Directora de Investigação da União Europeia visita Cabo Verde para apresentar oportunidades do Programa Horizonte 2020

A directora para a Investigação Ciência e Inovação da União Europeia, Maria Cristina Russo, visita Cabo Verde de 24 a 26 deste mês, com o intuito de apresentar as oportunidades do Programa Horizonte 2020.

Durante a cerimónia da sessão de informação que decorreu hoje, na Cidade da Praia, que contou com a participação de representantes da Câmara de Comércio, associações de investigadores nacionais, empresários, Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA) e de instituições de ensino superior, Maria Cristina Russo disse que o objectivo é apresentar o programa para que os cabo-verdianos possam ter a ideia de como participar neste projecto que está disponível para todo o mundo.

Entretanto considerou que o programa é de “extrema importância” e inovador, uma vez que constitui uma oportunidade para acederem a meios ou parcerias para projectos ligados à área de investigação, inovação e dos oceanos.

Na ocasião, explicou que esta visita tem ainda por finalidade fortalecer a cooperação nas áreas da ciência, investigação, inovação e investigação marítima.

Conforme indicou, a mesma visa ainda estabelecer contactos com as autoridades nacionais, para preparar a missão do Comissão Europeia para a Investigação, Ciência e Inovação que deverá estar no arquipélago em Setembro deste ano, para assinar um acordo de enquadramento que irá definir a cooperação entre União Europeia e Cabo Verde nestas áreas.

Durante a sua estadia em Cabo Verde, Cristina Russo tem agendado um encontro com o secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes, e irá visitar o Instituto Nacional de Desenvolvimento da Pesca (INDP), Direcção Nacional de Economia Marítima, Centro de Ciências Oceânicas e empresas ligadas ao sector do mar.

O Programa Horizonte 2020 foi lançado em 2014 pela Comissão Europeia, está disponível à participação de todo o mundo, incluindo África, e é destinado aos actores nas áreas de investigação e inovação de modo a terem uma melhor oportunidade e benefício em desenvolver capacidades locais com parceiros europeus, públicos e privados.

Orçado em 80 mil milhões de euros, o projecto tem por objectivo reforçar a competitividade global da Europa, incide na transposição das descobertas científicas para produtos e serviços inovadores que proporcionem oportunidades empresariais e mudem para melhor a vida quotidiana das pessoas e, ao mesmo tempo, reduz drasticamente a burocracia, com a simplificação das regras e procedimentos a fim de atrair mais investigadores de alto nível e uma gama mais vasta de empresas inovadoras.

Fonte: InforPress

Notícias

Respostas rápidas: Quem deve pagar a Taxa de Segurança Aeroportuária?

São Vicente: Kiki Lima expõe “Real aparência” quando está prestes a completar 50 anos de pintura

Número de hóspedes aumentou 9,5% no segundo trimestre de 2018 face ao período homólogo – INE

Frescomar anuncia novos investimentos em São Vicente e no Sal de mais de seis milhões de euros

Direitos: Cabo Verde destaca em conferência no Canadá apoio do governo e instituições aos movimentos LGBTI

Santo Antão recebe três centros de interpretação turística para retratar património e identidade cultural da ilha

Raiz di Polon na 10ª edição do Festival de Teatro Lusófono

MCIC visita oficina de verão na Cesária Évora Academia de Artes

Filme cabo-verdiano “Firmeza” seleccionado para o Sacramento Underground Film & Arts Festival dos EUA

Filme “Os dois irmãos” selecionado para a competição oficial no 42º Festival de Cinema de Montreal/Canadá

Ilha do Fogo: Projecto “Rotas do Fogo” define estratégias e cria comités municipais para implementação do modelo agro-turismo

Nosi e Cabo Verde TradeInvest na China para dar avanço ao projecto de Computação em Nuvem da África Ocidental

Reconhecimento internacional do vinho do Fogo é exemplo para produtores de grogue de Santo Antão

“Se Cabo Verde não é capaz de organizar um discurso histórico, alguém será capaz”

Cabo Verde conquista duas medalhas de ouro no concurso Mundial de Vinhos Extremos em Itália

Editorial: Estado da Nação em “gestão corrente”

Quem comprar a TACV assume a gestão por, pelo menos, 5 anos

Primeiro-ministro anuncia proposta da Icelandair para comprar TACV

Exportações aumentam 14% no 2º trimestre deste ano

Empresários desesperam pela mobilidade económica

Angola, Brasil e Moçambique têm total de 720 mil "escravos modernos". Cabo Verde também faz parte da lista

Suspensão levantada. Cabo Verde Airlines já pode voltar aos aeroportos italianos

Cabo Verde apresenta programa da presidência da CPLP

“Os alunos que só sabem crioulo, o resultado é o isolamento”

Recém-criada Associação de Turismo do Maio almeja transformar a ilha num destino de excelência

A África precisa livrar-se da "Ajuda que mata", defende autora Dambisa Moyo