PR sensibiliza governantes portugueses para situação da comunidade cabo-verdiana em São Tomé e Príncipe

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca disse hoje que teve um diálogo de “sensibilização” com o seu homólogo, Marcelo Rebelo de Sousa e com o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal visando a situação da comunidade cabo-verdiana em São Tomé e Príncipe.
Jorge Carlos Fonseca que falava à imprensa em jeito de balanço da visita a Cabo Verde do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, que terminou hoje, afirmou que a intenção é fazer com que Portugal participe também na melhoria de condições de vida dessa comunidade que chegou a São Tomé e Príncipe em anos anteriores à independência do arquipélago.

“A comunidade de São Tomé e Príncipe tem os problemas que todos nós conhecemos, e pelo facto de ter chegado a este país em anos anteriores à independência, tentei falar com o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa e o ministro português dos Negócios Estrangeiros para esta situação”, disse.

O que fiz após um diálogo de sensibilização, foi perguntar-lhes se estariam disponíveis para “junto connosco vermos algum mecanismo que possa levar a melhorar o sofrimento e os problemas sociais dos nossos neste país”, realçou.

Neste particular, Jorge Carlos Fonseca acredita ter deixado os governantes portugueses sensibilizados com a causa, pois, sublinha ter recebido a promessa de que na visita do governante a São Tomé e Príncipe, no mês de Maio, o tema será abordado.

“É um tema novo, nós temos uma boa relação com o Governo de São Tomé e Príncipe e vamos tentar resolver isso”, concluiu.

A emigração dos cabo-verdianos para São Tomé e Príncipe começou em 1903, para trabalhar como mão-de-obra nas roças (plantações) são-tomenses. Não há registos sobre o número exato, mas acredita-se que na ilha de Príncipe 80% da população seja constituída por cabo-verdianos e seus descendentes que vivem com vários problemas sociais.

Fonte: Sapo Notícias

Notícias

Estrada de Chã de Pedras inaugurado no dia 25 de junho

Maritza Rosabal visita Sal e São Nicolau

Cabo Verde vai negociar com UE alargamento do acordo de parceria

FMI em Cabo Verde para avaliar políticas macroeconómicas

Ilha Brava: V Edição da Feira Agro-Pecuária começa hoje

Equipa de Coordenação de Reformas da Administração Pública já foi constituída

Governo vai aumentar o salário mínimo nacional para 15 mil escudos mensal até 2021

Cabo-verdiano reconduzido como Juíz do Tribunal Internacional dos Direitos do Mar

Governo e oposição concertam posições em matérias estruturantes para Cabo Verde

UE alarga prazo a Cabo Verde para exportar pescado no mercado europeu

Cabo Verde reavalia investimentos do BAD dado baixo nível de execução de projetos

Cabo Verde enfrenta ainda “grandes precariedades” na disponibilização de água - PR

90,1% da população já tem acesso à eletricidade em Cabo Verde, diz estudo

Advogados suspendem assistência judiciária oficiosa em Cabo Verde

Empresário chinês de Macau abre banco em Cabo Verde

Banco Central de Cabo Verde procede a corte de dois pontos na taxa diretora

Côte d’Ivoire interessada na experiência de Cabo Verde em matéria de governação eletrónica

Workshop nacional prepara novo quadro de cooperação entre o Governo de Cabo Verde e as Nações Unidas – UNDAF

Empresários cabo-verdianos procuram novas alternativas de negócios em missão à Holanda e Luxemburgo

Volume de negócios nos serviços regista variação homóloga de 5,8% no primeiro trimestre de 2017

Prémio Nacional de Qualidade distingue organizações que contribuem para competitividade do país

Binter Cabo Verde promete que vai garantir “ligação eficiente” entre as ilhas a partir de 1 de Agosto

Porto de águas profundas chumbado pelo Governo

São Vicente: Os artesãos e o CNAD realizam Feira de Artesanato em comemoração do Dia das Crianças