Ex-primeiro-ministro cabo-verdiano lança Fundação para Governança

Uma Fundação José Maria Neves para a Governança (FJMNG) foi lançada este sábado, 8 de abril, na cidade da Praia.

A fundação foi lançada pelo ex-primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves (2001-2016), com o objetivo de contribuir para a consolidação do Estado de Direito Democrático e para o desenvolvimento sustentável de Cabo Verde e de África, com incidência particular nos pequenos Estados insulares.

Através de uma nota de imprensa, José Maria Neves recordou que, desde a sua juventude, participou ativamente na vida política nacional, tendo sido dirigente associativo, líder partidário, deputado, presidente de câmara e primeiro-ministro, tendo acumulado experiências que quer continuar a colocar à disposição do seu país.

“Granjeei experiência assinalável nos processos de governança e de desenvolvimento, participei em inúmeros encontros internacionais e pude contactar líderes do mundo inteiro, onde essas questões foram amplamente debatidas”, salientou o homem que deixou o poder, depois de ter levado o seu Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) a três vitórias consecutivas, com maioria absoluta, em 2001, 2005 e 2011.

Realçou também ter acumulado muita documentação, apontamentos e reflexões, sobretudo nos 15 anos em que foi primeiro-ministro e que gostaria de colocar todo este espólio ao serviço das pessoas, retribuindo, deste modo, a enorme confiança que nele foi depositada.

Num primeiro tempo, a FJMNG vai debruçar-se sobre a investigação científica aplicada nos domínios da governabilidade, da governação, da gestão e do desenvolvimento sustentável.

A instituição vai dedicar-se também à organização de colóquios, conferências, seminários, ou outras atividades congéneres relevantes para a reflexão e divulgação de temas respeitantes particularmente à reforma do Estado e da administração pública, à governabilidade e governação, modernização da gestão empresarial, conceção e execução de políticas públicas e gestão do desenvolvimento.

A proteção do ambiente será outra área a merecer a atenção da fundação que tem como patrono o ex-primeiro-ministro cabo-verdiano, nascido na cidade de Assomada, concelho de Santa Catarina, no interior da ilha de Santigo, a 28 de março de 1960.

José Maria Neves foi eleito em 2000 presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina e nesse mesmo ano ganhou a liderança do PAICV, partido à frente do qual venceu, no ano seguinte, as eleições legislativas de 15 de janeiro de 2001, tornando-se assim no mais jovem político africano a exercer funções de chefe do Governo.

Fonte: Panapress

Notícias

Santa Catarina: Autarquia inaugura ligações domiciliárias de água em Rincão

Ex-PR de São Tomé e Cabo Verde já em Luanda para observação eleitoral

Santo Antão recebe programas Start-up jovem e Fomento ao micro empreendedorismo

Adilson Gomes vai ser o novo Diretor-Geral das Artes

DGTT apresenta em Setembro o plano estratégico para o turismo

Festival de Praia d´Tedja com aposta no nacional

Requalificação da Baía das Gatas vai criar condições para atrair mais turistas e emigrantes – Augusto Neves

Ex-PM cabo-verdiano chefia missão de observadores da UA para eleições em Angola

Governo pretende “ampliar” transportes aéreos com os Açores

Santo Antão: Sodesa pode avançar depois da revisão do quadro legal sobre criação de sociedades de desenvolvimento

Época alta do turismo: Santo Antão espera receber 20 mil turistas 05

São Vicente acolhe quarta edição Carnaval de verão

Governo aprova privatização da companhia aérea cabo-verdiana

Cabo Verde beneficia do programa para melhoria dos assentamentos informais