BCV prevê aumento do PIB próximo dos 4% em 2018

O BCV perspectiva também que a actividade económica deverá continuar a ganhar ímpeto em 2018, impulsionada principalmente pela procura interna.

O Banco de Cabo Verde (BCV) prevê um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em volume em Cabo Verde, próximo do limite superior do intervalo fechado de 4% tanto para 2017 como para 2018.

A performance favorável da economia nacional no primeiro semestre, as melhores perspectivas quanto ao contexto externo e as orientações das políticas macroeconómicas sustentam o cenário de crescimento económico próximo de 4%, tanto para 2017 como para 2018”, diz o relatório da política monetária, divulgado esta terça-feira, 03, pelo BCV.

No relatório o BCV explica que a revisão em alta das perspectivas de crescimento para 2017 reflecte a maior dinâmica, observada até o final do primeiro semestre, do investimento privado financiado com capital externo e interno e do consumo privado.

“As estatísticas e indicadores de tendência da actividade apontam para a manutenção de um quadro de retoma da dinâmica económica no primeiro semestre, ancorada num contexto externo mais favorável ao crescimento da procura turística e do investimento directo no país e numa conjuntura de contínua melhoria do clima económico e aumento da oferta de crédito”, garante o BCV.

Esta situação, acrescenta, estará a traduzir o efeito desfasado do aumento da população empregada registada em 2016, bem como a recuperação mais lenta dos preços no consumidor e o crescimento consistente do crédito ao consumo.

Entretanto, sublinha que assente na expectativa de aceleração da execução das despesas no segundo semestre do ano, o consumo e o investimento públicos deverão contribuir, também, positivamente para o crescimento económico.

Acrescenta que a evolução muito favorável das exportações de viagens e transporte no primeiro semestre do ano e a expectativa de recuperação das exportações de pescado, na segunda metade do ano, sustentam a perspectiva de um contributo menos negativo da procura externa líquida para o crescimento, não obstante a revisão em alta da projecção das importações de bens e serviços, para acomodar o comportamento esperado da procura global.

“Do lado da oferta a revisão em alta é explicada em larga medida pelo desempenho da indústria transformadora e de alojamento e restauração, bem como pela recuperação, acima das expectativas, do comércio, que cresceu no primeiro trimestre do ano no ritmo mais acelerado desde o quarto trimestre de 2011”, explica o BCV no documento.

Por outro lado, indica que o contínuo fortalecimento do sentimento económico e do volume de negócios das empresas, bem como o nível crescente da arrecadação de impostos indirectos, sustentam, de igual modo, as perspectivas mais optimistas para 2017.

O BCV perspectiva também que a actividade económica deverá continuar a ganhar ímpeto em 2018, impulsionada principalmente pela procura interna.

“A formação bruta de capital fixo deverá manter‐se dinâmica, pese embora algum abrandamento devido ao efeito de base, com a contínua execução de projectos de investimento directo estrangeiro em curso e com o arranque de outros”, aponta.

A esta situação acresce‐se também a perspectiva de melhoria das condições de acesso ao mercado de crédito, em função da operacionalização de mecanismos de mitigação de riscos e reforço da capacidade dos empreendedores, entre outras iniciativas públicas e privadas visando a melhoria do ambiente de negócios no país.

O BCV salienta ainda que o contributo do consumo privado para o crescimento económico deverá aumentar, justificado pelo alargamento dos rendimentos de trabalho e de empresas e propriedades, traduzindo os efeitos desfasado e contemporâneo do contínuo aumento da taxa de ocupação da população activa e melhor desempenho do sector empresarial, num contexto de redução das remessas de emigrantes e crescimento ligeiramente inferior dos preços no consumidor.

“O aumento da oferta turística, as perspectivas de redução da inflação importada e de algum abrandamento do volume de importações de mercadoria deverá traduzir‐se num contributo menos negativo da procura externa líquida para o crescimento económico em 2018”, realça o relatório.

Fonte: A Nação

Notícias

Candidaturas para 3ª edição do Prémio Literário UCCLA decorrem até 31 de Janeiro

Praia: Ordem do Médicos realiza o seu terceiro Congresso Internacional e o oitavo Congresso Médico Nacional

Leão de Prata de Veneza para cabo-verdiana Marlene Freitas

UE financia projeto de turismo solidário e sustentado na ilha cabo-verdiana do Maio

Santo Antão: Em carteira investimentos de nove mil contos recuperação dos percursos turísticos no Porto Novo

Estudo aponta Cabo Verde como um dos três países de África livre de conflitos armados

Jornalistas cabo-verdianos abraçam causa da violência sexual contra crianças e adolescentes

Tarrafal: Governo vai investir nas potencialidades do concelho para “abrir as portas” ao seu desenvolvimento

Santo Antão: Operadores voltam a mostrar preocupação quanto à implementação da Rota das Aldeias Rurais

Sara Alhinho e Clément Burelle apresentam “Mosaico de Sentimentos” na Praia

Reguladora da aviação quer implementar stopover em Cabo Verde

FAO desembolsa $ 16,3 milhões para projetos de desenvolvimento em Cabo Verde

O desenvolvimento das Maurícias como exemplo para Cabo Verde

FAO assina com Governo Quadro de Programação do País 2018-2022 no valor de 16.3 milhões de dólares

Ilha do Maio: Investidores chineses interessados no mercado turístico na ilha

Delegação empresarial chinesa visita São Vicente com Zona Económica Especial na mira

Governo quer que todos sejam parte das soluções para o país

Governo assina acordo de colaboração com instituições religiosas de solidariedade social

Ministério das Finanças promove 1˚ Encontro com a Juventude sobre a Economia Digital

Governo vai assinar convenção de estabelecimento com TRG Praia para construção de hotel Hilton na capital

Pequenos empreendimentos turísticos vão receber apoio e assistência técnica para obterem o selo de qualidade – IGQPI

Cabo Verde lidera lista de lugares que CNN recomenda visitar em 2018

PIB de Cabo Verde aumenta 4,9% no terceiro trimestre de 2017

Ilha do Sal: Taxa ocupação hotéis aproxima-se dos 100%

Porto Novo: Produtores do queijo tradicional apostam na afirmação internacional do produto galardoado com “Slow Cheese Award”

Padre António Vieira esteve no arquipélago por ocasião do Natal de 1652, revelam as “Cartas de Cabo Verde

Ministério da Cultura e Câmara de Santa Cruz assinam protocolo para promoção do património nacional

Ilha do Fogo: Estudo sobre viabilidade técnica para iluminação do aeródromo de São Filipe será realizado em 2018 – PCA ASA

Cabo Verde foi o destino mais pesquisado no google no Reino Unido em 2017

Número dois do governo compromete-se a estar próximo das empresas

Governo remodelado: Fim do executivo pequeno com a entrada de mais oito elementos e manutenção dos atuais membros