Tutela levou programa "uma família, um turista" aos parceiros

O programa “uma família, um turista” foi um dos pontos um dos pontos debatido no primeiro encontro do Conselho Nacional do Turismo (CNT), que decorreu ontem, na Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde, na Praia.

O Ministro do Turismo e Transportes e Ministro da Economia Marítima, José da Silva Gonçalves, em declarações aos jornalistas, disse que o programa será orientado para a diversificação do turismo, com vista a desenvolver o turismo rural e da Natureza.

"Um novo programa, que será submetido ao Conselho de Ministros, que vai ser orientado para diversificar o nosso turismo, com vista a desenvolver o turismo rural e da natureza. Como sabe, o nosso turismo é sobretudo, sol, praia e mar, mas temos que diversificar e ir no sentido de levar o turismo junto das pessoas, dai que o programa se intitule 'uma família, um turista'", explicou.

José Gonçalves, também manifestou a necessidade da criação do Instituto Nacional do Turismo.

"Em termos de organização do turismo, todos os dados nos mostram que falta uma melhor estruturação do turismo. Já é hora, de facto, de profissionalizar e criar um instrumento”, avançou.

No decorrer do encontro do Conselho Nacional do Turismo foram discutidas também as “Grandes Opções do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Turismo", tal como o Expresso das Ilhas avançou ontem, em primeira mão.

Angola

Também ontem, e à margem da reunião do CNT, José Gonçalves confirmou a vinda a Cabo Verde, já esta sexta-feira, do Ministro dos Transportes de Angola, Ricardo Viegas D'Abreu. Em cima da mesa, entre outras pastas, a reabertura da rota Praia-Luanda, a concretizar através de uma parceria entre as companhias públicas dos dois países, TAAG e TACV. 

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Santo Antão: Vinda de turistas islandeses à ilha confirma que turismo local está a conquistar novos mercados na Europa

Cabo Verde precisa de um quadro regulatório mais forte de integração entre a biodiversidade e o turismo

Sal: Praia de Santa Maria poderá hastear Bandeira Azul dentro de três anos – Biosfera1

Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG

Primeiros inspetores chefes da PJ de Cabo Verde com formação da congénere portuguesa