Banco Mundial duplica financiamento para Cabo Verde, diz governo

O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, anunciou, fim-de semana, que o Banco Mundial (BM) duplicou o envelope financeiro para Cabo Verde para os próximos três anos, passando de 42 milhões de dólares americanos para 90 milhões.

Segundo Ulisses Correia e Silva, “isto é o resultado de um grande esforço de restauração da confiança junto dessa instituição”, confiança que, precisou, “estava degradada devido à situação em que o anterior Governo do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) deixou a tansportadora aérea cabo-verdiana (TACV)” e suas “implicações em termos de riscos para a economia do país”.

Na sua página do Facebook, Ulisses Correia e Silva indicou que “a TACV estava para ser liquidada” e que “todos os dados apontavam para esse caminho”.

Mas, prosseguiu, “devido a esforços deste Governo, a empresa vai ser reestruturada e privatizada com o apoio do BM”.

A seu ver, isto é o resultado da inversão da tendência de descalabro financeiro em que se encontrava a empresa e de uma estratégia credível de recuperação e de privatização.

De acordo com o disse o primeiro-ministro cabo-verdiano, num encontro com militantes do Movimento para a Democracia (MpD, partido no poder), na cidade do Mindelo, na ilha de São Vicente, Cabo Verde já recuperou a confiança de vários países e instituições como o Banco Mundial e a União Europeia (UE).

Ulisses Correia a Silva disse já saber o que vai acontecer no país doravante, não podendo, no entanto, por precaução, revelar como é o dossier relativo à TACV e à questão de isenção unilateral de vistos a cidadãos da UE que está a gerar alguma polémica no país.

De acordo com o chefe de Governo, muitos cidadãos cabo-verdianos consideram que essa medida devia merecer reciprocidade por parte dos países europeus em relação aos Cabo-verdianos que viajam para a Europa.

Fonte: Panapress

Notícias

Estrada de Chã de Pedras inaugurado no dia 25 de junho

Maritza Rosabal visita Sal e São Nicolau

Cabo Verde vai negociar com UE alargamento do acordo de parceria

FMI em Cabo Verde para avaliar políticas macroeconómicas

Ilha Brava: V Edição da Feira Agro-Pecuária começa hoje

Equipa de Coordenação de Reformas da Administração Pública já foi constituída

Governo vai aumentar o salário mínimo nacional para 15 mil escudos mensal até 2021

Cabo-verdiano reconduzido como Juíz do Tribunal Internacional dos Direitos do Mar

Governo e oposição concertam posições em matérias estruturantes para Cabo Verde

UE alarga prazo a Cabo Verde para exportar pescado no mercado europeu

Cabo Verde reavalia investimentos do BAD dado baixo nível de execução de projetos

Cabo Verde enfrenta ainda “grandes precariedades” na disponibilização de água - PR

90,1% da população já tem acesso à eletricidade em Cabo Verde, diz estudo

Advogados suspendem assistência judiciária oficiosa em Cabo Verde

Empresário chinês de Macau abre banco em Cabo Verde

Banco Central de Cabo Verde procede a corte de dois pontos na taxa diretora

Côte d’Ivoire interessada na experiência de Cabo Verde em matéria de governação eletrónica

Workshop nacional prepara novo quadro de cooperação entre o Governo de Cabo Verde e as Nações Unidas – UNDAF

Empresários cabo-verdianos procuram novas alternativas de negócios em missão à Holanda e Luxemburgo

Volume de negócios nos serviços regista variação homóloga de 5,8% no primeiro trimestre de 2017

Prémio Nacional de Qualidade distingue organizações que contribuem para competitividade do país

Binter Cabo Verde promete que vai garantir “ligação eficiente” entre as ilhas a partir de 1 de Agosto

Porto de águas profundas chumbado pelo Governo

São Vicente: Os artesãos e o CNAD realizam Feira de Artesanato em comemoração do Dia das Crianças