Cabo Verde procura novas estratégias para inovar o sector agrícola, alimentar e florestal – INIDA

Cabo Verde está a trabalhar para encontrar novas estratégias que possam inovar o sector agrícola, alimentar e florestal no arquipélago, garantiu hoje na Cidade da Praia, a presidente do Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário (INIDA).

Com o propósito de alcançar este objectivo, o INIDA, em parceria com a Inovisa Portugal, realizou hoje um workshop de divulgação do projecto da área GLOBAL para promover a partilha de conhecimento e tecnologia entre a Europa, África e América Latina no sector agrícola, alimentar e florestal.

O projecto, realizado com o apoio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, segundo a presidente do INIDA, Ângela Moreno, em declarações à imprensa, à margem do evento, permitiu fazer um levantamento inicial e aponta caminhos para o desenvolvimento futuro na promoção de inovação nos referidos sectores.

“Promovemos este encontro com a intenção de recolher subsídios e informações sobre que estratégia usar para inovar a agricultura em Cabo Verde. Não estamos a dizer que não temos uma agricultura inovadora, porque Cabo Verde, por si só, está condenado a ter uma agricultura inovadora, já que tem muitos recursos naturais e pouca chuva, mas temos um grande oceano”, frisou.

No futuro, avançou Ângela Moreno, se calhar o país vai ter que pensar em usar água canalizada na agricultura, através da hidroponia, assim como recorrer a água reutilizada, duas ideias que já estão assumidas e traçadas como prioridades pelo Ministério da Agricultura e Ambiente.

Conforme a presidente do INIDA, as águas residuais vão ser reaproveitadas, mas devidamente tratadas, para o país “não depender da chuva para aumentar a agricultura”, como se faz em vários países do mundo, como o Israel, visto que “não custa tanto” implementar esta ideia, tendo em conta que uma boa parte das cidades do arquipélago já tem rede de esgoto.

Depois deste encontro, afirmou a responsável, o próximo passo é continuar a contar com os parceiros internacionais para apostar em tudo que identifique Cabo Verde como um país agrícola e possa trazer oportunidade de “inovar, de crescer e de tornar a agricultura algo palpável e bom”, porque “o país não tem muito por onde andar se não for a aposta na inovação”.

“Não podemos continuar a passar a ideia de que a agricultura em Cabo Verde não tem futuro, o que falta são ideias inovadoras, apostar em experiências de outras paragens e tentar adapta-las, o quanto possível, à nossa realidade e melhorar a agricultura”, frisou, referindo que “não se pode continuar com a ideia de que a agricultura é de subsistência ou que é feita por pessoas pobres”.

O workshop de divulgação do projecto da área GLOBAL para promover a inovação agrícola, alimentar e florestal, destinado aos técnicos e instituições do sector, teve a abertura presidida pela embaixadora de Portugal em Cabo Verde, Helena Paiva.

Fonte: InforPress

Notícias

Respostas rápidas: Quem deve pagar a Taxa de Segurança Aeroportuária?

São Vicente: Kiki Lima expõe “Real aparência” quando está prestes a completar 50 anos de pintura

Número de hóspedes aumentou 9,5% no segundo trimestre de 2018 face ao período homólogo – INE

Frescomar anuncia novos investimentos em São Vicente e no Sal de mais de seis milhões de euros

Direitos: Cabo Verde destaca em conferência no Canadá apoio do governo e instituições aos movimentos LGBTI

Santo Antão recebe três centros de interpretação turística para retratar património e identidade cultural da ilha

Raiz di Polon na 10ª edição do Festival de Teatro Lusófono

MCIC visita oficina de verão na Cesária Évora Academia de Artes

Filme cabo-verdiano “Firmeza” seleccionado para o Sacramento Underground Film & Arts Festival dos EUA

Filme “Os dois irmãos” selecionado para a competição oficial no 42º Festival de Cinema de Montreal/Canadá

Ilha do Fogo: Projecto “Rotas do Fogo” define estratégias e cria comités municipais para implementação do modelo agro-turismo

Nosi e Cabo Verde TradeInvest na China para dar avanço ao projecto de Computação em Nuvem da África Ocidental

Reconhecimento internacional do vinho do Fogo é exemplo para produtores de grogue de Santo Antão

“Se Cabo Verde não é capaz de organizar um discurso histórico, alguém será capaz”

Cabo Verde conquista duas medalhas de ouro no concurso Mundial de Vinhos Extremos em Itália

Editorial: Estado da Nação em “gestão corrente”

Quem comprar a TACV assume a gestão por, pelo menos, 5 anos

Primeiro-ministro anuncia proposta da Icelandair para comprar TACV

Exportações aumentam 14% no 2º trimestre deste ano

Empresários desesperam pela mobilidade económica

Angola, Brasil e Moçambique têm total de 720 mil "escravos modernos". Cabo Verde também faz parte da lista

Suspensão levantada. Cabo Verde Airlines já pode voltar aos aeroportos italianos

Cabo Verde apresenta programa da presidência da CPLP

“Os alunos que só sabem crioulo, o resultado é o isolamento”

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo