​Mindelo recebe seminário da Rede Mulheres Profissionais Marítimas e Portuárias da África Ocidental e Central

São Vicente acolhe, entre 15 a 17 deste mês, o “Seminário Internacional da Rede das Mulheres Profissionais Marítimas e Portuárias da África Ocidental e Central - RMPMP-AOC”. O evento internacional acontece sob o tema “Os Portos da África Ocidental e Central e os países sem litoral: Que papel para o desenvolvimento de África?”.

De acordo com um comunicado emitido hoje pela Enapor – Porto de Cabo Verde, durante os três dias serão discutidos e consensualizadas recomendações que possam ajudar os Portos da África Ocidental e Central e os países sem litoral a implementar políticas e projectos que promovam a integração da mulher e o desenvolvimento do continente.

O Estado do Comércio Internacional na África Ocidental e Central, a Estado das relações entre portos da AOC e seus territórios sem litoral, o Empoderamento da Mulher Marítima à realidade Cabo-verdiano e Conciliação da vida familiar e laboral são alguns dos assuntos que estarão em debate.

A Assembleia Geral da Rede das Mulheres Profissionais Marítimas e Portuárias da África Ocidental e Central (RMPMP-AOC) é outra atividade enquadrada no programa do referido Seminário.

Este ano, para comemorar o Dia Mundial Marítimo, a Organização Marítima Internacional (OMI), adoptou o tema "O Empoderamento das Mulheres na Comunidade Marítima”.

“Enquadrado neste âmbito, o Seminário Rede das Mulheres Profissionais Marítimas e Portuárias da África Ocidental e Central acontece sob o lema “As Mulheres dos Portos de África Ocidental e Central para a Integração Económica do Continente”, lê-se.

A organização do evento está a cargo da ENAPOR, enquanto membro ativo da AGPAOC, em pleno exercício do seu mandato de Presidente.

De acordo com o programa, o seminário realiza-se no Auditório Onésimo Silveira, na Universidade do Mindelo. A cerimónia de abertura vai ser presidida pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva. O encerramento estará cargo do ministro da Economia Marítima José Gonçalves.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Produtos hortícolas de Cabo Verde têm menos pesticidas do que os importados, explica director nacional do Ambiente

Santo Antão: Vinda de turistas islandeses à ilha confirma que turismo local está a conquistar novos mercados na Europa

Cabo Verde precisa de um quadro regulatório mais forte de integração entre a biodiversidade e o turismo

Sal: Praia de Santa Maria poderá hastear Bandeira Azul dentro de três anos – Biosfera1

Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG