Liberdade de imprensa: MpD satisfeito com subida de Cabo Verde no ranking

Miguel Monteiro, secretário-geral do MpD, disse hoje que o seu partido está satisfeito com a subida de Cabo Verde no ranking da liberdade de imprensa e acrescentou que "melhorar é sempre positivo"

O problema é a autocensura dos jornalistas, apontou Miguel Monteiro enquanto citava o relatório elaborado pelos Repórteres Sem Fronteiras que destaca igualmente que este fenómeno se verifica "devido ao tamanho pequeno do país e à paisagem mediática que encoraja os jornalistas a não se atritar com potenciais futuros empregadores”.

Ainda assim, frisou o secretário-geral do MpD, o relatório indica que “Cabo Verde se distingue pela ausência de ataques contra jornalistas e uma grande liberdade de imprensa. O último processo por difamação foi em 2002. Grande parte das medias pertence ao governo, sobretudo a principal rede de televisão, TCV, e a Rádio Nacional de Cabo Verde, mas seus conteúdos não são controlados".

Quanto à independência dos órgãos privados de comunicação social, Miguel Monteiro destacou a necessidade de estes encontrarem novas formas de financiamento para fazerem face às dificuldades financeiras que assolam o sector. Ainda assim, disse, esse financiamento não deverá passar por um aumento da subsidiação pública.

O relatório anual da Repórteres Sem Fronteiras (RSF) foi divulgado hoje e Cabo Verde surge na 27ª posição num total de 180 países. 

Ao alcançar esta classificação Cabo Verde é o melhor dos PALOP e o segundo melhor país de África.

O índice da liberdade de imprensa é elaborado pela RSF com base numa série de indicadores que avaliam, entre outros, o pluralismo, a independência dos media, o quadro legislativo em que operam e a segurança dos jornalistas quando realizam o seu trabalho.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis