dinamização turística e ambiental, procurando, em simultâneo, capacitar a comunidade para a dinamização económica e para a preservação ambiental deste património natural, sendo que este projecto se enquadra no âmbito de seus novos projectos financiados pela UE, denominado “preservação e melhoria do património social, cultural e ambiental como factor de diversificação e desenvolvimento do turismo sustentável e solidário em Cabo Verde”.
Salinas é uma baía que abriga um pequeno porto de pesca e uma piscina natural desenhada pela rocha vulcânica e uma das principais referências turísticas da ilha do Fogo.
Algumas actividades foram já realizadas como a socialização do projecto com a comunidade de São Jorge e com associação dos pescadores que utilizam esta baia, sendo que uma das primeiras actividades físicas a ser implementada, é a recuperação da estrada de acesso a Salina.
A criação de um “Fórum de Governança Local”, uma espécie de plataforma de participação e de colaboração, aberta à comunidade que vai acompanhar o desenvolvimento de todo o projecto é outra actividade do Ecoturismo na piscina natural de Salinas”.
O acto de lançamento da primeira pedra acontece na próxima segunda-feira, 19,presidido pelo edil de São Filipe, Jorge Nogueira, na presença da embaixadora da União Europeia no arquipélago.

Fonte: InforPress

Notícias

Maio: Queijaria de Ribeira Don João almeja conquistar novos mercados este ano com o aumento da produção

Santo Antão: Grupo de investidores britânicos interessado na transformação do Centro pós-colheita em Centro agroindustrial

Só é património aquilo que temos hoje. Património é Presente

Câmara de Turismo de Cabo Verde vai ser transformada em Federação das Associações de Turismo

“MEETUP TREKKING” São Nicolau: Descobrir a cultura e as vivências locais, caminhando