Sata quer trazer turistas alemães, norteamericanos e canadianos para Cabo Verde

No total, entre 3 de Junho e 31 de Dezembro, a Sata transportou 5600 passageiros desembarcados e 5200 embarcados, nos 102 voos operados entre Praia e Ponta Delgada.

A Sata vai apostar forte no mercado cabo-verdiano em 2018. De acordo com informações avançadas por Carlos Santos, gestor de mercado de Cabo Verde, a empresa estima “crescer, e muito,” no decorrer deste ano.

“A rota começou com a questão de ligar Cabo Verde aos Estados Unidos e neste momento já são outros interesses. A macaronésia tem de ser envolvida aqui, o mercado português, o canadiano e o europeu, também, e com tudo isso vai aumentar o trafego de passageiros”, explicou aos jornalistas Carlos Santos, durante um encontro sobre o balanço das operações da companhia, que aconteceu no final da tarde de ontem na capital.

Depois de nove meses a operar no mercado  cabo-verdiano, desde 3 de Junho do ano passado, com duas ligações  semanais entre Ponta Delgada e Praia, a Sata quer começar a apostar no mercado turístico além do étnico.

“Vamos apostar no mercado alemão porque Cabo Verde é um mercado muito apeticível para os alemães”. A ideia, por exemplo, no caso dos alemães, é fazer um combinado com Açores e Cabo Verde.

Aos alemães juntam-se os canadianos, pois a Sata tem cinco ligações semanais com Toronto, no Canada, mas também outros destinos, potenciando o hub da companhia. “Ponta Delgada é o hub que dá ligação a Boston e outros mercados como Canada, Alemanha, Portugal, Madeira”, esclareceu.

O facto de Cabo Verde ter sido indicado pela CNN como um dos destinos a visitar em 2018, levou também a empresa a fechar um protocolo com a a Associação de Turismo de Santiago para trazer turistas norteamericanos para Cabo Verde.

Boston – Cabo Verde é assim um mercado importante para a Sata, não só tendo em conta que nos dois voos semanais que a companhia faz via Boston, a maioria dos passageiros que vêm no voo têm Praia como destino, mas pelo potencial turístico diversificado.

Dados que reforçam o balanço positivo destes nove meses de operação. “Tivemos uma taxa de ocupação acima dos 90% de Junho a Setembro, e entre 50 a 60%, nos restantes meses até final do ano”, referiu Carlos Santos.

No total, entre 3 de Junho e 31 de Dezembro, a Sata transportou 5600 passageiros desembarcados e 5200 embarcados, nos 102 voos que a companhia operou entre Praia – Ponta Delgada – Praia.

Fonte: A Nação

Notícias

“MEETUP TREKKING” São Nicolau: Descobrir a cultura e as vivências locais, caminhando

Hilton Cabo Verde Sal Resort conquista dois prémios no World Travel Awards 2018

9ª edição do Cabo Verde International Film Festival arranca hoje: Firmeza abre o festival

São Vicente: 60 expositores na VII edição da Expomar

Germano Almeida, Lázaro Ramos, Miguel Sousa Tavares e Carmen Posadas são convidados da Morabeza – Festa do Livro