Ex-primeiro-ministro cabo-verdiano lança Fundação para Governança

Uma Fundação José Maria Neves para a Governança (FJMNG) foi lançada este sábado, 8 de abril, na cidade da Praia.

A fundação foi lançada pelo ex-primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves (2001-2016), com o objetivo de contribuir para a consolidação do Estado de Direito Democrático e para o desenvolvimento sustentável de Cabo Verde e de África, com incidência particular nos pequenos Estados insulares.

Através de uma nota de imprensa, José Maria Neves recordou que, desde a sua juventude, participou ativamente na vida política nacional, tendo sido dirigente associativo, líder partidário, deputado, presidente de câmara e primeiro-ministro, tendo acumulado experiências que quer continuar a colocar à disposição do seu país.

“Granjeei experiência assinalável nos processos de governança e de desenvolvimento, participei em inúmeros encontros internacionais e pude contactar líderes do mundo inteiro, onde essas questões foram amplamente debatidas”, salientou o homem que deixou o poder, depois de ter levado o seu Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) a três vitórias consecutivas, com maioria absoluta, em 2001, 2005 e 2011.

Realçou também ter acumulado muita documentação, apontamentos e reflexões, sobretudo nos 15 anos em que foi primeiro-ministro e que gostaria de colocar todo este espólio ao serviço das pessoas, retribuindo, deste modo, a enorme confiança que nele foi depositada.

Num primeiro tempo, a FJMNG vai debruçar-se sobre a investigação científica aplicada nos domínios da governabilidade, da governação, da gestão e do desenvolvimento sustentável.

A instituição vai dedicar-se também à organização de colóquios, conferências, seminários, ou outras atividades congéneres relevantes para a reflexão e divulgação de temas respeitantes particularmente à reforma do Estado e da administração pública, à governabilidade e governação, modernização da gestão empresarial, conceção e execução de políticas públicas e gestão do desenvolvimento.

A proteção do ambiente será outra área a merecer a atenção da fundação que tem como patrono o ex-primeiro-ministro cabo-verdiano, nascido na cidade de Assomada, concelho de Santa Catarina, no interior da ilha de Santigo, a 28 de março de 1960.

José Maria Neves foi eleito em 2000 presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina e nesse mesmo ano ganhou a liderança do PAICV, partido à frente do qual venceu, no ano seguinte, as eleições legislativas de 15 de janeiro de 2001, tornando-se assim no mais jovem político africano a exercer funções de chefe do Governo.

Fonte: Panapress

Notícias

Ilha do Sal: Segunda edição do Festival Internacional de Literatura arranca esta quinta-feira com cerca de 40 escritores

MCIC apresenta I edição da “Viagem pela história” na Ribeira Grande de Santiago

Maio acolhe “Djarmai Campus-Summer School” em Agosto

Cabo Verde adere a convenções do conselho da Europa sobre proteção de dados e cibercriminalidade

Porto Novo: Operador estrangeiro confirma investimento de 70 mil contos no sector das pescas

O objectivo último é que Cabo Verde, um dia, deixe de precisar da cooperação para o desenvolvimento

Governo dos Açores confiante na cooperação entre ilhas da Macaronésia

Miguel Rosa: “É importante aprender com os erros” do Sal e Boa Vista

Grupo Rangel e Binter CV firmam acordo para o transporte de carga

Vice-Primeiro Ministro assina donativo de 10 milhões de euros com Fundo Orio para o Terminal de Cruzeiros do Mindelo

São Vicente: “Diplomacia gastronómica” como pedra de toque da VI edição do Kavala Fresk Feastival

Editores esperam que presidência da CPLP dinamize literatura e cultura lusófona

Cinquenta jovens iniciam formação em restauração e gestão de ordenamento hoteleiro na EHTCV

Pedro Lopes participa no primeiro programa da Fundação Obama em África Detalhes

Ministério da Cultura realiza 1º Fórum Nacional de Editores e Livreiros de Cabo Verde

“De uma forma geral, em termos de criação de emprego, o impacto do turismo é positivo” – José Gonçalvez

Cabo Verde quer reactivar ligações aéreas com São Tomé e Príncipe

Governo quer fazer deste arquipélago uma Nação “útil” ao mundo no Atlântico Médio

Há oportunidades, mas algum cuidado não faz mal a ninguém

Ministro José Gonçalves representa Cabo Verde na 61ª reunião da Comissão Regional da OMT para a África

Santo Antão: Estância turística de Passagem reaberta na próxima semana com inauguração das obras de reabilitação

Santo Antão: Operadores turísticos desejam criação de uma representação do Ministério do Turismo na ilha

Fogo: Projecto “Rotas do Fogo” defende criação de órgãos permanentes de tutela e controlo da praia de Fonte Bila

Especialistas do Banco de Portugal não vêem vantagens na euroização da economia cabo-verdiana

Festival de Literatura-Mundo do Sal vai ter extensão em Lisboa este ano e perspectiva Brasil em 2019

Turistas gastam em média 4.518 escudos, por dia, em Cabo Verde

Ilha do Maio: Ministro José Gonçalves faz balanço positivo do encontro de alto nível sobre o turismo

Cabo Verde aproveita cimeira da Macaronésia para se afirmar como ponte entre Europa e África

José Gonçalves quer ilha do Maio com turismo "diferente e planeado"

Santo Antão recebe seminário internacional para debater o turismo ecológico

Agrupamentos competitivos de queijo do Fogo e Boa Vista de olhos no mercado turístico hoteleiro

Sector privado passa a gerir incubadoras de inovação

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo