Estado ainda não concretizou entrada no capital da Binter Cabo Verde

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse hoje que a entrada do Estado no capital social da companhia aérea Binter Cabo Verde (49%) ainda não foi concretizada, seis meses após o anúncio do negócio.

A companhia Binter Cabo Verde realiza desde 12 de Novembro do ano passado voos entre as ilhas e desde Agosto assegura a exclusividade das ligações aéreas no arquipélago, após a companhia aérea pública TACV ter deixado de operar no mercado interno.

A Binter Cabo Verde iniciou a exclusividade dos voos ao abrigo de uma parceria que prevê a entrada do Estado cabo-verdiano na companhia com a aquisição de 49% do capital social.

O anúncio da entrada do Estado no capital da empresa foi feito em Maio, altura em que o primeiro-ministro confirmou que o investimento do Estado será de 19% do capital, que rondará os 126.238 milhões de escudos.

O acordo prevê a cedência comercial das rotas, avaliada em 30%, tendo Ulisses Correia e Silva reafirmado hoje que isso "não depende de nenhum esforço financeiro por parte do Estado".

Seis meses após o anúncio, Ulisses Correia e Silva disse que o negócio ainda não foi concretizado, mas garantiu que ficará concluído "brevemente".

"Ainda não, estamos num processo de consolidação desse dossiê, que será concluído brevemente", disse o chefe do Governo, antes da abertura de um fórum de educação, que decorre durante os próximos três dias na cidade da Praia.

O Estado irá desembolsar 126.238 milhões de escudos para adquirir os 19% da participação pública no capital social da companhia aérea.

Nas declarações aos jornalistas, o primeiro-ministro destacou ainda o "bom funcionamento" da Binter, afirmando que a companhia está a garantir as ligações inter-ilhas.

"Acho também que devemos focar nos resultados e não em questões que estão devidamente explicadas e fazer com que o astral dos cabo-verdianos aumente em vez de estarmos sempre mergulhados em pequenos problemas", salientou.

A Binter Cabo Verde é uma companhia de direito cabo-verdiano, que tem actualmente como único accionista a empresa Apoyo Y Logistica Industrial Canária, Sociedade Limitada.

A Binter Cabo Verde aumentou, em Dezembro de 2016, o seu capital social para cerca de 660 milhões de escudos, correspondentes a 664,410 acções ao preço nominal de 1.000 escudos cabo-verdianos por acção.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Turismo: Reino Unido lidera entradas e dormidas em Cabo Verde no 3º trimestre

Santiago: Escola de Música de São Domingos é inaugurada hoje

Mindelact’ 2017 – Organização diz que foi o melhor de sempre

“Na bancada todos têm opinião”, a resposta de Olavo Correia a José Maria Neves

Portugal acolhe Fórum de Desenvolvimento de Cabo Verde com enfoque no investimento externo

Bruma seca: voo da TAP desviado de São Vicente para a Praia

São Vicente: 21ª FIC com 100 expositores 53% dos quais de operadores de Cabo Verde

Cabo Verde e China renovam acordo no domínio da defesa

Mindelo acolhe XXI Edição da Feira Internacional de Cabo Verde

Ulisses Correia preside abertura Fórum Nacional de Educação

Estado ainda não concretizou entrada no capital da Binter Cabo Verde

Chegou o primeiro avião da Icelandair, há mais três a caminho

Fundação Amílcar Cabral cria circuito turístico do grogue e seus derivados em Santo Antão

Carvão do Maio pode vir a ser comercializado a partir de quarta-feira com marca própria

TUI já voa directo de Amsterdão para a Praia

Jorge Figueiredo acreditado como embaixador de Cabo Verde em Angola

Plano de emergência de Santa Catarina do Fogo ascende a 22 mil contos

Jaime Mayaki, OMT: O turismo não pode continuar a ser pensado como antes

TACV retoma ligações diárias entre Praia e Lisboa a partir de 7 de Novembro

Morabeza Festa do Livro arranca com formações e lançamento de livro de Eugénio Tavares

Porto Novo: Criação da paróquia São João Paulo II vai no mesmo sentido daquilo que pretendemos a nível autárquico – edil

Arlindo Carvalho é o novo presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde

Presidente da Câmara de Deputados de Luxemburgo visita Cabo Verde

Banana de Santa Cruz poderia abastecer mercado turístico de Sal e Boa Vista