Cabo-verdianos não conseguem poupar e não querem comprar casa nem carro

nstituto Nacional de Estatística (INE) mostra que o clima de confiança em Cabo Verde continua a subir. Ainda assim, poupar dinheiro parece ser uma missão impossível para a maioria dos habitantes do país.

“No primeiro trimestre do ano 2018, o indicador de confiança manteve a tendência ascendente do último trimestre, registando o valor mais alto dos últimos doze (12) trimestres consecutivos e a confiança das famílias cabo-verdianas continua a aumentar. O indicador evoluído positivamente face ao mesmo período do ano 2017”, aponta hoje o INE no relatório do Inquérito de Conjuntura no Consumidor.

O documento aponta que 73,3% dos inquiridos “consideraram que, com a actual situação económica do país, não será possível poupar dinheiro. No trimestre homólogo esse percentual foi de 81,5%”.

Numa antevisão do que poderá acontecer nos próximos 12 meses, o INE aponta que “tanto a situação financeira das famílias como a situação económica do país deverão evoluir positivamente face ao trimestre homólogo. Segundo as famílias inquiridas, os preços de bens e serviços deverão diminuir face ao trimestre homólogo, no entanto, acreditam que o desemprego poderá aumentar face ao trimestre homólogo”.

Já a compra de casa nos próximos 2 anos é uma ideia impossível de se concretizar para a maioria dos cabo-verdianos. Segundo o INE, 75% “é de opinião de que não irá comprar, nem construir uma casa, contra 87,2% registado no período homólogo”.

Quanto à compra de automóvel 96% das pessoas dizem que não têm intenção de comprar carro durante os próximos dois anos.

Fonte: Expresso das Ilhas

Notícias

Cabo Verde não deve competir pelo preço com outros destinos turísticos, avisa CEO da Oásis

Projeto "Volunturismo" movimenta cerca de 30 turistas para São Vicente

Santa Cruz: Autarquia quer transformar município num destino turístico de excelência

Porto Novo recebe investimentos privados nas pescas à volta de 70 mil contos

São Vicente vai acolher missão empresarial alemã com foco nas energias renováveis