Reguladora da aviação quer implementar stopover em Cabo Verde

Agência de Aviação Civil quer introduzir o conceito de stopover em Cabo Verde. Reguladora colocou o regulamento em consulta pública

A AAC publicou, para consulta pública, o regulamento que, entre outras medidas, prevê o estabelecimento do conceito de stopover em Cabo Verde.

Entrando este novo regulamento em vigor, passa a ser possível fazer uma escala de até cinco dias entre o ponto de partida e o destino final da viagem.

Esta medida tem sido implementada com sucesso em diversos países que, tendo um hub aéreo em funcionamento, têm visto aumentar o número de turistas. O exemplo de Portugal é reconhecido a nível internacional uma vez que no primeiro ano de aplicação deste programa de escalas prolongadas, cerca de 40 mil turistas visitaram o país.

Segundo o jornal Negócios, quando “foi lançado em Julho de 2016 pela TAP, o programa Portugal Stopover permitia que os passageiros em trânsito em Lisboa e Porto pudessem passar até três dias (entretanto alargado a cinco) nestas cidades sem pagar mais. Além disso, têm acesso a uma rede de parceiros como hotéis, restaurantes e experiências turísticas”.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis