Gamboa vai homenagear a Morna

A Cidade da Praia recebe nos dias 17, 18 e 19 deste mês, a 27ª edição do Festival da Gamboa que será em homenagem a Morna, candidata a Património Imaterial da Humanidade.

O grupo musical da Guiné-Bissau Tabanka Djaz e o cantor Alpha Blondy da Costa do Marfim são as novidades do festival deste ano.

Boss AC e Supa Squad, Constantino Cardoso, Elji, Ferro Gaita, Rabelados 2 Much, Ricky Man, Mito Kaskas. Lejemea, Leo Pereira, Gaby Baessa e Na Ka nada, de Lisboa, são os artistas e grupos que vão atuar este ano no festival.

Já o Gamboa Jovem que será grátis, terá atuação de Romeu di Lurdis, Trakinuz, Ras Jahknow, Mc Tranca Fulha, Zé Espanhol e Hélio Batalha.

O cartaz do festival foi apresentado esta segunda-feira, pelo vereador da Cultura da Câmara Municipal da Praia, António Lopes da Silva, numa conferência de imprensa.

Este festival que acontece todos os anos no âmbito das festas do município, está orçado em 20 mil contos. Este ano, os bilhetes custam 500 escudos por dia e começam a ser vendidos a partir de hoje.

Segundo António Lopes da Silva este festival será uma festa de família e por isso tem um cartaz para todas as idades.

“Temos um cartaz com pessoas já experientes no mundo da música a nível nacional e internacional, mas também temos muitos jovens que estão a surgir e que tem dado algum contributo para a nossa música”, explica.

António Lopes da Silva garante que até dia 17, a praia da Gamboa estará em condições de receber o festival. “É uma marina que está em construção ali, então neste momento estão a decorrer as obras para a construção da mesma. Da nossa parte estamos a trabalhar para ter um bom Festival da Gamboa”.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Santo Antão: Vinda de turistas islandeses à ilha confirma que turismo local está a conquistar novos mercados na Europa

Cabo Verde precisa de um quadro regulatório mais forte de integração entre a biodiversidade e o turismo

Sal: Praia de Santa Maria poderá hastear Bandeira Azul dentro de três anos – Biosfera1

Praias de Cabo Verde com condições para Bandeira Azul após aplicação de medidas – ONG

Primeiros inspetores chefes da PJ de Cabo Verde com formação da congénere portuguesa