Candidaturas para 3ª edição do Prémio Literário UCCLA decorrem até 31 de Janeiro

Ao concurso são admitidos concorrentes que sejam pessoas singulares, de qualquer nacionalidade, fluentes na língua portuguesa, com idade não inferior a 16 anos.

As candidaturas para a 3ª edição do Prémio Literário das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) – Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa terminam no dia 31 de Janeiro.

Ao concurso são admitidos concorrentes que sejam pessoas singulares, de qualquer nacionalidade, fluentes na língua portuguesa, com idade não inferior a 16 anos, sendo que no caso dos menores de 18 anos, a atribuição de prémios ficará sujeita à entrega de declaração de aceitação pelos respectivos titulares do poder paternal.

O Prémio Literário UCCLA – Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa, uma iniciativa conjunta da UCCLA, Editora A Bela e o Monstro e Movimento 2014, conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e tem como objectivo estimular a produção de obras literárias, nos domínios da prosa de ficção (romance, novela e conto) e da poesia, em língua portuguesa, por novos talentos escritores.

O concurso tem como júri o cabo-verdiano Germano Almeida, os portugueses José Pires Laranjeira e Isabel Pores Lima, o angolano José Luís Mendonça, o brasileiro António Carlos Secchin, e Inocência Mata de São Tomé e Príncipe, juntamente com a Biblioteca Nacional do Brasil, com o representante da UCCLA, Rui Lourido, e representante da Editora A Bela e o Monstro UCCLA, João Pinto de Sousa.

A obra vencedora da 2ª edição do Prémio Literário UCCLA, que recebeu a concurso obras de 520 autores, que nunca haviam publicado um livro de literatura, de Inglaterra, Holanda, Espanha, Argentina e Estados Unidos, com textos enviados em português, para além dos países que falam português, foi atribuída ao livro “Diário de Cão” da autoria do brasileiro Thiago Rodrigues Braga.

Na 1ª edição do Prémio Literário UCCLA – Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa, a obra vencedora foi “Era uma vez um Homem” da autoria do português João Nuno Azambuja, entre os 865 obras de 722 autores concorrentes.

Fonte: A Nação

Notícias

UNESCO reitera compromisso com a diversidade linguística como sendo essencial para o desenvolvimento sustentável

Governo quer uma formação profissional de excelência para os jovens cabo-verdianos (rectificada)

Governo reafirma aposta na indústria. Empresários querem "efectividade"

Alterações ao projecto “Djéu” de David Chow: Casino já não vai ficar situado sobre o mar

Aterros colocados no mar vão ser removidos para darem lugar a uma ponte – coordenador

Cabo Verde precisa de cerca de 400 milhões de contos para implementação do PEDS 2017-2021

São Lourenço dos Órgãos: Comunidade de Pico de Antónia quer “manter vivo” o tradicional almoço de Cinzas

Carnaval 2018 em São Vicente: Vindos do Oriente sagra-se bi-campeão, Monte Sossego arrasa nos prémios individuais

Afreximbank vai financiar Golden Tulip Mindelo

Estudo inédito quer caracterizar zonas de berçário de tubarões em Cabo Verde

Língua Cabo-verdiana vai ser classificada património nacional

The Resort Group garante construção do Hilton Praia

Ministro do Turismo e Transportes e da Economia Marítima animado com a dinâmica do Sal

PM lança medidas que estimulam a boa governança corporativa

Alejandro Casamor: “Temos de estar onde os nossos clientes querem ir”

Hotel Hilton abre nova oferta turística no Sal

Acesso ao financiamento do Programa Rota das Aldeias Rurais disponível a partir de segunda-feira

Governo vai investir 11 milhões de contos na requalificação dos centros urbanos nos próximos três anos

Cabo Verde lidera novamente lusófonos no Índice de Democracia – Economist

Santo Antão: Porto Novo vai ter quatro miradouros turísticos este ano

Ministro do Comércio e Indústria reitera engajamento do Governo no cumprimento dos acordos assinados com a CCS

Governo quer implementação de acções de formação profissional ligadas ao mundo empresarial

Câmara do Turismo de Cabo Verde saúda aprovação da lei que cria o “green card”

Stand de Cabo Verde na FITUR 2018 com muita procura do mercado espanhol e empresários de diversas nacionalidades

Directora de Investigação da União Europeia visita Cabo Verde para apresentar oportunidades do Programa Horizonte 2020

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo

INIDA já tem laboratório para certificação de alimentos que deve estar a funcionar até setembro

Cabo Verde procura novas estratégias para inovar o sector agrícola, alimentar e florestal – INIDA

Governo quer MEM como centro da economia azul

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo

Maio: A ilha vai receber o primeiro estudo arqueológico em Março – IPC

Governo vai legislar sobre o regime especial de protecção das tartarugas marinhas em Cabo Verde