FAO engajada na concretização da "economia azul" em Cabo Verde

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) em Cabo Verde comprometeu-se a continuar a apoiar os esforços do Governo cabo-verdiano para promover a "economia azul" no motor do crescimento económico do país,  apurou a PANA.

Este “apoio firme” da FAO foi garantida pelo seu representante em Cabo Verde, Nono Rémy, no ato de apresentação dum atelier de validação do plano de reconfiguração do setor marítimo cabo-verdiano, decorrido segunda e terça-feiras na cidade do Mindelo, na ilha de São Vicente.

Nono Rémy agradeceu ao Governo de Cabo Verde o fato de se ter associado à FAO na formulação do projeto de cooperação técnica de reforma do quadro institucional do Ministério da Economia e Emprego, visando preparar as instituições neste processo de ajuste e reforma para a transição para a economia azul.

“A FAO vai continuar a apoiar Cabo Verde firmemente nessa evolução colocando à sua disposição importantes recursos e especialistas seus nesta matéria”, precisou.

O representante da FAO mostrou-se ainda otimista quanto ao contributo deste projeto para uma “reforma institucional eficaz” a fim de que a transição aconteça e permita ao país continuar com um crescimento sustentável, capaz de “consolidar o desenvolvimento e o bem-estar” da sua comunidade.

Na sua intervenção no atelier, o ministro cabo-verdiano da Economia e do Emprego, José Gonçalves, defendeu a dinâmica que a Economia Azul, hoje implementado por todo o mundo, vai ao encontro do objetivo do Governo para a organização do setor que se quer com “maior eficiência e eficácia” e com “menos burocracia e custos de operação”.

O ministro apontou, assim, a feitura da lei orgânica do seu ministério e os projetos de implementação da Zona Económica Especial Marítima da China em Cabo Verde, a Escola do Mar e a reestruturação do setor dos transportes marítimos, como sinais de eficácia e eficiência que o Governo deseja introduzir no domínio da economia marítima.

A FAO lançou em 2013 a iniciativa Crescimento Azul que está, atualmente, sendo implementada em Cabo Verde. Trata-se de uma abordagem que fomenta a utilização eficaz dos recursos marinhos, minimizando a degradação do ambiente e a perda da biodiversidade e maximizando as vantagens económicas e sociais, como base para melhorar as condições de vida da comunidade.

O crescimento azul estimula ainda o desenvolvimento equilibrado das cadeias de valor, das atividades económicas ligadas ao mar, favorecendo a geração de rendimentos, a luta contra a pobreza, a segurança alimentar e nutricional e a prosperidade inclusiva.

Neste sentido, a economia azul abrange diversos setores com potenciais sinergias entre eles, mas requer um quadro jurídico regulamentar e institucional integrado para a sua implementação.

Fonte: Panapress

Notícias

Banana de Santa Cruz poderia abastecer mercado turístico de Sal e Boa Vista

UNESCO recomenda a Cabo Verde ratificação de convenções sobre património imaterial

Comércio entre a China e os países lusófonos sobe 30,2% até Agosto

ONU alerta para esforço comum para atingir o desenvolvimento sustentável em 2030

IV fórum Mundial de Desenvolvimento Local: Presidente alerta que o mundo tem recursos para travar perdas no desenvolvimento humano e social e reduzir privação

Subsecretária-geral da ONU enaltece “história de sucesso” de Cabo Verde em matéria de desenvolvimento

Fórum vai trazer o mundo para Cabo Verde – representante das Nações Unidas

Secretária-Adjunta do Secretário Geral das Nações Unidas inicia hoje uma visita de três dias

Senegal apoia candidatura de Cabo Verde à Comissão da CEDEAO

PR participa na conferência que assinala Dia da Cultura e das Comunidades Cabo-verdianas em Portugal

Santiago: Calheta de São Miguel acolhe VI Encontro Técnico da Rede Temática da Proteção Civil 2017

Antigo Seminário de S. Nicolau: Gualberto do Rosário sugere a criação da Universidade Católica de Cabo Verde

Director-geral do Turismo e Transportes demite-se do cargo

Porto Novo: Governo avança com 60 mil contos para construção da estrada de acesso à Chã de Branquinho

Governo anuncia plano de emergência para responder à seca

Praia acolhe workshop sobre o “Estudo da Situação da Justiça em Cabo Verde”

Santo Antão: Grogue do Tarrafal de Monte Trigo já está a ser engarrafado para exportação

BCV prevê aumento do PIB próximo dos 4% em 2018

Governo sensível às questões da Diáspora cabo-verdiana

Cabo Verde nomeia embaixadores urbanos para sensibilizar nas questões de habitação

Santo Antão: Época alta do turismo arranca com os operadores optimistas

Ilha do Sal foi palco da 1ª edição da Gala “Cabo Verde Tourism Awards”

Fogo: Cerca de 110 mil contos dispensados aos municípios para o Turismo até 2021

Dia Mundial do Turismo comemorado sob o lema “Turismo sustentável, uma ferramenta para o desenvolvimento”

JPAI promove conversa aberta sobre Educação como Arma para o Desenvolvimento

Cabo Verde na Feira Internacional do Turismo Top Resa em Paris

Governo de Piemonte oferece unidade de produção de ração aos produtores do Planalto Norte de Santo Antão

Queijo de Santo Antão premiado em Itália

Santa Catarina: Terminal rodoviário estará pronto em Outubro

Boa Vista: Câmara Municipal e SDTIBM promovem semana de empreendedorismo

Preços das importações descem e das exportações sobem