Eslovénia desembolsa 2,4 milhões de euros para reforçar telemedicina em Cabo Verde

A Eslovénia disponibilizará mais dois milhões e 400 mil euros para Cabo Verde destinados ao desenvolvimento de um projeto de telemedecina.

O financiamento da Eslovênia, colaborador do arquipélago cabo-verdiano nesta matéria, permitirá garantir, a partir das infraestruturas tecnológicas já existentes, a ligação à rede dos principais centros de saúde e hospitais do país, de acordo com a fonte.

O anúncio deste financiamento, a ser a terceira fase do projeto, foi pelo ministro cabo-verdiano dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, durante uma conferência de imprensa onde apresentou o resultado dum seu recente périplo pela Europa Central e Oriental.

A viagem, disse o governante, inscreveu-se no âmbito de uma missão de sensibilização e reforço da Parceria Especial Cabo Verde/União Europeia.

Atualmente, a telemedicina, implementada em cabo Verde desde julho de 2012, já é uma realidade que permite às unidades de saúde estarem ligadas ao exterior, o mesmo acontecendo com centros de saúde ou hospitais implantados em diversas ilhas do país com hospitais centrais.

Fonte: Panapress

Notícias

Dia Nacional da Cultura comemorado sob o lema “eu_génio: do legado à ficção”

Governo prevê funcionamento da Universidade Técnica do Atlântico em 2020/2021

Santiago Norte: Municípios juntam-se ao MCIC para homenagear a Morna no Dia Nacional da Cultura e Comunidades

São Nicolau: Projecto Caminhar inicia acção de capacitação em acompanhantes de “trekking”

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis