Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG

Todas as praias cabo-verdianas têm condições de obter a Bandeira Azul, desde que sejam implementadas medidas que garantam a qualidade das águas e das areias e afaste os cães destes espaços, segundo a representante do programa no país.

Patrícia Rendall Rocha, da Associação para a Defesa do Meio Ambiente Biosfera, membro oficial e operador nacional do programa da Fundação para a Educação Ambiental (FEA) em Cabo Verde, que atribui a Bandeira Azul, explicou que, apesar do trabalho a fazer, as praias cabo-verdianas têm condições para serem distinguidas.

Para poderem ostentar a Bandeira Azul, as praias têm de cumprir um conjunto de “requisitos de qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infraestruturas de apoio, informação aos utentes e sensibilização ambiental”.

Cabo Verde, onde as praias são uma das principais razões para ser um destino turístico, ainda não tem nenhuma Bandeira Azul, mas a Câmara Municipal do Sal, a mais turística das ilhas, mostrou interesse e contactou a Biosfera para que esta a informasse das condições necessárias.

A Câmara Municipal do Sal pretende que a praia de Santa Maria ostente esta classificação, mas para isso terá de apresentar, tal como todas as outras, um conjunto de condições.

Além da qualidade das águas e das areias, as praias não poderão permitir animais como cães, frequentemente visíveis nestes espaços em Cabo Verde.

Patrícia Rendall Rocha reconhece que há ainda muito trabalho a fazer, nomeadamente na aplicação da lei, já que em termos legislativos existe matéria suficiente, disse.

Com vista ao desenvolvimento das condições para a candidatura do Sal, realiza-se quarta e quinta-feira, no Sal, o primeiro Workshop Nacional Bandeira Azul – Cabo Verde, onde participarão elementos do Governo cabo-verdiano e de instituições privadas e não governamentais para o esclarecimento dos critérios de candidatura ao programa Bandeira Azul da FEE.

Fonte: A Nação

Notícias

Governo lança obras de reabilitação das duas casas de Eugénio Tavares na Ilha da Brava

“Até hoje faltou um organismo capaz de dialogar com os empresários do sector turístico”

Dia Nacional da Cultura comemorado sob o lema “eu_génio: do legado à ficção”

Governo prevê funcionamento da Universidade Técnica do Atlântico em 2020/2021

Santiago Norte: Municípios juntam-se ao MCIC para homenagear a Morna no Dia Nacional da Cultura e Comunidades