Governo espera mais regularidade nos transportes marítimos a partir de Agosto

O serviço de transporte marítimo inter-ilhas deve passar a ser mais regular a partir de Agosto deste ano, com a operacionalização de todos os três navios da Cabo Verde Fast Ferry. É pelo menos essa a convicção do Ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves.

 A tutela garante que o navio da marinha mercante, Praia d’Aguada, acostado no cais do Porto Grande, em São Vicente, há mais de um ano, deve começar a navegar antes do final do mês de Abril. A embarcação, apesar de ter sido submetido a “grandes reparações” nos estaleiros navais da Cabenave, não se encontrava operacional, segundo o ministro, devido a problemas nas máquinas e nas gruas. Uma situação que já está resolvida.

“As máquinas e as gruas do Praia d’Aguada já foram todas reparadas e testadas, estão em condições normais de funcionamento, pelo que o navio encontra-se actualmente na fase final de apetrechamento de equipamentos de segurança, para ser submetido a vistoria e certificação até meados de Abril. Tudo leva a crer que o Praia d’Aguada estará a navegar antes do final do mês de Abril. A viagem reinaugural será de São Vicente a São Nicolau”, assegura.

Também o navio Kriola, da companhia Fast Farry, está nos estaleiros navais da Cabenave para reparação. O governante afirma que o mesmo deverá estar preparado para vistoria em meados de Maio, antecipando que deverá estar certificado em meados do mesmo mês. Nessa altura, será a vez do Liberdadi subir aos estaleiros navais para a sua manutenção regular.

“Com este plano de recuperação, todos os navios três navios da CV Fast Ferry estarão a operar a partir do mês de Agosto para segurar os serviços regulares dos transportes marítimos inter-ilhas, à todas as ilhas do arquipélago, com particular incidência nas ilhas menos servidas”, considera.

O Ministro da Economia e Emprego garante ainda que está em curso a actualização do estudo de satisfação das necessidades dos transportes inter-ilhas. Ao mesmo tempo, diz, também a CV Fast Ferry está a actualizar o seu plano de negócios e operacional para fazer face à procura nas ilhas menos servidas, como é o caso da Boa Vista, Maio, São Nicolau e Sal.

O governante falava hoje no parlamento, na sequência da interpelação do executivo pela bancada parlamentar do PAICV, sobre o sector dos transportes.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Estrada de Chã de Pedras inaugurado no dia 25 de junho

Maritza Rosabal visita Sal e São Nicolau

Cabo Verde vai negociar com UE alargamento do acordo de parceria

FMI em Cabo Verde para avaliar políticas macroeconómicas

Ilha Brava: V Edição da Feira Agro-Pecuária começa hoje

Equipa de Coordenação de Reformas da Administração Pública já foi constituída

Governo vai aumentar o salário mínimo nacional para 15 mil escudos mensal até 2021

Cabo-verdiano reconduzido como Juíz do Tribunal Internacional dos Direitos do Mar

Governo e oposição concertam posições em matérias estruturantes para Cabo Verde

UE alarga prazo a Cabo Verde para exportar pescado no mercado europeu

Cabo Verde reavalia investimentos do BAD dado baixo nível de execução de projetos

Cabo Verde enfrenta ainda “grandes precariedades” na disponibilização de água - PR

90,1% da população já tem acesso à eletricidade em Cabo Verde, diz estudo

Advogados suspendem assistência judiciária oficiosa em Cabo Verde

Empresário chinês de Macau abre banco em Cabo Verde

Banco Central de Cabo Verde procede a corte de dois pontos na taxa diretora

Côte d’Ivoire interessada na experiência de Cabo Verde em matéria de governação eletrónica

Workshop nacional prepara novo quadro de cooperação entre o Governo de Cabo Verde e as Nações Unidas – UNDAF

Empresários cabo-verdianos procuram novas alternativas de negócios em missão à Holanda e Luxemburgo

Volume de negócios nos serviços regista variação homóloga de 5,8% no primeiro trimestre de 2017

Prémio Nacional de Qualidade distingue organizações que contribuem para competitividade do país

Binter Cabo Verde promete que vai garantir “ligação eficiente” entre as ilhas a partir de 1 de Agosto

Porto de águas profundas chumbado pelo Governo

São Vicente: Os artesãos e o CNAD realizam Feira de Artesanato em comemoração do Dia das Crianças