Cape Safety: Empresários de restauração aplaudem impacto da certificação de qualidade

O projeto Cape Safety, lançado em 2015, teve um impacto positivo nos restaurantes participantes, garantem os proprietários. A primeira fase da iniciativa, que teve como objetivo dar maior garantia de qualidade e segurança alimentar, terminou em 2016, envolvendo 10 restaurantes no Sal e 12 na Boa Vista. Segue-se a segunda etapa.
O projeto, implementado pela Câmara de Turismo de Cabo Verde (CTCV), quer dar uma outra garantia ao turista e ao próprio consumidor local, com a certeza de que os restaurantes certificados cumprem todas as normas de higiene e segurança alimentar. Responde-se, assim, a uma das críticas feitas sobre o turismo em Cabo Verde.
O hotel Odjo d’Água, na ilha do Sal, é um dos espaços já certificado. O proprietário, Patone Lobo, em entrevista ao último Panorama, 3.0 da Rádio Morabeza, destacou a importância do projeto.
“Há mais profissionalismo, há mais atenção no que diz respeito à limpeza, na maneira de fazer as coisas, os procedimentos, tudo mudou. Com certeza que tivemos que fazer algum investimento, mas o investimento feito, comparado com o resultado que se tem, não é um investimento por ai além. Portanto, é extremamente positivo”, explica.
O empresário afirma, no entanto, que é preciso dar formação contínua aos funcionários dos restaurantes, por forma a garantir sempre um serviço de qualidade e seguro.
O restaurante Barracuda, também na ilha do Sal, é outro espaço com o selo Cape Safety. A responsável, Benvinda Santos, explicou ao Panorama 3.0 a importância do projeto para o seu negócio, a nível da higiene e segurança alimentar.
“Eu já sabia como é que as coisas podiam e deveriam ser feitas. Eu já fazia bastante, mas não tinha muito conhecimento das coisas. Este programa foi muito importante, aprendi mais. Fiquei muito satisfeita”, assegurou.
A proprietária do restaurante garante que o serviço prestado melhorou e pretende continuar com a iniciativa.

Restaurantes certificados reunidos em guia

A segunda fase do Cape Safety deve arrancar no próximo mês. Os 22 restaurantes certificados, na ilha do Sal e na Boa Vista devem em breve estar reunidos num guia. A ideia é que esse guia possa ser usadopelos hoteleiros, como forma de aconselhar os hóspedes sobre que espaços de restauração devem frequentar.

Quem o diz é Carlos Santos, vice-presidente da CTCV.

“Numa fase limite, será a criação de uma espécie de uma rede de restaurantes que poderá ter um menu muito diversificado e complementar, para permitir ao hoteleiro aconselhar o seu hóspede a fazer quase que um tour pelos restaurantes de Santa Maria e de Sal Rei, para poder degustar aquilo que é nossa gastronomia”, acrescentou ao Panorama 3.0 da última sexta-feira.

O que a Câmara de Turismo quer é mostrar que a aposta no turismo tem que se basear na cultura, que envolve a gastronomia e a história das ilhas.

A segunda fase da iniciativa, segundo Carlos Santos, visa ainda garantir a fiscalização permanente dos restaurantes certificados, com o envolvimento dos proprietários, através de uma comparticipação financeira.

“Só poderemos falar de qualidade e de certificação se de facto houver essa continuidade”, realça.

O vice-presidente da Câmara de Turismo considera que os restaurantes abrangidos passaram a ter uma clientela muito mais vasta e está satisfeito com os resultados alcançados até agora.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Deputados aprovam alteração da lei da cooperação descentralizada

Cabo Verde vai assumir a presidência da Conferência dos Ministros das Pescas da sub-região africana em agosto

Cabo Verde participa na Assembleia do BAD na Índia para debater a importância do setor agrícola em África

CCISS prepara para diálogo com o Governo sobre a reforma da política industrial em Cabo Verde

Portugal inaugura Sal Beach Soccer na sexta-feira. Cabo Verde defronta Inglaterra

Paralímpico cabo-verdiano conquista segunda medalha de ouro em campeonato mundial

Paraolímpico cabo-verdiano conquista medalha de ouro no Campeonato do Mundo

Navio-escola Sagres atraca pela 30.ª vez no porto do Mindelo

Governo está determinado em reerguer a TACV

Miss Africa USA Nereida Lobo está em Cabo Verde para promover plataforma sobre educação

Apoio orçamental do Banco Mundial a Cabo Verde depende da restruturação da TACV

Cabo Verde valoriza sistema nacional de estatísticas, diz governante

Cabo Verde aposta na Parceria Especial com UE para criar 45.000 postos de trabalho

Consórcio Ecovisão Cabo Verde e Instituto Marquês Valle Flor lançam a campanha “Somos pelo Ambiente”

Bispo do Mindelo representa Igreja Católica de Cabo Verde em Fátima

Eslovénia desembolsa 2,4 milhões de euros para reforçar telemedicina em Cabo Verde

Cabo Verde nomeia novo embaixador em Angola

Primeiro-ministro reafirma no Fogo crescimento económico de 7%

PR quer que “Saniculau na Praia” contribua para o processo do desenvolvimento da ilha de São Nicolau

Provedoria de Justiça de Portugal quer levar a sua experiência de 40 anos a Cabo Verde

Liberdade de imprensa: MpD satisfeito com subida de Cabo Verde no ranking

Banco Mundial duplica financiamento para Cabo Verde, diz governo

Capital cabo-verdiana ganha empreendimento turístico de 50 milhões de euros