FAO assina com Governo Quadro de Programação do País 2018-2022 no valor de 16.3 milhões de dólares

A FAO assinou hoje na Cidade da Praia com o Ministério da Agricultura e Ambiente o documento Quadro de Programação do País – Cabo Verde para o período de 2018-2022 no montante de 16,3 milhões de dólares.

O documento, rubricado entre o representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) em Cabo Verde, Rémi Nono Womdim, e o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, estabelece três áreas prioritárias que define o quadro de colaboração entre a FAO e Cabo Verde durante este período.

Neste momento, já está disponível uma “parte significativa” do volume financeiro de 16.3 milhões de dólares (1,4 milhões de contos) necessários para a implementação do documento Quadro de Programação do País, na sua totalidade, segundo Gilberto Silva, sendo que faltam mobilizar 57% deste montante.

“Faz parte do quadro, indicadores muito concretos do controlo de qualidade da sua execução e, para isso, temos que ter o sentido de coesão e integração”, realçou o ministro, indicando que o quadro sumariza tudo aquilo que o país pretende realizar nos próximos anos, como por exemplo, a melhoria do uso da água enquanto recurso natural e a contingentação dos animais.

A melhoria da governança da segurança alimentar e nutricional, beneficiando grupos mais vulneráveis com políticas de protecção e inclusão social, e o aumento da renda da população, através da transformação e do crescimento em sectores económicos chave, incluindo a economia verde e a economia azul, são duas das áreas prioritárias.

A outra área definida como prioritária no âmbito do Quadro de Programação do País, tem a ver com o desenvolvimento e implementação de abordagens integradas e inovadoras para o gerenciamento sustentável e participativo de recursos naturais, mitigação e adaptação às mudanças climáticas e ao risco de desastres naturais.

“Este Quadro de Programação do País foi elaborado num contexto marcado pela ascensão ao poder, através de um processo democrático de um novo Governo em 2016 e de um novo ciclo de programação”, considerou o representante da FAO em Cabo Verde, frisando que é possível elaborar documentos de forma participativa.

Segundo Rémi Nono Womdim, a preparação do referido quadro foi realizada através de um processo de consultas participativas com todas as partes interessadas, nomeadamente os ministérios e instituições nacionais ligados ao sector, diferentes agências das Nações Unidas, instituições financeiras, organizações da sociedade civil e sector privado.

Entretanto, para o “total sucesso” na sua implementação, o responsável sublinhou que a apropriação do Quadro de Programação do País 2018-2022 com todos os parceiros envolvidos e com a sua permanente actualização, representa uma “necessidade imperiosa”.

Fonte: InforPress

Notícias

Candidaturas para 3ª edição do Prémio Literário UCCLA decorrem até 31 de Janeiro

Praia: Ordem do Médicos realiza o seu terceiro Congresso Internacional e o oitavo Congresso Médico Nacional

Leão de Prata de Veneza para cabo-verdiana Marlene Freitas

UE financia projeto de turismo solidário e sustentado na ilha cabo-verdiana do Maio

Santo Antão: Em carteira investimentos de nove mil contos recuperação dos percursos turísticos no Porto Novo

Estudo aponta Cabo Verde como um dos três países de África livre de conflitos armados

Jornalistas cabo-verdianos abraçam causa da violência sexual contra crianças e adolescentes

Tarrafal: Governo vai investir nas potencialidades do concelho para “abrir as portas” ao seu desenvolvimento

Santo Antão: Operadores voltam a mostrar preocupação quanto à implementação da Rota das Aldeias Rurais

Sara Alhinho e Clément Burelle apresentam “Mosaico de Sentimentos” na Praia

Reguladora da aviação quer implementar stopover em Cabo Verde

FAO desembolsa $ 16,3 milhões para projetos de desenvolvimento em Cabo Verde

O desenvolvimento das Maurícias como exemplo para Cabo Verde

FAO assina com Governo Quadro de Programação do País 2018-2022 no valor de 16.3 milhões de dólares

Ilha do Maio: Investidores chineses interessados no mercado turístico na ilha

Delegação empresarial chinesa visita São Vicente com Zona Económica Especial na mira

Governo quer que todos sejam parte das soluções para o país

Governo assina acordo de colaboração com instituições religiosas de solidariedade social

Ministério das Finanças promove 1˚ Encontro com a Juventude sobre a Economia Digital

Governo vai assinar convenção de estabelecimento com TRG Praia para construção de hotel Hilton na capital

Pequenos empreendimentos turísticos vão receber apoio e assistência técnica para obterem o selo de qualidade – IGQPI

Cabo Verde lidera lista de lugares que CNN recomenda visitar em 2018

PIB de Cabo Verde aumenta 4,9% no terceiro trimestre de 2017

Ilha do Sal: Taxa ocupação hotéis aproxima-se dos 100%

Porto Novo: Produtores do queijo tradicional apostam na afirmação internacional do produto galardoado com “Slow Cheese Award”

Padre António Vieira esteve no arquipélago por ocasião do Natal de 1652, revelam as “Cartas de Cabo Verde

Ministério da Cultura e Câmara de Santa Cruz assinam protocolo para promoção do património nacional

Ilha do Fogo: Estudo sobre viabilidade técnica para iluminação do aeródromo de São Filipe será realizado em 2018 – PCA ASA

Cabo Verde foi o destino mais pesquisado no google no Reino Unido em 2017

Número dois do governo compromete-se a estar próximo das empresas

Governo remodelado: Fim do executivo pequeno com a entrada de mais oito elementos e manutenção dos atuais membros