FestiCoral regressa com 10 grupos de coral

O Orfeão da Praia está a ultimar os preparativos para a 2ª edição do FestiCoral, que vai decorrer na Cidade da Praia, nos dias 20 a 27 deste mês, sob o lema “Cantar a Praia”.

Esta iniciativa é do Orfeão da Praia que pretende reunir na capital do país grupo corais nacionais e internacionais para partilhar experiência e proporcionar aos praienses bons momentos de música coral.

O FestiCoral vai reunir na Cidade da Praia 140 pessoas, entre coralistas, instrumentistas, coreógrafos e regentes de diferentes idades, classe social e identidades.

“O evento terá a participação de 10 grupos corais, sendo dois internacionais: de Portugal e de Dakar (Senegal). A nível nacional, além do Orfeão da Praia, estarão outros grupos da ilha de Santiago, sendo dois infantis”, indica Filomena Delgado, do Orfeão da Praia.

A 2ª edição do Internacional FestiCoral Praia que marca o 10º aniversário da retoma das atividades coralistas do Orfeão da Praia, vai prestar homenagem à Cidade da Praia, que comemora os seus 161 anos.

O ponto alto do festival será nos dias 24 e 25, onde estarão na Assembleia Nacional com as atividades de cantos. “No dia 24, todos os grupos sobem ao palco com músicas da Praia, porque o evento é dedicado à capital do país. Ainda no dia 25 todos os grupos estarão no palco, porque é um dia especial para o Orfeão da Praia que completa nesse dia o seu 10º aniversário, após a retoma das suas atividades”.

Durante uma semana, além de música coral, está programada a realização de um workshop sobre técnicas de canto coral, expressão corporal, regência de coros e teatralização musical, que serão ministrados por formadores de grupos corais estrangeiros.

“Este evento é uma iniciativa que pretende divulgar estilos musicais de cada país participante, do erudito ao popular, do regional ao folclórico, bem como incentivar a prática do canto coral, contribuindo para o surgimento de novos grupos corais”, sublinha.

A organização garante que está a trabalhar afincadamente para a realização deste evento que está orçado em 4 mil contos. “O nosso objetivo é fazer com que as pessoas reconheçam que a música é união entre os povos e é um meio de globalização, pois nas nossas viagens conhecemos grupos de países distantes e que mostram interesse em conhecer o nosso país”.

Segundo Filomena Delgado, a intenção deles é de realizar o FestiCoral de dois em dois anos. O primeiro foi em 2016, e o segundo era para ser em Abril do ano passado por ocasião dos 160 anos da Cidade da Praia mas não foi possível.

“Então decidimos realizar a 2ª edição este mês para coincidir com as festas do município da Praia. E neste momento estamos a trabalhar fortemente para que este evento aconteça”, conta.

Para a organização, um evento desta envergadura, para além de contribuir para a dinamização da música cabo-verdiana na sua faceta polifónica e estilizada, servirá para promover Cabo Verde nos palcos do mundo.

Em relação a apoios, disse que já tem alguns, mas que falta ainda mais para atingirem o desejado. “Estamos crentes que vamos conseguir mais financiamento para esse grande evento. Estamos a trabalhar com muita garra, correndo principalmente atrás dos patrocínios que estão escassa o que nos complica um pouco a vida, no que concerne à planificação dos eventos e as despesas que temos para o FestiCoral”.

Depois dessa edição, o Orfeão da Praia espera daqui a dois anos realizar a terceira edição do FestiCoral.

Este evento foi realizado pela primeira vez em dezembro de 2016 e reuniu cerca de 160 coralistas de Cabo Verde, Brasil e Portugal. O Orfeão da Praia é uma associação cultural sem fins lucrativos que vem trabalhando desde 2009 em prol da divulgação da música cabo-verdiana não só na ilha de Santiago, mas também em outros países.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Portugal e Cabo Verde unidos pela livre circulação esperam "boas notícias" na CPLP

Santo Antão: Operadores dizem-se “vítimas da concorrência desleal” do turismo residencial que começa a ser fomentado na ilha

Primeira revista de desportos náuticos de Cabo Verde lançada a 15 de Junho no Sal

Empresa espanhola prepara documentário sobre o turismo Azul em Santo Antão

Santo Antão: Municípios congratulam-se com decisão do Governo em avançar com master plan do turismo para ilha