São Vicente acolhe 3ª mesa redonda sobre turismo urbano, cultural e náutico

É já esta quinta-feira,30, prolongado-se até o dia 31 deste mês, que acontece a 3ª mesa redonda sobre “turismo urbano, cultural e náutico”, em Mindelo, São Vicente. Patrocinado pelo Governo de Cabo Verde, através do Ministério da Economia e Emprego e da Direcção Geral do Turismo e Transportes, conta com a pereceria da Câmara Municipal de São Vicente e da Câmara do Turismo de Cabo Verde. Tem por fim analisar - junto das Câmaras municipais, instituições ligadas ao turismo, investidores e operadores locais -, propostas de solução para o desenvolvimento futuro, nos sectores de infra-estruturas, planeamento, requalificação urbana, segurança, saúde, saneamento, energia, água e educação.

A organização desta mesa redonda terá três painéis temáticos, com foco nas oportunidades e nos desafios para a construção de um turismo urbano e cultural rentável e sustentável, nas propostas para o desenvolvimento do turismo náutico em Cabo Verde e nas formas de financiamento do turismo e da participação da classe empresarial nacional.

Irlando Ferreira (Ministério da Cultura), César Freitas (Ordem dos Arquitectos), Linda Pereira (CPL Events), Jorge Maurício (Enapor), Silvestre Évora (ordem dos Advogados), Jean Yves Audrain (ECOPLAGE), Paulino Dias (PD Consult Lda), José Almada Dias (Empresário) e Carlos Baessa Chaves (BAI Cabo Verde), são os principais oradores desta terceira mesa redonda. Acomtece depois da realiza na Boa Vista, em janeiro, que tratou do turismo dedicada ao segmento sol e praia, e a de Santo Antão, que incidiu sobre o turismo rural e de natureza.

Para a organização do evento, a escolha de São Vicente para esta mesa redonda tem a ver com as suas características de ilha urbana, “com um cosmopolitismo que lhe advém da sua tradição de cidade-porto, com forte ligação ao mundo e à economia marítima”

Entende o Ministério da Economia e Emprego que são necessários muitos desafios para que Cabo verde tenha um turismo sustentável, equilibrado, inclusivo e que vá de encontro às gerações vindouras. “É já consensual que o turismo deverá ser o pilar do desenvolvimento económico de Cabo Verde e, neste momento, todas as ilhas e concelhos ambicionam ter o seu quinhão desta actividade transversal que arrasta toda a comunidade”, refere-se.

Como resultados desta mesa redonda, o Ministério da Economia e do Emprego espera recolher subsídios necessários que orientem o desenvolvimento do turismo nacional e encontrar um ponto de equilíbrio na relação deste sector com o meio ambiente e com o património histórico material e imaterial, “de modo que a atractividade dos recursos naturais não sejam a causa da sua degradação a nível do país”.

Fonte: A Semana

Notícias

Estrada de Chã de Pedras inaugurado no dia 25 de junho

Maritza Rosabal visita Sal e São Nicolau

Cabo Verde vai negociar com UE alargamento do acordo de parceria

FMI em Cabo Verde para avaliar políticas macroeconómicas

Ilha Brava: V Edição da Feira Agro-Pecuária começa hoje

Equipa de Coordenação de Reformas da Administração Pública já foi constituída

Governo vai aumentar o salário mínimo nacional para 15 mil escudos mensal até 2021

Cabo-verdiano reconduzido como Juíz do Tribunal Internacional dos Direitos do Mar

Governo e oposição concertam posições em matérias estruturantes para Cabo Verde

UE alarga prazo a Cabo Verde para exportar pescado no mercado europeu

Cabo Verde reavalia investimentos do BAD dado baixo nível de execução de projetos

Cabo Verde enfrenta ainda “grandes precariedades” na disponibilização de água - PR

90,1% da população já tem acesso à eletricidade em Cabo Verde, diz estudo

Advogados suspendem assistência judiciária oficiosa em Cabo Verde

Empresário chinês de Macau abre banco em Cabo Verde

Banco Central de Cabo Verde procede a corte de dois pontos na taxa diretora

Côte d’Ivoire interessada na experiência de Cabo Verde em matéria de governação eletrónica

Workshop nacional prepara novo quadro de cooperação entre o Governo de Cabo Verde e as Nações Unidas – UNDAF

Empresários cabo-verdianos procuram novas alternativas de negócios em missão à Holanda e Luxemburgo

Volume de negócios nos serviços regista variação homóloga de 5,8% no primeiro trimestre de 2017

Prémio Nacional de Qualidade distingue organizações que contribuem para competitividade do país

Binter Cabo Verde promete que vai garantir “ligação eficiente” entre as ilhas a partir de 1 de Agosto

Porto de águas profundas chumbado pelo Governo

São Vicente: Os artesãos e o CNAD realizam Feira de Artesanato em comemoração do Dia das Crianças