Mobilidade dentro da CPLP é importante para que cada cidadão sinta a comunidade como sua – António Costa

O primeiro-ministro português, António Costa, reiterou hoje, na Cidade da Praia, a importância da mobilidade dentro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) para que cada cidadão sinta a mesma como algo que é seu.

O chefe do Executivo de Portugal fez a afirmação, em declarações à imprensa no final de uma visita de cortesia efetuada ao Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, à margem da IV Cimeira de Chefes de Governo de Cabo Verde e de Portugal, que teve lugar hoje na capital do país sob o tema “Crescimento sustentável em segurança”.

António Costa revelou que ainda hoje o Governo português entregou ao Executivo cabo-verdiano um documento de trabalho sobre a mobilidade, resultado de uma iniciativa conjunta entre os dois Estados, que foi “muito bem aceite”.

“Para o ano que vem, Cabo Verde vai assumir a presidência da CPLP e contamos que, juntos, possamos ajudar a dinamizar este projeto, que é muito importante para que cada cidadão dos Estados membros da CPLP, sinta a comunidade como algo que é seu”, frisou.

Para o primeiro-ministro daquele país europeu, só assim os cidadãos vão poder, no seu dia-a-dia, circular livremente no espaço da comunidade, fixar residência, ver as suas habilitações académicas reconhecidas em todo o espaço e poderem aceder ao exercício das profissões reguladas em qualquer um dos países.

“Da nossa parte, o timing para a efetivação desse processo, quanto mais cedo, melhor para podermos levar essa missão para frente”, sublinhou, lembrando que o acolhimento que a ideia teve na Cimeira do Brasil, em 2016, foi “muito positivo” por parte de todos os Estados-membros.

Costa que diz contar com a colaboração de todos para que possam avançar, em parceria com Cabo Verde, teve, imediatamente, a resposta do ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades, Luís Filipe Tavares, que o acompanhava, de que o arquipélago está, também, empenhado nesse processo.

Quanto ao encontro com o Presidente da República, António Costa explicou que faz parte do diálogo político “muito intenso” que Portugal e Cabo Verde mantém, recordando que em Abril, o Presidente da República portuguesa, Marcelo Rebelo e Sousa, fará também uma visita a Cabo Verde.

Presentes no encontro com Jorge Carlos Fonseca estiveram, da parte de Portugal, os ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, da Defesa Nacional, José Lopes, do Ambiente, João Pedro Fernandes, da Educação, Tiago Brandão Rodrigues e da ministra da Administração Interna, Constança Sousa.

As secretárias de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, Adjunta do Primeiro-ministro, Mariana da Silva e Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, assim como a embaixadora de Portugal em Cabo Verde, Helena Paiva, também participaram na visita.

Da parte de Cabo Verde, para além do ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades, Luís Filipe Tavares, marcou presença o embaixador de Cabo Verde em Portugal, Eurico Monteiro.

Acimeira luso-cabo-verdiana que foi instituída pelo Tratado de Amizade e Cooperação, assinado entre os dois países, em 2010, em Lisboa, tem o intuito de avaliar o estado das relações entre os dois países e propor medidas para a sua dinamização e diversificação, sobretudo, no eixo cooperação.

Depois do encontro com o Presidente da República, António Costa presidiu a inauguração da escola portuguesa na Cidade da Praia, para no último ponto da sua estada de 24 horas em Cabo Verde, reunir-se com a comunidade portuguesa no país.

Fonte: InforPress

Notícias

Banana de Santa Cruz poderia abastecer mercado turístico de Sal e Boa Vista

UNESCO recomenda a Cabo Verde ratificação de convenções sobre património imaterial

Comércio entre a China e os países lusófonos sobe 30,2% até Agosto

ONU alerta para esforço comum para atingir o desenvolvimento sustentável em 2030

IV fórum Mundial de Desenvolvimento Local: Presidente alerta que o mundo tem recursos para travar perdas no desenvolvimento humano e social e reduzir privação

Subsecretária-geral da ONU enaltece “história de sucesso” de Cabo Verde em matéria de desenvolvimento

Fórum vai trazer o mundo para Cabo Verde – representante das Nações Unidas

Secretária-Adjunta do Secretário Geral das Nações Unidas inicia hoje uma visita de três dias

Senegal apoia candidatura de Cabo Verde à Comissão da CEDEAO

PR participa na conferência que assinala Dia da Cultura e das Comunidades Cabo-verdianas em Portugal

Santiago: Calheta de São Miguel acolhe VI Encontro Técnico da Rede Temática da Proteção Civil 2017

Antigo Seminário de S. Nicolau: Gualberto do Rosário sugere a criação da Universidade Católica de Cabo Verde

Director-geral do Turismo e Transportes demite-se do cargo

Porto Novo: Governo avança com 60 mil contos para construção da estrada de acesso à Chã de Branquinho

Governo anuncia plano de emergência para responder à seca

Praia acolhe workshop sobre o “Estudo da Situação da Justiça em Cabo Verde”

Santo Antão: Grogue do Tarrafal de Monte Trigo já está a ser engarrafado para exportação

BCV prevê aumento do PIB próximo dos 4% em 2018

Governo sensível às questões da Diáspora cabo-verdiana

Cabo Verde nomeia embaixadores urbanos para sensibilizar nas questões de habitação

Santo Antão: Época alta do turismo arranca com os operadores optimistas

Ilha do Sal foi palco da 1ª edição da Gala “Cabo Verde Tourism Awards”

Fogo: Cerca de 110 mil contos dispensados aos municípios para o Turismo até 2021

Dia Mundial do Turismo comemorado sob o lema “Turismo sustentável, uma ferramenta para o desenvolvimento”

JPAI promove conversa aberta sobre Educação como Arma para o Desenvolvimento

Cabo Verde na Feira Internacional do Turismo Top Resa em Paris

Governo de Piemonte oferece unidade de produção de ração aos produtores do Planalto Norte de Santo Antão

Queijo de Santo Antão premiado em Itália

Santa Catarina: Terminal rodoviário estará pronto em Outubro

Boa Vista: Câmara Municipal e SDTIBM promovem semana de empreendedorismo