Paralímpico cabo-verdiano conquista segunda medalha de ouro em campeonato mundial

O atleta paralímpico cabo-verdiano, Gracelino Barbosa, conquistou quarta-feira uma segunda medalha de ouro no Campeonato do Mundo de INAS (Atletismo para a Deficiência Intelectual), que decorre em Banguecoque (Tailândia), ao vencer a prova dos 110 metros barreiras, com a marca de 14 segundos e 72 centésimos.

Gracelindo Barbosa, de 28 anos de idade, que já tinha ganho uma primeira medalha de ouro na prova dos 100 metros livres, volta às pistas do Estádio Suphachalasai quinta-feira para tentar ganhar uma terceira medalha de ouro, desta feita, na final dos 400 metros barreiras.

Medalhado de bronze nos Jogos Paralímpicos de Rio’2016 (Brasil), Gracelino Barbosa está a ter uma participação em grande neste mundial, não obstante ter-se deslocado à Tailândia para competir sem qualquer treinador ou elemento do staff.

Terça-feira última, o Governo de Cabo Verde, através de um comunicado divulgado pelo Ministério do Desporto, regozijou-se com “mais um título alcançado” por Gracelindo Barbosa.

O documento recorda que o paralímpico “já possuí um rico curriculum donde constam também um recorde do mundo nos 60 metros barreiras e, consequentemente, um medalha de ouro no campeonato do mundo INAS de Ancona (Itália), em 2016, com o tempo de oito segundos e 49 centésimos”.

A nota governamental lembra ainda que Gracelino Barbosa detém o recorde mundial dos 400 metros, conseguido no Campeonato de Clube de Portugal de Pista Coberta, também em 2016.

Fonte: Panapress

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis