Governo pretende “ampliar” transportes aéreos com os Açores

Olavo Correia reuniu em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, com o vice-presidente do Governo dos Açores, no âmbito de uma visita oficial à região, que termina esta segunda-feira

O ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia, defende um reforço da cooperação com os Açores no sector dos transportes, da agricultura, formação profissional, entre outras potenciais áreas comuns aos dois arquipélagos.

“Os transportes é o mais importante. Queremos abordar este mercado porque onde existe emigração cabo-verdiana há também diáspora dos Açores, como nos EUA, mas também na França e outros mercados. Há aqui potencial para ampliar o mercado e poder cada um ter uma fatia maior”, declarou o responsável pela pasta das Finanças.

Olavo Correia, que reuniu em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, com o vice-presidente do Governo dos Açores, no âmbito de uma visita oficial à região, que termina esta segunda-feira, concretizou que gostaria que a SATA ligasse outros destinos a partir da cidade da Praia ou São Vicente, em Cabo Verde.

Actualmente a SATA liga Cabo Verde e os Açores, com extensão a Boston, nos Estados Unidos, e a outros destinos europeus e norte-americanos para onde voa actualmente a transportadora aérea açoriana.

O ministro de Cabo Verde, sobre a hipótese de uma participação do Governo dos Açores na companhia pública Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) disse que “esta é uma questão que poderá ser analisada posteriormente” no âmbito do processo de privatização, que “está a cumprir os trâmites legais”.

“Mas mais do que a participação directa na TACV está a cooperação entre os dois governos para abordar melhor o mercado dos transportes aéreos na perspectiva da diáspora, do turismo, mas também para que as nossas empresas sejam mais rentáveis”, frisou o governante.

Olavo Correia referiu que há mercado para os produtos açorianos em Cabo Verde, e vice-versa, tendo destacado os lacticínios, mas na sua opinião torna-se necessário “criar condições” em termos de transportes aéreos e marítimos.

O membro do executivo de Cabo Verde admitiu que existem contactos entre a indústria transformadora de atum Cofaco, com duas unidades nos Açores, e o governo do seu país, para a instalação de uma fábrica naquele arquipélago, tendo afirmado que estão a ser criadas condições em termos de impostos e financiamento, a par dos transportes para atrair investimento exterior.

O vice-presidente do Governo dos Açores, Sérgio Ávila, considerou que existe um “potencial de complementaridade em termos de estrutura produtiva e de “proximidade” que pode ser materializado através dos transportes aéreos e marítimos.

Sérgio Ávila afirmou que as ligações da SATA com Cabo Verde, a partir dos EUA, estão a decorrer com “excelente sucesso”, o que “permite perspectivar que há possibilidades de evolução” da operação.

Fonte: A Nação

Notícias

Turismo: Reino Unido lidera entradas e dormidas em Cabo Verde no 3º trimestre

Santiago: Escola de Música de São Domingos é inaugurada hoje

Mindelact’ 2017 – Organização diz que foi o melhor de sempre

“Na bancada todos têm opinião”, a resposta de Olavo Correia a José Maria Neves

Portugal acolhe Fórum de Desenvolvimento de Cabo Verde com enfoque no investimento externo

Bruma seca: voo da TAP desviado de São Vicente para a Praia

São Vicente: 21ª FIC com 100 expositores 53% dos quais de operadores de Cabo Verde

Cabo Verde e China renovam acordo no domínio da defesa

Mindelo acolhe XXI Edição da Feira Internacional de Cabo Verde

Ulisses Correia preside abertura Fórum Nacional de Educação

Estado ainda não concretizou entrada no capital da Binter Cabo Verde

Chegou o primeiro avião da Icelandair, há mais três a caminho

Fundação Amílcar Cabral cria circuito turístico do grogue e seus derivados em Santo Antão

Carvão do Maio pode vir a ser comercializado a partir de quarta-feira com marca própria

TUI já voa directo de Amsterdão para a Praia

Jorge Figueiredo acreditado como embaixador de Cabo Verde em Angola

Plano de emergência de Santa Catarina do Fogo ascende a 22 mil contos

Jaime Mayaki, OMT: O turismo não pode continuar a ser pensado como antes

TACV retoma ligações diárias entre Praia e Lisboa a partir de 7 de Novembro

Morabeza Festa do Livro arranca com formações e lançamento de livro de Eugénio Tavares

Porto Novo: Criação da paróquia São João Paulo II vai no mesmo sentido daquilo que pretendemos a nível autárquico – edil

Arlindo Carvalho é o novo presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde

Presidente da Câmara de Deputados de Luxemburgo visita Cabo Verde