Ilha do Fogo: Estudo sobre viabilidade técnica para iluminação do aeródromo de São Filipe será realizado em 2018 – PCA ASA

O estudo da viabilidade técnica para a iluminação da pista do aeródromo de São Filipe, que chegou a ser anunciado pelo ministro da Economia, no passado mês de Junho, vai ser realizado em meados de 2018.

O presidente do conselho da administração (PCA) da Empresa de Segurança Aérea (ASA), Jorge Benchimol Duarte, que efectuou quarta-feira a sua primeira visita às instalações do aeródromo de São Filipe, na qualidade de responsável da ASA, o estudo para iluminação do aeródromo de São Filipe será realizado em 2018, sem avançar uma data exacta para a sua concretização.

O PCA da ASA não quis avançar o prazo para o início e término do estudo e nem para as possíveis conclusões do estudo, indicando que o mesmo vai mostrar vários aspectos em relação à iluminação da pista.

“A iluminação de um aeródromo tem a ver com o aumento da capacidade da sua operação”, disse, indicando que o aeródromo de São Filipe opera, em média, três horas por dia, e a operação diurna ainda tem nove horas para dar, acrescentando que é por esta razão que se vai fazer o estudo.

Aquando do anúncio da realização do estudo, chegou-se a avançar que um operador turístico estaria disponível para co-financiar a sua realização, mas questionado sobre está possibilidade, o PCA da ASA diz não dispor de informação de que há privado interessado em co-participar na realização da iluminação do aeródromo.

Mas, há sensivelmente seis meses, o titular da pasta da Economia tinha afirmado que a iluminação é uma iniciativa de um investidor que pretende investir num turismo de ponta e de alto valor, através da construção de um empreendimento turístico perto da cidade de São Filipe, composto por um hotel de cinco estrelas e SPA, produção industrial e transformação de Aloé Vera (babosa), apartamentos e vilas e ainda zonas destinadas à actividade comercial, ocupando uma área de cerca de 15 hectares de terrenos, mas esta parceria não foi confirmada pelo PCA da ASA.

Além da realização do estudo para equacionar a possibilidade de iluminação da pista do aeródromo de São Filipe, o PCA da ASA indica que no decurso de 2018 vai-se melhorar as instalações, mostrando convicto de que no final de 2018 o aeródromo de São Filipe terá mais conforto e estará mais funcional.

Jorge Benchimol Duarte afirma que será feita uma avaliação das instalações actuais para ver o que pode ser melhorado e relocalizado, e em função do trabalho de levantamento da situação actual far-se-á a remodelação.

Acrescentou que a prioridade da ASA é fazer com que os aeroportos funcionem bem, melhorar as operações, o conforto dos passageiros, melhorar as relações com os clientes, que são as companhias aéreas, e depois de isso avaliar onde a procura justifica que se faça investimentos adicionais.

Segundo o responsável, ideia é fazer investimento na melhoria do terminal em 2018 e, sem avançar com pormenores, salientou que há muita coisa por fazer e empenhada nisso.

Com relação ao aumento do pessoal, afirma que será feito em função das necessidades porque o aeródromo está a funcionar em condições normais.

O PCA da ASA avistou-se com o edil de São Filipe, Jorge Nogueira, e questionado se a questão assumida pela anterior direcção da ASA para com a Câmara, que assumiu o pagamento do montante respeitante a área de servidão aeroportuária e a questão de apoio desta empresa na formação de bombeiros municipais, Jorge Benchimol Duarte disse que foi uma visita de cortesia e que foram analisados aspectos para o futuro e não o passado, sem levantar o véu sobre a matéria abordada.

Fonte: InforPress

Notícias

Empresários desesperam pela mobilidade económica

Angola, Brasil e Moçambique têm total de 720 mil "escravos modernos". Cabo Verde também faz parte da lista

Suspensão levantada. Cabo Verde Airlines já pode voltar aos aeroportos italianos

Cabo Verde apresenta programa da presidência da CPLP

Governo: Cabo Verde assume presidência do Conselho de Ministros da CPLP com humildade e sentido de responsabilidade

“Os alunos que só sabem crioulo, o resultado é o isolamento”

Caso de cancelamento de voos: Chega o primeiro Boeing, mas as ligações para rota das Américas podem não começar de imediato

Cimeira CPLP: Empresários querem que dinâmica do pilar económico comece a fazer-se sentir “de facto”

Pedro Morais: “Temos de transformar a História de São Nicolau em valor, em produto para vender”

Santo Antão: Raízes aposta na criação de “novas dinâmicas” para um turismo rural de qualidade na ilha

São Vicente: Carnaval do Mindelo “desembarca» na Nigéria a convite do Afreximbank

São Domingos: Autarquia aposta na requalificação urbana e promoção das ofertas turísticas

Cesária Évora homenageada no festival O Sol da Caparica

Obra de Dina Salústio entre os finalistas ao Prémio PEN de tradução

Porto Novo: Operadores turísticos avaliam os primeiros três meses do andamento do projecto Rotas das Aldeias Rurais

Instituto da Macaronésia propõe criar soluções para produção de água através do uso das energias renováveis

Plataforma IGRP Web é uma rede electrónica para a criação do emprego jovem – responsável

São Vicente: Carnaval de Verão com divulgação na Europa e no Brasil – organização

São Salvador do Mundo: Arrancam as obras do centro de transformação de produtos agrícolas

Santiago Norte: Projecto capacita jovens para área do turismo com foco na conservação da biodiversidade

Governo quer atrair investimentos da Diáspora com o Estatuto do Investidor Emigrante

Recomendação para ouvir: Mornas ao Piano - mais do que um disco … estórias sentidas e c(o)antadas

Regressa o Campus África, por uma ‘Macaronésia do conhecimento’

Operadores em Santo Antão querem atacar mercado africano

«Há interessados no mercado doméstico de transporte aéreo» - Olavo Correia

Governo sublinha papel da China na produção audiovisual em Cabo Verde

Bienal de Dança de Veneza entrega hoje Leão de Prata a Marlene Monteiro Freitas

OMS saúde progressos na melhoria das condições de vida da população em Cabo Verde

Três mil cabo-verdianos obtiveram nacionalidade Portuguesa em 2017

Sal: Festival Literatura-Mundo foi “fantástico” reunindo gente e escritores premiados de diferentes latitudes, dizem participantes

TradeInvest e Bringbuys assinam memorando para criação de polo tecnológico

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo