Governo reitera determinação em colocar Cabo Verde no top 50 do ranking Doing Business

Janine Lélis manifestou esta vontade durante abertura da conferência e formação sobre o Código de Recuperação e de Insolvência

A ministra da Justiça e do Trabalho reiterou esta quinta-feira, na ilha do Sal, a determinação do Governo em colocar Cabo Verde no top 50 do ranking Doing Business, do Banco Mundial.

Janine Lélis manifestou esta vontade durante abertura da conferência e formação sobre o Código de Recuperação e de Insolvência, a que presidiu na tarde de hoje, reunindo, durante três dias, operadores económicos, magistrados, que trabalham na área cível, e advogados com maior actuação na área comercial.

“Mais do que um compromisso é uma meta a alcançar, porque trata-se, acima de tudo, de uma ambição para o desenvolvimento, a que transversalmente todos os sectores são chamados a edificar”, reforçou a governante, realçando que “a razão de ser desta opção e deste compromisso” está ligada à “importância e relevância” que um “bom ambiente de negócios” tem e representa para o crescimento económico do país.

“O que se tem em vista pela via destes dois institutos, recuperação e insolvência, é a protecção da actividade económica como objecto de direito, cuja existência e desenvolvimento interessam não somente ao empresário, ou aos sócios da sociedade, mas a um conjunto bem maior de sujeitos, e essencialmente ao Estado”, frisou a titular da pasta da Justiça e do Trabalho.

Janine Lélis conclui que “compreender, debater e divulgar os meandros” do Código de Recuperação e Insolvência será uma missão que conhecerá o seu início neste fórum, mas que depois terá os seus reflexos na aplicação e no aproveitamento da lei, com “resultados que serão tangíveis” para os operadores e para o país.

Para o advogado João Medina, participante no evento, trata-se de um tema “extremamente actual e interessante”, cuja conferência permite “intercâmbio e troca de impressões” com colegas e magistrados de outras jurisdições e países.

Tratando-se de uma lei recente, ainda pouco conhecida, em vigor desde 2016, segundo José António Moreno, membro da direcção da Câmara de Comércio do Barlavento, espera-se sair deste seminário com “maiores conhecimentos”, já que se trata de uma “ferramenta importantíssima” para o desenvolvimento do tecido empresarial nacional.

A conferência e formação sobre o Código de Recuperação e de Insolvência, na qual participam juízes, procuradores das diferentes ilhas e de outros países, conferencistas, representantes de entidades privadas, entre outras figuras, têm por objectivo promover a comunicação e divulgação do código sobre a recuperação e a insolvência, e a sua importância para a dinamização da economia e melhoria do ambiente de negócio.

Fonte: A Nação

Notícias

Ilha do Sal: Segunda edição do Festival Internacional de Literatura arranca esta quinta-feira com cerca de 40 escritores

MCIC apresenta I edição da “Viagem pela história” na Ribeira Grande de Santiago

Maio acolhe “Djarmai Campus-Summer School” em Agosto

Cabo Verde adere a convenções do conselho da Europa sobre proteção de dados e cibercriminalidade

Porto Novo: Operador estrangeiro confirma investimento de 70 mil contos no sector das pescas

O objectivo último é que Cabo Verde, um dia, deixe de precisar da cooperação para o desenvolvimento

Governo dos Açores confiante na cooperação entre ilhas da Macaronésia

Miguel Rosa: “É importante aprender com os erros” do Sal e Boa Vista

Grupo Rangel e Binter CV firmam acordo para o transporte de carga

Vice-Primeiro Ministro assina donativo de 10 milhões de euros com Fundo Orio para o Terminal de Cruzeiros do Mindelo

São Vicente: “Diplomacia gastronómica” como pedra de toque da VI edição do Kavala Fresk Feastival

Editores esperam que presidência da CPLP dinamize literatura e cultura lusófona

Cinquenta jovens iniciam formação em restauração e gestão de ordenamento hoteleiro na EHTCV

Pedro Lopes participa no primeiro programa da Fundação Obama em África Detalhes

Ministério da Cultura realiza 1º Fórum Nacional de Editores e Livreiros de Cabo Verde

“De uma forma geral, em termos de criação de emprego, o impacto do turismo é positivo” – José Gonçalvez

Cabo Verde quer reactivar ligações aéreas com São Tomé e Príncipe

Governo quer fazer deste arquipélago uma Nação “útil” ao mundo no Atlântico Médio

Há oportunidades, mas algum cuidado não faz mal a ninguém

Ministro José Gonçalves representa Cabo Verde na 61ª reunião da Comissão Regional da OMT para a África

Santo Antão: Estância turística de Passagem reaberta na próxima semana com inauguração das obras de reabilitação

Santo Antão: Operadores turísticos desejam criação de uma representação do Ministério do Turismo na ilha

Fogo: Projecto “Rotas do Fogo” defende criação de órgãos permanentes de tutela e controlo da praia de Fonte Bila

Especialistas do Banco de Portugal não vêem vantagens na euroização da economia cabo-verdiana

Festival de Literatura-Mundo do Sal vai ter extensão em Lisboa este ano e perspectiva Brasil em 2019

Turistas gastam em média 4.518 escudos, por dia, em Cabo Verde

Ilha do Maio: Ministro José Gonçalves faz balanço positivo do encontro de alto nível sobre o turismo

Cabo Verde aproveita cimeira da Macaronésia para se afirmar como ponte entre Europa e África

José Gonçalves quer ilha do Maio com turismo "diferente e planeado"

Santo Antão recebe seminário internacional para debater o turismo ecológico

Agrupamentos competitivos de queijo do Fogo e Boa Vista de olhos no mercado turístico hoteleiro

Sector privado passa a gerir incubadoras de inovação

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo