Cabo Verde eleito membro do Conselho da FAO

Cabo Verde acaba de conseguir mais um feito histórico no plano internacional com a sua eleição como membro do Conselho da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), com sede em Roma.

A informação foi avançada pelo ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, que representou a Cidade da Praia na 40.ª sessão da Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura – a reunião terminou ontem (07), em Itália.

Com esta decisão, Cabo Verde passa a ser um dos quatro países africanos e dos 49 países de todos os continentes do mundo que integram o Conselho da agência especializada da ONU em alimentação e agricultura. Isto sem contar com o facto da mesma instituição tem como Diretora-geral adjunta a é ex-ministra de Cabo Verde, Helena Semedo.

"É um acontecimento muito importante para o país, que vai participar num órgão muito importante da FAO, que se reúne de dois em dois anos para aprovar as principais medidas que a organização toma entre as suas sessões plenárias", declarou o ministro Gilberto Silva aos órgãos da comunicação social.

É de salientar que as sessões da FAO são realizadas de dois em dois anos e têm como objetivo reunir os Estados membros para analisar e votar o programa de trabalho e orçamento da organização. A instituição tem sido, desde a independência nacional a esta data, um dos grandes parceiros de Cabo Verde, financiado vários projectos, principalmente nas áreas de agricultura, ambiente, florestação e segurança alimentar.

Fonte: A Semana

Notícias

Santo Antão: Vinda de turistas islandeses à ilha confirma que turismo local está a conquistar novos mercados na Europa

Cabo Verde precisa de um quadro regulatório mais forte de integração entre a biodiversidade e o turismo

Sal: Praia de Santa Maria poderá hastear Bandeira Azul dentro de três anos – Biosfera1

Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG

Primeiros inspetores chefes da PJ de Cabo Verde com formação da congénere portuguesa