Cabo Verde recebe $1.4 milhões para implementar projeto educativo

Cabo Verde vai receber um milhão e 400 mil dólares da Parceria Mundial para a Educação (GPE) a fim de implementar o Plano Estratégico e o Plano de Ação da Educação para o período 2017-2021, anunciou o Governo terça-feira na cidade da Praia.

Em declarações à imprensa, à margem duma reunião do Grupo de Parceiros Locais da Educação (GPLE), a ministra da Educação, Maritza Rosabal, explicou que este projeto, a ser implementado nos próximos quatro anos, já está na fase final da sua elaboração.

O mesmo abarca intervenções em todos os níveis educativos, iniciando no pré-escola que se quer propedêutica e universal, ao ensino básico, que vai ser alargado, para a educação de adultos, o ensino secundário gratuito e o ensino superior, disse a governante.

Para além dessas intervenções, acrescentou,  o projeto inclui ainda elementos que têm a ver com a Ação Social Escolar e com as Necessidades Educativas Especiais, consideradas como programas específicos, mais necessários.

Segundo a ministra, o processo da entrada de Cabo Verde no GPE iniciou-se em 2014 quando o arquipélago manifestou a sua intenção através das Nações Unidas de aderir a este grupo mundial de parceiros de educação.

“Para fazer parte deste grupo foi-se desenvolvendo uma série de exigências para se poder aceder ao financiamento e uma delas foi ter um grupo local de consulta que, neste caso, é o grupo com o qual vamos partilhando e aprovar iniciativas que se vai implementar em matéria da educação”, precisou.

Conforme explicou a responsável, numa primeira fase, logo a seguir a do país ser admitido no GPE, o Ministério da Educação recebeu cerca de 200 mil dólares para a elaboração do projeto, tendo já sido executadas várias consultadorias, um processo que culminou agora com a notícia do aumento do montante para um milhão e 400 mil dólares.

Criada em 2001, a Parceria Mundial para a Educação concede assistência internacional no domínio da educação e contribui plenamente para a realização dos Objetivos de do Milénio para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) relativos ao acesso a uma educação de qualidade para todos.

A PGE, que reúne diferentes tipos de organismos, bancos e o setor privado, tem como propósito mobilizar recursos e articular a sua distribuição de forma a apoiar a realização dos objetivos de planos nacionais de educação em cerca de 60 países do mundo.

Fonte: Panapress

Notícias

Estrada de Chã de Pedras inaugurado no dia 25 de junho

Maritza Rosabal visita Sal e São Nicolau

Cabo Verde vai negociar com UE alargamento do acordo de parceria

FMI em Cabo Verde para avaliar políticas macroeconómicas

Ilha Brava: V Edição da Feira Agro-Pecuária começa hoje

Equipa de Coordenação de Reformas da Administração Pública já foi constituída

Governo vai aumentar o salário mínimo nacional para 15 mil escudos mensal até 2021

Cabo-verdiano reconduzido como Juíz do Tribunal Internacional dos Direitos do Mar

Governo e oposição concertam posições em matérias estruturantes para Cabo Verde

UE alarga prazo a Cabo Verde para exportar pescado no mercado europeu

Cabo Verde reavalia investimentos do BAD dado baixo nível de execução de projetos

Cabo Verde enfrenta ainda “grandes precariedades” na disponibilização de água - PR

90,1% da população já tem acesso à eletricidade em Cabo Verde, diz estudo

Advogados suspendem assistência judiciária oficiosa em Cabo Verde

Empresário chinês de Macau abre banco em Cabo Verde

Banco Central de Cabo Verde procede a corte de dois pontos na taxa diretora

Côte d’Ivoire interessada na experiência de Cabo Verde em matéria de governação eletrónica

Workshop nacional prepara novo quadro de cooperação entre o Governo de Cabo Verde e as Nações Unidas – UNDAF

Empresários cabo-verdianos procuram novas alternativas de negócios em missão à Holanda e Luxemburgo

Volume de negócios nos serviços regista variação homóloga de 5,8% no primeiro trimestre de 2017

Prémio Nacional de Qualidade distingue organizações que contribuem para competitividade do país

Binter Cabo Verde promete que vai garantir “ligação eficiente” entre as ilhas a partir de 1 de Agosto

Porto de águas profundas chumbado pelo Governo

São Vicente: Os artesãos e o CNAD realizam Feira de Artesanato em comemoração do Dia das Crianças