ONU disponibiliza $16,6 milhões para programa anual de trabalho em Cabo Verde

A Organização das Nações Unidas (ONU) desembolsará 16 milhões e 600 mil dólares para financiar ações previstas num plano anual de trabalho em Cabo Verde.

O acordo anual, assinado na capital cabo-verdiana quinta-feira pelo ministro cabo-verdiano dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, e pela coordenadora residente do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, Ulrika Richardson, é o último do programa quinquenal celebrado entre as duas partes em 2012.

O programa-quadro das Nações Unidas para a Assistência ao Desenvolvimento (UNDAF) de Cabo Verde abrangia inicialmente o período 2012-2016. No entanto, ele foi alargado até 2017 por causa do período eleitoral de 2016 e da definição de novas prioridades por parte do atual Governo empossado em abril último.

De acordo com o chefe da diplomacia cabo-verdiana, o programa anual é o culminar de um processo iniciado em 2012 e de uma "estreita colaboração" entre Cabo Verde, a ONU e  parceiros internacionais.

Luís Filipe Tavares adiantou que deste constam eixos como o crescimento inclusivo e a redução da pobreza, a consolidação das instituições, a democracia e a cidadania, a redução das desigualdades e de disparidades, bem como a sustentabilidade e a adaptação às mudanças climáticas.

Segundo ele, o objetivo do empreendimento é dar respostas a setores como a saúde, a proteção social, a educação, a justiça, o emprego, a segurança, a agricultura e a segurança alimentar, a pesca, o urbanismo, a demografia e migrações.

O governante sublinhou a importância do setor privado e os "resultados significativos" alcançados em 2016, destacando a "boa execução financeira" do programa-quadro até agora na ordem dos 94%.

Por sua vez, Ulrika Richardson salientou que se trata de um "momento importante" para ONU e destacou o facto do novo programa anual ter sido elaborado com a colaboração de mais de 80 parceiros, entre públicos, privados e sociedade civil.

Ela considera que o valor a ser desembolsado este ano é um "importante contributo" para o arquipélago, garantindo no entanto que se trata de algo que a organização quer reforçar e fazer um trabalho conjunto mais estratégico no sentido de mobilizar parcerias e financiamentos.

Fonte: Panapress

Notícias

IPC realiza primeiro mergulho em arqueologia subaquática no ancoradouro da Cidade Velha

Biblioteca Nacional lança reedição de “Chiquinho” e promete edição de seis obras por ano

NOSi poderá representar um suporte do desenvolvimento tecnológico para construção de uma sociedade digital no país – PR

Lançamento do projecto sobre a Promoção da Economia Azul reúne principais gestores da Economia Marítima

Mindelo: Atelier de lançamento do projecto sobre a Promoção da Economia Azul reúne principais “stakeholders” da Economia Marítima

São Vicente: Trinta formandos recebem certificados na área de guia de turismo comunitário

Santa Catarina: Assembleia Municipal com Ribeira da Barca na agenda

Santo Antão: Criação do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias traz à ilha catedráticos de Portugal

Artistas da CPLP pedem "passaporte artístico"

Cabo Verde quer afirmar-se como plataforma tecnológica de referência em África

Novo presidente da AAVT quer transformar agências de viagens

Escavações arqueológicas na Igreja de São Tiago Maior concluídas

Empresários nacionais desafiam Portugal a deslocalizar empresas para Cabo Verde

AJEC propõe plataforma de informações sobre oportunidades de investimentos

Literatura: VIII Encontro de Escritores de Língua Portuguesa acontece de 19 a 21 de Abril na UNICV

Criada equipa que vai coordenar Zona Económica Especial

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

Empresa alemã introduz energia das ondas do mar em Cabo Verde

Santo Antão: Representante da OMS exorta Cabo Verde a preparar-se para enfrentar emergências sanitárias

Santo Antão: Fábrica de sabonetes abre portas no Porto Novo e já cogita exportar para os EUA

Praia: Conjunto Histórico e Arqueológico da Trindade vai ser património nacional – ministro

Ilha do Fogo: Técnicos de Monumentos e Sítios do IPC na região Fogo e Brava para inventariar património cultural imóvel

Emprofac prevê um crescimento de 7% em 2018

Regionalização: Olavo Correia reposiciona-se

Ampliar o mercado africano para os países africanos

PM espera consensos necessários entre os deputados para se avançar com a Regionalização

Directora regional da OMT recomenda diversificação dos modelos de oferta turística em Cabo Verde

Dia Mundial do Teatro: Mindelact distingue jornalista Fonseca Soares com Prémio de Mérito Teatral

Capacidade de alojamento em Cabo Verde aumentou em 18% em 2017 – INE

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo