ONU disponibiliza $16,6 milhões para programa anual de trabalho em Cabo Verde

A Organização das Nações Unidas (ONU) desembolsará 16 milhões e 600 mil dólares para financiar ações previstas num plano anual de trabalho em Cabo Verde.

O acordo anual, assinado na capital cabo-verdiana quinta-feira pelo ministro cabo-verdiano dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, e pela coordenadora residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, Ulrika Richardson, é o último do programa quinquenal celebrado entre as duas partes em 2012.

O programa-quadro das Nações Unidas para a Assistência ao Desenvolvimento (UNDAF) de Cabo Verde abrangia inicialmente o período 2012-2016. No entanto, ele foi alargado até 2017 por causa do período eleitoral de 2016 e da definição de novas prioridades por parte do atual Governo empossado em abril último.

De acordo com o chefe da diplomacia cabo-verdiana, o programa anual é o culminar de um processo iniciado em 2012 e de uma "estreita colaboração" entre Cabo Verde, a ONU e  parceiros internacionais.

Luís Filipe Tavares adiantou que deste constam eixos como o crescimento inclusivo e a redução da pobreza, a consolidação das instituições, a democracia e a cidadania, a redução das desigualdades e de disparidades, bem como a sustentabilidade e a adaptação às mudanças climáticas.

Segundo ele, o objetivo do empreendimento é dar respostas a setores como a saúde, a proteção social, a educação, a justiça, o emprego, a segurança, a agricultura e a segurança alimentar, a pesca, o urbanismo, a demografia e migrações.

O governante sublinhou a importância do setor privado e os "resultados significativos" alcançados em 2016, destacando a "boa execução financeira" do programa-quadro até agora na ordem dos 94%.

Por sua vez, Ulrika Richardson salientou que se trata de um "momento importante" para ONU e destacou o facto do novo programa anual ter sido elaborado com a colaboração de mais de 80 parceiros, entre públicos, privados e sociedade civil.

Ela considera que o valor a ser desembolsado este ano é um "importante contributo" para o arquipélago, garantindo no entanto que se trata de algo que a organização quer reforçar e fazer um trabalho conjunto mais estratégico no sentido de mobilizar parcerias e financiamentos.

Fonte: Panapress

Notícias

Ilha do Sal: Segunda edição do Festival Internacional de Literatura arranca esta quinta-feira com cerca de 40 escritores

MCIC apresenta I edição da “Viagem pela história” na Ribeira Grande de Santiago

Maio acolhe “Djarmai Campus-Summer School” em Agosto

Cabo Verde adere a convenções do conselho da Europa sobre proteção de dados e cibercriminalidade

Porto Novo: Operador estrangeiro confirma investimento de 70 mil contos no sector das pescas

O objectivo último é que Cabo Verde, um dia, deixe de precisar da cooperação para o desenvolvimento

Governo dos Açores confiante na cooperação entre ilhas da Macaronésia

Miguel Rosa: “É importante aprender com os erros” do Sal e Boa Vista

Grupo Rangel e Binter CV firmam acordo para o transporte de carga

Vice-Primeiro Ministro assina donativo de 10 milhões de euros com Fundo Orio para o Terminal de Cruzeiros do Mindelo

São Vicente: “Diplomacia gastronómica” como pedra de toque da VI edição do Kavala Fresk Feastival

Editores esperam que presidência da CPLP dinamize literatura e cultura lusófona

Cinquenta jovens iniciam formação em restauração e gestão de ordenamento hoteleiro na EHTCV

Pedro Lopes participa no primeiro programa da Fundação Obama em África Detalhes

Ministério da Cultura realiza 1º Fórum Nacional de Editores e Livreiros de Cabo Verde

“De uma forma geral, em termos de criação de emprego, o impacto do turismo é positivo” – José Gonçalvez

Cabo Verde quer reactivar ligações aéreas com São Tomé e Príncipe

Governo quer fazer deste arquipélago uma Nação “útil” ao mundo no Atlântico Médio

Há oportunidades, mas algum cuidado não faz mal a ninguém

Ministro José Gonçalves representa Cabo Verde na 61ª reunião da Comissão Regional da OMT para a África

Santo Antão: Estância turística de Passagem reaberta na próxima semana com inauguração das obras de reabilitação

Santo Antão: Operadores turísticos desejam criação de uma representação do Ministério do Turismo na ilha

Fogo: Projecto “Rotas do Fogo” defende criação de órgãos permanentes de tutela e controlo da praia de Fonte Bila

Especialistas do Banco de Portugal não vêem vantagens na euroização da economia cabo-verdiana

Festival de Literatura-Mundo do Sal vai ter extensão em Lisboa este ano e perspectiva Brasil em 2019

Turistas gastam em média 4.518 escudos, por dia, em Cabo Verde

Ilha do Maio: Ministro José Gonçalves faz balanço positivo do encontro de alto nível sobre o turismo

Cabo Verde aproveita cimeira da Macaronésia para se afirmar como ponte entre Europa e África

José Gonçalves quer ilha do Maio com turismo "diferente e planeado"

Santo Antão recebe seminário internacional para debater o turismo ecológico

Agrupamentos competitivos de queijo do Fogo e Boa Vista de olhos no mercado turístico hoteleiro

Sector privado passa a gerir incubadoras de inovação

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo