Comércio Externo : Exportações e reexportações diminuiram e importações aumentaram em 2016 no país

Os dados provisórios do comércio externo apurados pelo Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde (INECV) revelam que, no ano transacto, houve uma diminuição de (-10,2%) e (-18,4%) nas exportações e reexportações, respectivamente, mas as importações aumentaram (10,5%), em relação ao ano 2015. O deficit da balança comercial aumentou (13,1%) e a taxa de cobertura deteriorou (-18,8%), face ao ano anterior. Como consequência, regista-se um claro agravamento na nossa balança de pagamento.

Segundo os dados mais recentes divulgados pelo INECV, em 2016 as trocas comerciais com a Europa caracterizaram-se pelo decréscimo das exportações (-2,3%) e acréscimo das importações (15,2%). No tocante às importações, Portugal, Espanha e Países Baixos foram os principais países de proveniência de mercadorias da citada zona.

Entre os países da Europa, a Espanha lidera no ranking dos principais clientes de Cabo Verde, representando cerca de 72,4% do total das exportações em 2016. As exportações cabo-verdianas para esse país tiveram uma evolução negativa de -5,7%, comparativamente ao ano 2015. Portugal, mesmo tendo uma evolução positiva de 21,9% em relação ao ano 2015, aparece em segundo lugar na estrutura das exportações de Cabo Verde com 19,2%.

O montante das exportações de Cabo Verde diminuiu para todos os destinos, enquanto que as importações de Cabo Verde, em 2016, aumentaram 10,5% face ao ano anterior, sendo o continente Europeu, o principal fornecedor de Cabo Verde, com 79% do montante total das importações, contra 75,8% do ano anterior.

Já as importações da África para Cabo Verde aumentaram cerca de 61,4%, no período em análise e no concernente aos restantes continentes (América e Ásia) evoluíram negativamente em -15,5%) e -13,2%, respectivamente.

De ressaltar que Portugal continua sendo o maior fornecedor de Cabo Verde, com 46,5% do total das importações cabo-verdianas. A Espanha ocupa o segundo lugar na estrutura das importações de Cabo Verde com 11,3% (4,0 p.p) a mais que no ano anterior. Dos demais países como Países Baixos, Estados Unidos e China também viram o montante das suas importações para Cabo Verde a diminuir, comparativamente ao ano anterior.

Em relação aos saldos comerciais, os dados da INECV revelam que foram positivas para as zonas económicas da Europa e da África, com 18% e 98%,respectivamente, e negativa para a América (-12,0%) e Ásia (-12%), isto quando comparados com os resultados do ano de 2015.

Fonte: Panapress

Notícias

Estrada de Chã de Pedras inaugurado no dia 25 de junho

Maritza Rosabal visita Sal e São Nicolau

Cabo Verde vai negociar com UE alargamento do acordo de parceria

FMI em Cabo Verde para avaliar políticas macroeconómicas

Ilha Brava: V Edição da Feira Agro-Pecuária começa hoje

Equipa de Coordenação de Reformas da Administração Pública já foi constituída

Governo vai aumentar o salário mínimo nacional para 15 mil escudos mensal até 2021

Cabo-verdiano reconduzido como Juíz do Tribunal Internacional dos Direitos do Mar

Governo e oposição concertam posições em matérias estruturantes para Cabo Verde

UE alarga prazo a Cabo Verde para exportar pescado no mercado europeu

Cabo Verde reavalia investimentos do BAD dado baixo nível de execução de projetos

Cabo Verde enfrenta ainda “grandes precariedades” na disponibilização de água - PR

90,1% da população já tem acesso à eletricidade em Cabo Verde, diz estudo

Advogados suspendem assistência judiciária oficiosa em Cabo Verde

Empresário chinês de Macau abre banco em Cabo Verde

Banco Central de Cabo Verde procede a corte de dois pontos na taxa diretora

Côte d’Ivoire interessada na experiência de Cabo Verde em matéria de governação eletrónica

Workshop nacional prepara novo quadro de cooperação entre o Governo de Cabo Verde e as Nações Unidas – UNDAF

Empresários cabo-verdianos procuram novas alternativas de negócios em missão à Holanda e Luxemburgo

Volume de negócios nos serviços regista variação homóloga de 5,8% no primeiro trimestre de 2017

Prémio Nacional de Qualidade distingue organizações que contribuem para competitividade do país

Binter Cabo Verde promete que vai garantir “ligação eficiente” entre as ilhas a partir de 1 de Agosto

Porto de águas profundas chumbado pelo Governo

São Vicente: Os artesãos e o CNAD realizam Feira de Artesanato em comemoração do Dia das Crianças