Exportações aumentam 31,9 porcento no primeiro trimestre em Cabo Verde

As exportações de Cabo Verde aumentaram 31,9 porcento no primeiro trimestre do ano de 2016, enquanto as importações e as reexportações diminuíram 4,6 porcento e 7,4 porcento, respetivamente, segundo dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE) divulgados, sexta-feira, na cidade da Praia.

Estes dados provisórios do comércio externo apurados pelo INE demonstram que nos três primeiros meses do ano em curso, o défice da balança comercial do arquipélago cabo-verdiano diminuiu 7,7 porcento, tendo a taxa de cobertura das importações aumentado em três porcento, comparativamente ao período homólogo de 2015.

Entre os produtos exportados por Cabo Verde  no período em referência, peixes, crustáceos e moluscos ocupam o primeiro lugar, representando 40,7 porcento do total, seguidos pelas conservas de peixe com 40,5 porcento.

Conforme os dados recolhidos pelo INE, a Europa continua a ser o principal cliente de Cabo Verde, absorvendo cerca de 95,6 porcento do total das exportações cabo-verdianas.

A nível dos países, a Espanha lidera o ranking dos principais clientes de Cabo Verde na zona económica europeia, representando, no primeiro trimestre de 2016, 69,1 porcento do total das exportações, enquanto Portugal ocupa o segundo lugar nessa estrutura, com 18,1 porcento.

As exportações para outros continentes foram de montantes pouco expressivos, embora tenham crescido para a África e Ásia.

No período em análise, registou-se, também, um aumento no volume das importações de Cabo Verde provenientes da África (48,6 porcento) e da América (9,4 porcento) e uma redução das que tiveram como origem a Ásia (-16,1 porcento).

Portugal lidera entre os fornecedores de Cabo Verde, com 46,9 porcento do total, seguido pela Espanha, pelos Países Baixos e pela Bélgica com, 8,8 porcento, 6,3 porcento e 4,6 porcento, respetivamente, do total das importações.

Fonte: Panapress

Notícias

Dia Nacional da Cultura comemorado sob o lema “eu_génio: do legado à ficção”

Governo prevê funcionamento da Universidade Técnica do Atlântico em 2020/2021

Santiago Norte: Municípios juntam-se ao MCIC para homenagear a Morna no Dia Nacional da Cultura e Comunidades

São Nicolau: Projecto Caminhar inicia acção de capacitação em acompanhantes de “trekking”

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis