Autoridade Turística Central promove conferência internacional sobre turismo e segurança

A Autoridade Turística Central (ATC), em parceria com a Organização Internacional do Turismo, promove em setembro, na cidade da Praia, uma conferência internacional para debater e analisar a questão da segurança no setor turístico, avançou hoje o presidente da ATC, Gil Évora, à margem da cerimónia de entrega de crachás a cinquenta guias turísticos da ilha de Santiago.

Com o objetivo de ter um turismo de qualidade, afiançou que a ATC vai abrir em setembro delegações nas ilhas do Sal e da Boa Vista de modo a que os operadores turísticos possam prestar um serviço de qualidade, já que 60% da demanda do país a nível turístico provem dessas duas ilhas.

Em particular, para o presidente da Autoridade Turística Central, os guias turísticos e os taxistas são duas classes muito importantes e fundamentais para o setor, uma vez que são as categorias que mais coabitam com os turistas.

Os profissionais, para além da vertente linguística, receberam formação sobre a história, geografia, meio ambiente e sistema político cabo-verdiano, sendo que este último é um dos temas muito solicitado pelos turistas.

Segundo indicou, nessa primeira fase foram capacitados 300 guias turísticos das ilhas de Santiago, São Vicente, Santo Antão, Sal, Boa Vista e Fogo, e numa segunda fase vai abranger 120, sendo grande parte da ilha da Boa Vista, uma vez que há uma maior procura.

A partir de 1 de setembro ninguém poderá exercer a profissão de guia turístico sem estar cadastrado e devidamente credenciado.

Fonte: Ocean Press

Notícias

Santo Antão: Vinda de turistas islandeses à ilha confirma que turismo local está a conquistar novos mercados na Europa

Cabo Verde precisa de um quadro regulatório mais forte de integração entre a biodiversidade e o turismo

Sal: Praia de Santa Maria poderá hastear Bandeira Azul dentro de três anos – Biosfera1

Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG

Primeiros inspetores chefes da PJ de Cabo Verde com formação da congénere portuguesa